Telecomunicações/Satélites Artificiais

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
< Telecomunicações
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rekopis chopin.jpg Esta página é somente um esboço.
Ampliando-a você ajudará a melhorar o Wikilivros.

Satélite Artificial[editar | editar código-fonte]

É o nome de qualquer corpo feito pelo homem e colocado em órbita ao redor da terra ou de qualquer outro corpo celeste.

Tipos de satélites artificiais[editar | editar código-fonte]

  • Satélites de Comunicação (COMSAT)
  • Satélites Científicos
  • Biossatélites
  • Satélites de Energia Solar


Satélites de Comunicação (COMSAT)[editar | editar código-fonte]

É um satélite artificial para fins de telecomunicações. Os modernos satélites de comunicação usam órbitas geostacionárias, órbitas Molniya ou baixas órbitas polares. Os satélites de comunicação, transmitem ou retransmitem sinais entre pontos distantes da terra.


Satélites Científicos[editar | editar código-fonte]

São satélites que servem para observar a terra ou espaço, para realizar experiências em ausência se gravidade.

Os satélites de observação da terra, permitem estudar as mudanças climáticas, observar os fenómenos naturais, os recursos naturais, para o mapeamento de cidades e para a espionagem (algumas fotos satélites, têm o poder de aproximação de um metro de dimensão, mas existem especulações de satélites secretos com maior poder de aproximação).


Biossatélite[editar | editar código-fonte]

É um satélite artificial projetado para levar organismos vivos ao espaço exterior. São satélites projetados para experimentação de seres vivos no espaço.

O primeiro biossatélite, foi o Sputnik, lançado pela URSS, o qual levou a cadela "Laika" a bordo. A NASA lançou três biossatélites 1, 2 e 3 entre 1966 e 1969.


Satélites de Energia Solar[editar | editar código-fonte]

É um conceito de satélite dotado de painéis capazes de captar a energia solar. São satélites que usam células solares para captar energia solar e a converte em feixes de micro-ondas.