Conversão de diversos formatos para DVD/Fazendo o DVD/AVI

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Estes são os passos a serem seguidos para fazer DVDs a partir de video AVI. Outros formatos serão cobertos posteriormente, pois apenas algumas modificações do processo geral devem ser feitas.

Criando o script com o Avisynth[editar | editar código-fonte]

O primeiro passo é criar um script que aponta para o vídeo que você vai converter. O script criado será processado pelo Avisynth e pode ser executado como um vídeo normal na maioria dos players, como o Windows Media Player. Ele também é tratado como um vídeo pelo TMPGEnc Xpress, como explicado na seção #Frameserver.

Este é um script básico que será usado na conversão. Este script foi pego emprestado do tutorial AVI to MPEG-2 with AviSynth and TMPGEnc Xpress

# arquivo fonte AVI
file = "C:\...\Movie1.avi" # usar o nome real
# abrir o AVI como somente-vídeo para descobrir o fps correto
AVISource(file, audio = false)
# salvar o fps correto para o DirectShowSource
frate = Framerate()
# reabrir no DirectShow para melhor compatibilidade de audio
DirectShowSource(file, fps = frate)

Basicamente tudo que você tem de fazer é salvar este texto no notepad, mudar o parâmetro file para apontar para seu vídeo, e salvar com um nome como Movie1.avs. A extensão avs é importate para que o Avisynth possa reconhecer o arquivo de script e carregar o vídeo.

Após fazer isso, abra o script no Windows Media Player para ver se funcionou. Se você ver um erro assim:

AACFSVFTD Avisynth Error.PNG

Este tipo de erro normalmente significa que você cometeu algum erro no nome do arquivo, ou algum erro de digitação em algum lugar do script. Veja em qual linha está o erro e tente corrigi-lo. Se você copiou o script exatamente como mostrado aqui ele deve funcionar, a menos que o caminho para o vídeo esteja errado, haja algum erro no vídeo ou algum codec faltando. Se for esse o caso, use o G-Spot para descobrir qual o codec que você irá precisar. Para ajuda nisso, vá para G-Spot.

Se o vídeo funcionar corretamente, isso significa que você já pode abri-lo no TMPGEnc Xpress. Pule para #Criando um Vídeo de Teste.

OBS: O vídeo demora mais para carregar através do script. Mas ele abrirá bem mais rápido se você tiver instalado o codec ffdshow. Isso é bom se você estiver abrindo vários arquivos no TMPGEnc Xpress, pois eles podem demorar algum tempo para carregar (talvez um minuto cada) sem o ffdshow instalado.

Se o vídeo roda mas o som não funciona, e você tem o codec correto instalado, então você terá de extrair a faixa de áudio para um arquivo WAVE. O programa Riverpast Audio Converter é muito pratico de se usar para este fim, mas use qualquer programa que você desejar. No entanto, o programa Virtual Dub parece ter problemas com o TMPGEnc Xpress, portanto eu não recomendo o seu uso para extrair o áudio.

Simplesmente arraste o vídeo sobre o Riverpast Audio Converter.

Nas opções de Audio Format (formato de áudio) na parte inferior, selecione as seguintes configurações:

File Type   : WAV - Waveform
Compressor  : PCM/Uncompressed Stereo
Sample Rate : 48khz - DVD Quality
Resolution  : 16 bits - Normal

Então clique em Convert.

Agora você terá de mudar o scrip, para que possa carregar o vídeo e o áudio separadamente. Use o seguinte script e mude o caminho para apontar para o vídeo e áudio corretos (o áudio é o que você acabou de converter):

# arquivo fonte AVI
file = "C:\(...)Name.avi" # usar o nome real
# arquivo fonte WAV
audio = WavSource("C:\(...)Name.wav") # usar o nome real
# abrir o AVI como somente-vídeo para descobrir o fps correto
AVISource(file, audio = false)
# salvar o fps correto para o DirectShowSource
frate = Framerate()
# reabrir no DirectShow para melhor compatibilidade de audio
video = DirectShowSource(file, fps = frate)
Normalize(0.98)
# Combinar audio e vídeo em um só clip
AudioDub(video, audio)

Teste-o no Windows Media Player agora. Você deverá ver o vídeo e ouvir o som normalmente.

