Utilizador:DOgando/Rascunho actividade

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Actividade de recepção e expedição[editar | editar código-fonte]

A actividade de recepção tem o seu início com a entrada da transportadora logística no armazém e fim quando esta mesma sai do armazém (Tompkins et al., 1996, p. 394-395). Podem surgir problemas no planeamento da recepção de materiais no armazém se as transportadoras não forem escolhidas adequadamente. A posição das transportadoras e as suas características, são factores importantes que influenciam a recepção, de tal modo que as transportadoras são vistas como parte integrante do armazém. Sub consequentemente todas as tarefas da transportadora são incluídas no planeamento da recepção.


As actividades necessárias para a recepção são:

  1. Identificar o veículo de transporte;
  2. Bloquear as rodas do veículo;
  3. Verificação do selo do veículo;
  4. Posicionar e fixar a dockboard;
  5. Encaixotar conforme for apropriado;
  6. Descarregar o veículo;
  7. Preparar a contagem do material recebido;
  8. Comparar a contagem com guia de remessa;
  9. Separar artigos na categoria vendável ou não vendável:
  10. Libertar o veículo;
  11. Preparar o relatório dos produtos recebidos;
  12. Despachar os artigos.


Os requisitos do armazém para a recepção são:

  1. Área suficiente para estacionamento e manobras dos veículos;
  2. Existência de dockboards;
  3. Área suficiente para encaixotar;
  4. Área suficiente para colocar artigos antes de os despachar;
  5. Escritório para guardar documentos e elaborar relatórios.


Algumas características importantes do armazém para a recepção:

  1. Fluxo de materiais linear entre os veículos, zona de ordenação de mercadoria e áreas de armazenagem;
  2. Fluxo contínuo sem paragens (congestionamentos) excessivas;
  3. Uma área concentrada de operações, que minimize a movimentação de materiais e aumente a eficiência da supervisão;
  4. Movimentação eficiente de materiais;
  5. Operações realizadas com segurança;
  6. Minimização de estragos;
  7. Fácil de limpar.


Por sua vez a actividade de expedição tem o seu início e fim quando a transportadora passa a linha de propriedade do armazém (Tompkins et al., 1996, p. 394-395). Podem surgir problemas no planeamento da expedição de materiais do armazém se as transportadoras não forem escolhidas adequadamente. A posição das transportadoras e as suas características, são factores importantes que influenciam a expedição, de tal modo que as transportadoras são vistas como parte integrante do armazém. Sub consequentemente todas as tarefas da transportadora são incluídas no planeamento da expedição.


As actividades necessárias para a expedição são:

  1. Agregar e embalar a encomenda;
  2. Ordenar e verificar a encomenda;
  3. Comparar a guia de remessa com a encomenda;
  4. Identificar o veículo;
  5. Bloquear as rodas do veículo;
  6. Posicionar e fixar a dockboard;
  7. Carregar o veículo;
  8. Despachar o veículo.


Os requisitos do armazém para a expedição são:

  1. Área suficiente para ordenar as encomendas;
  2. Escritório para guardar informações sobre os artigos expedidos e encomendas dos clientes;
  3. Área suficiente para estacionamento e manobra dos veículos;
  4. Existência de dockboards para facilitar o carregamento dos veículos.


Algumas características importantes do armazém para a expedição:

  1. Fluxo de materiais linear entre os veículos, zona de ordenação de mercadoria e áreas de armazenagem;
  2. Fluxo contínuo sem paragens (congestionamentos) excessivas;
  3. Uma área concentrada de operações, que minimize a movimentação de materiais e aumente a eficiência da supervisão;
  4. Movimentação eficiente de materiais;
  5. Operações realizadas com segurança;
  6. Minimização de estragos;
  7. Fácil de limpar.