Zâmbia/Natureza

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ir para o capítulo anterior: Introdução Zâmbia Ir para o próximo capítulo: História

A Zâmbia localiza-se na África austral. Possui um clima tropical, com primavera e verão quentes e úmidos e outono e inverno secos e de temperatura amena. A vegetação predominante é de savana, composta por largas extensões planas com vegetação rasteira e presença esparsa de árvores. A fauna é a típica das savanas: leões, hienas, zebras, elefantes, búfalos, rinocerontes etc. O animal-símbolo do país é o búfalo e a ave-símbolo é a águia-pescadora[1], que está presente na bandeira e no brasão nacionais.

Localização da Zâmbia (em vermelho) na África austral
Búfalo e babuíno no parque nacional Mosi-oa-tunya
Águia-pescadora-africana
Bandeira de Zâmbia

O maior rio do país é o Zambeze, que também dá nome ao país. O rio nasce em território zambiano, percorre um trecho angolano, retorna a Zâmbia e demarca a fronteira com o Zimbábue. Nesse trecho, uma falha geológica no leito do rio dá origem à maior queda d'água do mundo: as cataratas Vitória, com 1 708 metros de extensão e 99 metros de altura[2]. O rio prossegue então em direção ao oceano Índico, formando um grande delta no litoral moçambicano. Outros rios importantes no país são o Cuando e o Kafue. No extremo norte do país, se localiza o lago Tanganica.

Cachoeiras Ngonye, no rio Zambeze
Elefantes cruzando o rio Zambeze

O subsolo possui grandes reservas de cobre e cobalto perto da fronteira com a República Democrática do Congo.

Fosfato de cobre extraído da mina Rhokana, na cidade de Kitwe, no cinturão do cobre zambiano

Referências