Criando um vídeo de teste[editar | editar código-fonte]

O próxime passo é testar a configuração correta em que o vídeo terá a melhor aparência na TV. Todos estes testes podem parecer um desperdício de tempo, mas com um pouco de prática você será capaz de executá-los rapidamente. E eles são importantes para que você saiba como a aparência do DVD ficará na TV antes de ter de converter o vídeo inteiro.

Abra o TMPGEnc Xpress. Clique em Start new project. Esta parte do processo é somente um teste, então mesmo que você esteja planejando converter vários capítulos juntos, você não deve fazer isso agora. Por enquanto, adicione o mesmo script duas ou três vezes. Você testará configurações diferentes para cada um deles, para descobrir qual delas ficará melhor na TV.

Clique em Add File. Adicione o qualquernome.avs que você criou anteriormente. Agora a seguinte tela aparecerá:

AACFSVFTD TMPGENC1.PNG

Antes de mudar qualquer configuração nesta página, você deve checar a resolução do seu vídeo. Se você não conseguir ver a resolução nas propriedades do arquivo, clique em Filter (filtro, marcado 3 no screenshot). Na tela que aparecerá, logo abaixo da linha de tempo, aparecerá a resolução (por exemplo, 800x600). Então clique em Clip info na parte superior, para retornar à tela anterior.

Você precisa saber a resolução para que possa escolher o correto Aspect ratio (proporção entre altura e largura, marcado como 1 no screenshot) no TMPGEnc Xpress. Por exemplo, se o seu vídeo é 640x480, então você deve selecionar Image 4:3 no aspect ratio. Se você não sabe qual resolução corresponde a widescreen (16:9) e qual corresponde a standart ou padrão (4:3) cheque esta Lista de resoluções comuns. Mesmo se a resolução do seu vídeo não estiver listada lá, é fácil descobrir apenas assistindo-o. Se o vídeo for widescreen, selecione Image 16:9, senão, selecione Image 4:3. Não clique em OK ainda.

Selecione Cut-Edit (editar corte, marcado como 2 no screenshot acima). A tela seguinte aparecerá:

AACFSVFTD TMPGENC3.PNG

O que você fará agora é selecionar apenas uma pequena porção do vídeo para ser convertida, somente alguns segundos. Desta maneira, você pode converter esta parte do vídeo rapidamente para poder testar logo os resultados na TV sem perder tempo.

Clique na linha de tempo (marcada como 1) e arraste para qualquer parte do vídeo que tenha uma boa imagem. É ainda mehor se for uma cena com legendas aparecendo. Então clique em Set as Start Frame (Define como frame inicial, marcado como 2). Na linha de tempo, avance apenas alguns segundos, e clique em Set as End Frame (define como frame final, marcado como 3). Você terá algo parecido com a imagem mostrada acima. Os pequenos triângulos abaixo da linha de tempo mostram o intervalo de vídeo que será convertido.

Apór isso, clique em Filter, (filtro, marcado como 3 no primeiro screenshot). A tela seguinte aparecerá:

AACFSVFTD TMPGENC5.PNG

Está é a tela que você usará para corrigir o overscan. Selecione Resize à esquerda (redimencionar, marcado como 1). Esta configuração permite o redimencionamento do vídeo e a criação de bordas ao seu redor, para que ele não seja cortado na TV. Em Image position (posição da imagem, marcada como 2), selecione Center (Custom size) ( Centro (tamanho personalizado) ). Isto significa que o vídeo será centralizado, e a partir dos novos limites até os limites originais, bordas negras serão adicionadas.

