Saltar para o conteúdo

Programar em Assembly com GAS/Diretivas

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.

Diretivas do gnu assembler[editar | editar código-fonte]

As diretivas não são instruções, elas são destinadas ao assembler(montador) que as utiliza para saber de que maneira ele deve montar o arquivo executável.

.text[editar | editar código-fonte]

As instruções ou dados inicializados depois dessa declaração serão colocados no segmento de código.

.data[editar | editar código-fonte]

Os dados inicializados depois dessa declaração serão colocados no segmento de dados.

.bss[editar | editar código-fonte]

Os dados depois dessa declaração serão colocados no segmento de dados mais essa parte é reservada para as variáveis não inicializadas.

.include[editar | editar código-fonte]

Essa diretiva permite a inclusão de um arquivo fonte antes da compilação.
Exemplo: .include "file.h"

.global[editar | editar código-fonte]

Especifica que um label é global e pode ser usado em outro arquivos fonte.
Um lable global é requerido pelo ligador ou linker para indicar qual é a primeira instrução a ser executada.
Exemplo:

.global _start
_start: