Budismo/O caminho dos oito passos

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dharmachakra, a roda da lei budista

É o método em oito etapas criado por Buda para conduzir o praticante até a sua iluminação espiritual. É simbolizado pela roda de oito raios, o dharmachakra.

  • Primeiro passo: a perfeita compreensão. Consiste no estudo da doutrina budista.
  • Segundo passo: a perfeita aspiração. O praticante deve adquirir a firme intenção de perseverar no caminho budista até alcançar a iluminação espiritual.
  • Terceiro passo: a perfeita fala. O praticante deve falar de um modo agradável, verdadeiro, cortês e tranquilo.
  • Quarto passo: a perfeita conduta. Implica seguir os cinco mandamentos budistas: não ser agressivo, não roubar, não ser sensualmente impuro, não mentir e não consumir substâncias intoxicantes[1].
  • Quinto passo: o perfeito meio de subsistência. O praticante deve possuir um meio de subsistência que não seja contra a doutrina budista. Por exemplo: ser assaltante contraria o segundo mandamento budista, logo não é um meio de subsistência compatível com a doutrina budista.
  • Sexto passo: o perfeito esforço. O praticante deve se esforçar para melhorar sua conduta e sua personalidade segundo os ideais budistas.
  • Sétimo passo: a perfeita atenção. O praticante deve examinar sua conduta e seus pensamentos constantemente, procurando verificar eventuais erros que esteja cometendo.
  • Oitavo passo: a perfeita contemplação. O praticante deve meditar frequentemente sobre os ensinamentos de Buda[2].

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. GAARDER, J., HELLERN, V. e NOTAKER, H. O livro das religiões. São Paulo: Companhia das Letras, 2000. p. 62
  2. SCHULBERG, L. Índia histórica. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio, 1979. p. 59