Português/Termos integrantes/Complemento verbal/Objeto direto

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Crystal Clear app xmag.png Ver também: Regência Verbal

Como também já vimos, os objetos diretos são complementos verbais de predicação incompleta — geralmente sem preposição.

Constituição[editar | editar código-fonte]

Objetos diretos podem ser constituídos por:

  • Substantivo ou expressão substantivada
Exemplo: O rapaz faz o pão.
  • Pronomes oblíquos: a, as, o, os, me, ti, se, nos, vos
Exemplo: Vos convidas?
  • Pronome substantivo
Exemplo: Vi alguém no parque.
Observações: Só fazem parte do objeto direto e indireto palavras referentes a seres animados ou inanimados (fazem-se as perguntas ao verbo: O que? e Quem?), as palavras referentes ao tempo ou lugar são chamadas de termos acessórios que normalmente são advérbios/locuções adverbiais.

Objeto direto preposicionado[editar | editar código-fonte]

O complemento de verbos transitivos diretos — objeto diretos — pode vir acompanhado de preposição (normalmente a e eventualmente outra preposição). Ocorre nos seguintes casos, especialmente:

  • Objeto direto é um pronome pessoal tônico — preposição obrigatória
Assim és tolerante a nós e a ele.
  • Em expressões de reciprocidade, dando euforia e entendimento à frase — preposição obrigatória
Os homens matam-se uns aos outros.
  • Objeto é o pronome relativo quempreposição obrigatória
Tu tinhas uma vaca a quem amavas.
  • Para evitar que o objeto seja entendido como sujeito — preposição obrigatória
Preferes mar ao rio.
  • Em construções enfáticas: cumprir com o dever, pegar da pena, arrancar da escada etc.
Arrancam das espadas de aço fino... — Luís Vaz de Camões.
  • Em nomes referentes a pessoas
Jéssica ama a João.
  • Quando antecipamos o objeto para deixá-lo em destaque
A ele guardam rancor!
  • Com determinados pronomes indefinidos (geralmente com referência a pessoas)
A quantos a SIDA/AIDS mata anualmente.
  • Quando o objeto é o numeral ambo(a)s'
O traficante disparou a ambos.
Observações:
  1. Nos pontos onde vê-se "preposição obrigatória", como facilmente deduz-se, é de rigor a utilização de uma preposição. Nos demais casos a mesma é facultativa.
  2. Também obviamente, só há objeto direto preposicionado com verbo transitivo direto.
  3. A substituição de objetos diretos preposicionados para um pronome oblíquo átono só ocorre — quando possível — sob as fomas o(s) e a(s); jamais com lhe(s), pois este pronome só substitui objetos indiretos.

Objeto direto pleonástico[editar | editar código-fonte]

Crystal Clear app xmag.png Ver módulo: Pleonasmo

Objeto direto cognato[editar | editar código-fonte]

São objetos diretos pleonásticos viciosos colocados com verbo intransitivo. Vale lembrar que nem todo pleonasmo vicioso é objeto direto cognato, mas todo objeto direto cognato é pleonasmo vicioso. Na linguagem literária, sempre há um modificador do núcleo, para evitar redundância. Veja:

  • Viver a vida. → o verbo viver é intransitivo e seu objeto direto cognato está totalmente relacionado a viver;