Não coloque bordas enormes. Simplesmente anote o tamanho original e tire 20 pixels das laterais e 40 do topo. Por exemplo, se o vídeo for 640x480, o novo tamanho deverá ser 620x440. Isso é muito pouco, então o vídeo não ficará esticado pela falta de proporção no redimensionamento. Se você quiser usar uma calculadora para descobrir a proporção correta do redimensionamento, tudo bem, mas a diferença será realmente insignificante. No caso de vídeos widescreen eu descobri que a aparência fica melhor se eles forem esticados ao máximo possivel na altura. Em geral eu faço os meus videos widescreen com resolução de 694x480. No preview o video dará a impressão de exceder o tamanho da tela, mas no vídeo de saída ele fica perfeito.

Neste exemplo, o tamanho original era 640x364 (widescreen). Eu o redimensionei para 620x340. As bordas negras que você vê no centro são só uma previsão. Elas parecerão ainda maiores na TV, portanto você não deve criar bordas muito grandes. Mas como eu escrevi acima, na verdade eu usaria a resolução de 694x480.

Você não precisa mudar a opção Resize method (Método de redimencionamento). Simplesmente a mantenha em Adaptive.

Agora clique em OK.

Certo, agora faça todo esse processo de Add file mais uma vez. Repita tudo, mas agora não mexa no filtro de Resize. Agora você terá dois pedacinhos minúsculos de vídeo, um com bordas, e o outro em tela cheia. Se você quiser, adicione outro arquivo e escolha outro tamanho de borda. Mas provavelmente a diferença de 20 pixels será o suficiente. Quando você rodar o filme na sua TV, veja qual deles tem uma aparência melhor, e use esta configuração para converter o vídeo todo.

Agora, clique em Set Output (Escolha o tipo de saída), no topo. Selecione Standart Template->DVD->NTSC. Na opção aspect ratio, selecione o mesmo aspect ratio que você escolheu anteriormente (16:9 para widescreen, e 4:3 para Standart). Clique em Select na parte inferior.

A tela seguinte deve aparecer:

AACFSVFTD TMPGENC6.PNG

Se não aparecer, clique lá:

AACFSVFTD TMPGENC7.PNG

Agora olhe para a barra azul (marcada como 1). Essa barra não pode passar o limite do DVD. Na etapa de testes, os vídeos são tão pequenos que é impossível que isto aconteça. Mas tenha cuidado, pois se quando você for converter pra valer você usar mais do que 100% of its capacity (100% de sua capacidade), o vídeo será convertido, mas depois ele não irá caber no DVD! Simplesmente clique na seta para baixo até que a barra alcance os 100%. Se você não consegue baixar a barra até os 100%, isso significa que você está tentando converter videos demais no mesmo DVD e o TMPGEnc Xpress não consegue mais comprimi-los, então você terá de deletar um ou mais deles.

Agora olhe para Image resolution (Resolução da imagem, marcada como 2). Certifique-se que ela está em 704x480, senão você terá um vídeo realmente feio na saída.

Isso é tudo! Clique em OK, então clique em Encode (codificar). Na aba Output path (Caminho de saída) abaixo, selecione Output clips separetly (Criar clipes separadamente). Isso diminui as chances de travamentos, e facilita a criação de capítulos mais tarde. Na aba Encoder setting (Configuração do codificador), na opção Preview frequency (Frequencia da prévia), selecione No Preview. O processo é mais rápido com o preview desligado. Ainda na mesma aba, para acelerar o processo, em ambas as opções de Task priority (Prioridade da tarefa), selecione Highest (Mais alta). Agora clique em Start output, e espere. Como este é só um teste, deve levar menos de um minuto. No entanto, quando você for converter os vídeos pra valer, levará várias horas. É uma boa idéia deixá-lo convertendo à noite. E não execute programas que usem muita memória durante a conversão, como anti-vírus ou jogos.

Os arquivos de saída serão arquivos MPEG, e estarão prontos para serem carregados no DVD Lab Pro e queimados.

Compilando o DVD de teste[editar | editar código-fonte]

Agora abra o programa DVD Lab Pro. Se você só tem o DVD Lab Standart, você pode tentar usá-lo. Mas eu tive vários problemas com bugs esquisitos na versão standart, então eu recomendo usar a versão Professional.

