Biblioteconomia/Profissão

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Conceito[editar | editar código-fonte]

O bibliotecário é o profissional liberal que trata a informação e torna acessível ao usuário final, independente do suporte informacional.

Responsabilidades[editar | editar código-fonte]

Na imagem há a biblioteca municipal de Guarará, em Minas Gerais. É uma estrutura pequena, mas bonita.
Biblioteca Municipal Guarará, de Minas Gerais

O bibliotecário tem a responsabilidade de identificar a demanda de informação em diferentes contextos e levando em consideração a diversidade do público. Ele trabalha em bibliotecas, centros de documentação, empresas, escritórios jurídicos (organizando acervo e trabalhando na pesquisa sobre jurisprudência) e pode gerir redes e sistemas de informação, além de gerir recursos informacionais e trabalhar com tecnologia de ponta. Segundo a CBO (Classificação Brasileira de Ocupações), o bibliotecário é um profissional da Informação. Para exercer a função de bibliotecário, é necessário ter Bacharelado em Biblioteconomia.

Atribuições[editar | editar código-fonte]

O bibliotecário trabalha como um administrador de informações, que são dados que foram enriquecidos por seus contextos, além disso também processa e dissemina a informação. Um papel pouco percebido por quem não conhece a profissão é o de desenvolver coleções, que são mais do que um conjunto de documentos, mas uma seleção cuidadosa que segue parâmetros e é reunida com uma finalidade.

Guardar e catalogar as informações, orientar sua busca e seleção são responsabilidades do bibliotecário. O bibliotecário pode atuar nos seguintes campos: Bibliógrafo, Biblioteconomista, Cientista de Informação, Consultor de Informação, Especialista de Informação, Gerente de Informação ou Gestor de Informação.

Ambiente de trabalho[editar | editar código-fonte]

São diversos os ambientes de trabalho de um bibliotecário. Em geral, eles podem ser divididos em Mercado informacional tradicional, Mercado informacional existente não ocupado e Mercado informacional - tendências.

  • O Mercado informal tradicional é o das bibliotecas públicas, que vêm sendo distorcidas pela falta de apoio à educação no Brasil.
  • Os mercados informacionais existentes não ocupados são como os das bibliotecas escolares.
  • Os mercados informacionais são as livrarias, porém nelas vê-se poucos bibliotecários.
Biblioteca di Pistoia

Conclusão[editar | editar código-fonte]

Você gostou do livro? Espero que sim! Talvez você também queira ser um bibliotecário ou uma bibliotecária agora! Esperamos que você tenha gostado da leitura, e novamente, obrigado por escolher o livro de Biblioteconomia para ler!

Índice
Prefácio 100 percent.svg
História 100 percent.svg
Conceito 100 percent.svg
Profissão 100 percent.svg
Última página 100 percent.svg