ER e pedido de eliminação

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Editado por 2 outros utilizadores.
Última edição: 08h11min de 17 de agosto de 2016

Confesso que prefiro «V. Exa.» =D, mas isso diminuiria a informalidade que tanto prezo nas conversas. De qualquer forma está sendo uma boa experiencia tentar escrever de modo a agradar pessoas de um contexto cultural distante do meu...

Sobre a eliminação concordo com tudo, exceto quanto a «não eliminar nem que se juntem aí todos a votar a favor». Isso está fora do meu poder, pois meu trabalho é somente aplicar a decisão da maioria(desde que esta tenha uma boa justificativa). No entanto nesse caso acho que a própria votação e os comentários acima se encarregaram de fornecer a justificativa adequada.

Por isso na maioria dos casos do livro de logística obedecerei a sugestão, exceto quando houver um contexto mais amplo a ser avaliado.

Atenciosamente.

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D11h56min de 13 de abril de 2011
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h11min de 17 de agosto de 2016

Aproveitando a conversa de vocês, Virgílio, diversas das páginas em que João propôs a eliminação não possuem afluentes (não possuem links a elas), estas podem ser eliminadas de imediato?

E esclarecendo a questão: vossa excelência utiliza-se a juízes. O pronome senhor só se usa quando se tem familiaridade suficiente para determinar se a pessoa é casada ou não. No caso de serem apenas amigos, que acredito ser o caso de vocês/vós, usa-se tu ou você.

Mário Júnior (Discussão)20h57min de 13 de abril de 2011
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h11min de 17 de agosto de 2016

Não há pressa. Eu lá irei dar o meu voto para eliminar, mesmo nesses casos.

O senhor Mário emitiu algumas opiniões sobre a forma de se dirigir a terceiros. Admito que estejam correctas quando aplicadas na localidade e região onde reside. Acontece que não resido nessa localidade, nem região. Para além disso, a diferença de idades e ocupações implica, necessariamente, um tratamento apropriado, de ambas as partes. Tendo sido previamente alertado para o facto, qualquer atitude de menor respeito corresponde a uma violação muito grave das regras de convivência a que ambos estamos obrigados e para as quais estão previstas adequadas sanções nesta comunidade. Independentemente de tudo isso, que depende de terceiros, o que lhe posso assegurar é que qualquer relacionamento futuro, ficaria imediatamente comprometido ao ponto de deixar de ser viável.

Esta é a versão educada, a outra não está de acordo com os meus hábitos, mas acho que dá para imaginar como seria. Espero ter sido suficientemente claro. Creio que literatura disponível é suficiente para esclarecer quaisquer dúvidas que ainda possam subsistir. Para qualquer esclarecimento adicional, não hesite em me contactar.

Grande discurso. Gostou?

Atenciosamente,

Virgílio A. P. Machado

Vapmachado (Discussão)03h28min de 16 de abril de 2011
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h11min de 17 de agosto de 2016

Por favor Virgílio. Não fique zangado com o Mário, suspeito que ele não tenha lido com atenção os links que nos disponibilizou a algum tempo. Mas meu medo é sempre que se perca a boa diplomacia(o que não é o caso), como acontece em outros lugares e em consequência disso percamos nosso precioso tempo com discussões improdutivas.

Atenciosamente.

Raylton P. Sousa qualquer coisa estou aqui! =D12h06min de 16 de abril de 2011
 
Editado por outro utilizador.
Última edição: 08h11min de 17 de agosto de 2016

Na verdade, minha resposta está de acordo com a que o João me fez há algum tempo (sobre as eliminações), até mesmo eu troquei algumas das justificativas dele lá na página de eliminação, pois realmente havia páginas sem conteúdo e não havia afluentes, então, coloquei meu nome em todas as propostas, e você, como bem sabe, me enviou uma mensagem na minha página de discussão falando alguma coisa em relação a isso. Já que me comprometi com isso, conversando com você e João, resolvi deixar aquela mensagem, acima.

Sobre os pronomes, manterei o que a mim foi ensinado, aqui no Brasil.

Sobre "menor respeito", eu acho que você não entendeu o que eu disse. Eu não tratei ninguém com menor respeito, se foi isso que entendeu.

Mário Júnior (Discussão)15h06min de 16 de abril de 2011