Neste ponto, você criará um DVD de teste, então não se preocupe com detalhes como adicionar capítulos, usar imagens de fundo e tudo mais. Mas eu já explicarei como fazer essas coisas agora. Então, quando for fazer o DVD real, simplesmente siga estas instruções.

Quando você abrir o programa, verá esta tela:

AACFSVFTD DVDLAB.PNG

Então, vamos às explicações básicas:

1
Esta é a preview screen, ou tela de prévia. Ela não mostra nada realmente importante. Somente o vídeo, sem o áudio. Ela só será útil se você quiser adicionar capítulos em lugares específicos. Fora isso, você não precisa desta tela.

2
Esta é a connections screen, ou tela de conexões. Ela mostra, por exemplo, o que acontece quando o relógio do menu termina, se ele vai para o próximo menu, se inicia o vídeo automaticamente, etc. Ela é útil se você deseja rodar um vídeo atrás do outro, sem retornar ao menu. Para isso, arraste a bolinha cinza do movie1 para o movie 2, do movie2 para o movie3, e assim por diante.

3
Estes são os filmes que você tem no projeto. Esta é uma parte importante. Você terá que criar um movie (filme) para cada capítulo que você quiser adicionar no seu DVD. Por capítulo, neste caso, me refiro a cada arquivo MPEG que foi criado no processo de conversão.

4
Estes são os menus que você tem no projeto. Se você quer criar um menu principal e um menu de capítulos, por exemplo, você deverá ter dois menus.

5
Esta é a tela de assets, ou recursos. Esta é uma tela muito importante. Qualquer filme, áudio, legendas, sons, etc devem ser primeiramente importados e adicionados nesta tela antes de serem usados.

Primeiramente, vá até a pasta onde você criou os arquivos MPEG com o TMPGEnc Xpress. Selecione todos eles e arraste-os para a tela de recursos. Uma tela irá aparecer perguntando se você quer demultiplex (demultiplexar) os arquivos. Demultiplexar significa separar o áudio do vídeo em arquivos diferentes. DVD Lab Pro lhe diz que é melhos demultiplexar os arquivos, mas como você usou o TMPGEnc Xpress para criar os vídeos, não precisa se preocupar com isso. Demultiplexar leva algum tempo, e você não precisa realmente fazê-lo. Clique em quick mode without demultiplexing (modo rápido sem demultiplexar).

Agora que os seus vídeos já estão na tela de recursos, você deve adicioná-los ao DVD. Suponha que você criou três vídeos. Clique com o botão direito na Project screen (Tela de projeto, marcado com os números 2, 3, e 4). Então selecione Add movie (Adicione filme). Repita isso até que você tenha movies suficientes para cada filme que quiser adicionar no DVD (neste caso, três).

Agora, dê um duplo clique em cada filme adicionado (marcado como 3 no screenshot). Esta tela aparecerá no lugar onde estava a tela de conexões.

AACFSVFTD DVDLAB2.PNG

Arraste o filme da tela de recursos para a tela de filme acima. Se você escolheu por demultiplexar o filme, terá de arrastar a faixa de áudio também. Se você tem um arquivo de legendas separado, arraste-o também. Faça isso para cada filme da tela de recursos, e arraste cada um para uma cada tela de filmes que você criou.

Agora você pode adicionar capítulos, se você quiser. O jeito mais fácil é criar um arquivo texto com os minutos em que você quer adicionar capítulos. Desta forma, você pode usar este arquivo para adicionar capítulos para todos os filmes que você for fazer. Digamos que você queira adicionar capítulos a cada três minutos. Então crie um texto assim:

00:03:00
00:06:00
00:09:00
00:12:00
00:15:00
00:18:00
00:21:00
00:24:00
00:27:00
00:30:00
00:33:00
00:36:00
00:39:00
00:42:00
00:45:00
00:48:00
00:51:00
00:54:00
00:57:00
01:00:00

Agora clique no menu 'Movie->Import Chapters', e abra o arquivo que você salvou. Isso irá adicionar pontos de capítulo a cada três minutos do filme, até que atinja uma hora. Se o vídeo tem menos de uma hora de duração, o DVD Lab Pro para automaticamente de adicionar capítulos. Se ele tem mais de uma hora, acrecente linhas no arquivos de texto. Você também pode usar a tela de preview para ver exatamente onde você quer adicionar um capítulo, e clicar no pequeno + logo acima da tela de preview.

