A Biblia UMM/Caracteristicas Técnicas

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

Antes de nos aventurarmos por fora de estrada é necessário ter consciência das limitações da viatura que conduzimos para que não se corra o risco de se excederem estes limites e os passeios acabam por se tornar numa elevada conta de oficina. Assim convém estar munido de um inclinómetro para que se possa, na maioria dos casos, proceder a uma leitura para se saber "a quantas se anda". Existem vários modelos de inclinómetros à venda no mercado. Uns mais simples e baratos mas de maior erram na leitura, outros mais sofisticados e caros mas de maior rigor na leitura apresentada. Para além disto um jipe tem outros limites dinâmicos que não se podem medir com um inclinómetro. Seguidamente são apresentadas, de forma resumida, as diferentes características de um jipe e o seu respectivo significado.


Altura Mínima ao Solo A altura mínima ao solo deve ser medida da parte mais baixa do jipe até ao solo. Normalmente, esta medida é a distância entre a parte debaixo dos diferenciais e o solo. Esta medida determina a capacidade que um jipe tem de passar, ou não, por cima de obstáculos sem ter de subir para cima deles, ou seja, passa-los com uma roda de cada lado. Se o obstáculo for demasiado alto e se exceder esta medida, corre-se o risco de danificar a mecânica do jipe sendo a melhor forma de o ultrapassar subir para cima dele.

Ângulo de Ataque/Saída Estes ângulos são medidos, respectivamente, na frente e na traseira do jipe. Eles indicam a melhor ou pior capacidade de abordar obstáculos de frente e, no caso do ângulo de saída, de descer de um obstáculo sem ficar "pendurado" no dito cujo. Por vezes existem obstáculos cuja altura não permite que sejam ultrapassados subindo, ou descendo, na sua perpendicular pois o ângulo de Ataque/Saída do jipe não o permite. Assim, a melhor forma de transpor obstáculos deste tipo consiste em aborda-los ligeiramente na diagonal. Não de se deve exagerar nesta diagonal para evitar que o jipe fique demasiado inclinado de lado o que pode acabar em "capotanço".

Inclinação Lateral Este ângulo indica a capacidade que o jipe tem de ficar inclinado de lado, sem capotar. Quando, em situações extremas, se chega próximo deste limite deve-se mater as rodas do jipe viradas para o lado descendente para ajudar a manter o equilíbrio.

Ângulo Ventral Este ângulo mostra capacidade que um jipe tem de passar por cima de obstáculos "bicudos" sem que assente no solo. Um jipe com uma distância reduzida entre eixos e uma boa altura ao solo está em vantagem, neste capítulo, sobre um jipe com uma maior distância entre eixos e/ou uma menor altura ao solo. Normalmente, as versões compridas (de 5 portas) de um jipe estão em desvantagem sobre a versão curta do mesmo modelo.


Pendente Máxima Este ângulo indica a inclinação máxima longitudinal que um jipe pode superar. A medida deste ângulo depende de vários factores, sendo o principal o facto da perpendicular a um plano horizontal, que passe pelo centro de gravidade do jipe, não fique atrás das rodas que estão a um nível mais baixo pois corre-se o risco de o jipe levantar as rodas do chão e capotar para trás, se for a subir, ou capotar para a frente, se for a descer.


Profundidade Máxima Esta medida indica a profundidade máxima a que um jipe pode estar submetido dentro de água sem que esta entre para o motor. Neste capítulo os modelos a gasóleo estão em vantagem pois esta medida prende-se somente com a altura da entrada de ar para o filtro. Nos modelos a gasolina esta medida é inferior uma vez que a entrada de ar para o filtro está colocada ligeiramente mais abaixo do que nos modelos a gasóleo e, além do mais, há também a considerar as velas e toda a parte de distribuição de corrente eléctrica para o motor, que se for molhada pode provocar o isolamento dos contactos e fazer desligar o motor.