Agora, você deve criar os menus. Clique no menu 1 à esquerda (marcado como 4). Se você quiser fazer um menu principal e um menu de capítulos, simplesmente adicione mais um menu, da mesma forma que você adicionou os filmes.

Esta tela irá aparecer:

AACFSVFTD DVDLAB3.PNG

É aqui que você criará o seu menu. Primeiro, se você quiser colocar uma imagem de fundo, encontre uma figura que você achar adequada e arraste-a aqui. Você deve redimensioná-la para que ela caiba nesta tela.

Para fazer as opções do seu menu, clique no botão marcado 1. Então, escreva o que achar melhor, de modo que a pessoa que assistir o seu DVD entenda. Por exemplo, escreva PLAY. Após isso, a opção PLAY estará onde você a colocou. Mas por enquanto isso é somente uma palavra. Para fazer com que essa opção realmente funcione como uma opção de rodar, você deve primeiro linká-la. Clique com o botão direito na palavra e selecione Link->Movie 1->Chapter 1(Movie start)', como marcado em 3. Isso significa que quando você selecionar PLAY no seu DVD player, ele irá rodar o Movie 1 do início. Use o mesmo processo para navegar entre os menus linkando um ao outro (para criar uma opção que abra outro menu, clique com o botão direito na opção e selecione Link->Movie 1->Menu 1', como marcado em 4), para mudar o áudio, as legendas, etc. Esta é a base para criar menus diferentes e complexos, então experimente mais e mais funções. Quando você pegar o jeito será capaz de fazer facilmente muitos menus diferentes e com boa aparência. Dê uma olhada nas funções do menu Menu, lá também tem coisas interessantes. Use a imaginação!

Agora que você criou os menus, você pode querer testá-los. Clique no botão de simulação e no botão de seguir links (marcados com o numero 5 no screenshot). Agora você pode clicar nas opções de menu que você programou para ver se elas fazem o esperado.

Agora é a hora de compilar o DVD. Clique no menu Project->Compile DVD. A tela de compilação irá abrir. Não mude as configurações padrão dessa tela, apenas ajuste o caminho de destino desejado para os arquivos do DVD, e certifique-se que a opção Run on Background (Rodar em segundo plano) esteja desmarcada. Se você rodar a compilação em primeiro plano ela será bem mais rápida.

Depois que a compilação terminar, queime o DVD com o Nero ou algum outro programa de sua escolha. No Nero, selecione a opção de criar um DVD Video, e simplesmente arraste a pasta onde foi gravada a compilação para o Nero. Sempre tenha um DVD-RW, para não desperdiçar DVDs com os vídeos de teste. Agora você pode testar seu DVD na TV.

Criando o DVD real[editar | editar código-fonte]

Quando você assistir o DVD de testes na TV, veja qual dos filmes tem melhor aparência. Quando você souber isso, faça todo o processo novamente. Mas agora, em vez de adicionar o mesmo script várias vezes no TMPGEnc Xpress, adicione todos os vídeos que você quer colocar no seu DVD. Não use a opção Cut edit desta vez, pois provavelmente você vai querer converter o video inteiro. Use as opções de filtro exatamente como você usou para o vídeo que ficou melhor na TV. Lembre-se de todos os outros detalhes, exatamente como você viu na seção #Criando um Vídeo de Teste, pois elas são todas importantes. Quando tudo estiver preparado, clique em Start Output novamente. Agora é a hora de deixá-lo rodando a noite e ir dormir. Provavelmente levará a noite toda.

Quando terminar, faça a compilação do modo que foi explicado na seção #Compilando o DVD de teste e a queime. Você terminou! Agora o seu DVD está pronto para ser assistido em qualquer DVD player!