Português/Semântica/Verbal

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Além de os verbos serem classificados de acordo com sua sintaxe e sua morfologia, eles também são classificados pela sua semântica. Veja estas frases:

Eu fiquei melhor naquele dia.
Eu fiquei em casa no domingo.

Como podemos observar, o verbo fiquei na primeira frase, liga o sujeito ao predicativo, sendo um verbo de ligação, representando um estado. Na segunda frase, o verbo fiquei representa uma ação. Esta diferença semântica, como vemos, faz toda diferença na frase, por isso, a semântica pode ser considerada tão importante quanto a sintaxe na organização de uma frase. De acordo com sua semântica, os verbos são classificados:

  • Verbos auxiliares;
  • Verbos ativos;
  • Verbos relacionais.

Verbos auxiliares[editar | editar código-fonte]

Crystal Clear app xmag.png Ver módulo: Verbos auxiliares

Verbos ativos[editar | editar código-fonte]

São verbos que possuem um significado concreto, representando algo que existe ou imaginário, ações, efeitos. Eles são:

  1. Causais
  2. Descritivos
  3. Efetivos
  4. Factivos
  5. Incoativos
  6. Meteorológicos
  7. Operativos
  8. Transmutativos

Abaixo, a descrição de cada um deles:

Causais: são verbos que possuem uma relação de metonímia em causa e efeito.

Os verbos causais são: causar, derivar, fazer, motivar, ocasionar, originar, provir, provocar, resultar, etc.

Cada hora perdida no trânsito provoca mais perda de dinheiro.
As tempestades causaram enormes estragos.
Descritivos: são verbos que descrevem ações de seres vivos. São muito numerosos.

Os verbos descritivos são: andar, crescer, dormir, falar, morder, morrer, nadar, olhar, respirar, sonhar, voar, etc.

Ele nunca falou comigo.
Dormi como um anjo.

Os verbos descritivos que ocorrem em um certo espaço, são chamados de descritivos-relacionais (só se voa no ar, só se nada na água, só se anda na terra, etc).

Efetivos:
Factivos: verbos que ligam um agente a um produto.

Os verbos factivos são: criar, construir, fabricar, fazer, gerar, inventar, originar, preparar, produzir, etc.

A população gera muito lixo.
O artista fez um lindo quadro.
Incoativos: são verbos que representam uma mudança de estado, coisas que eram de um jeito e tranformaram-se. Também são muito numerosos.

Os verbos incoativos são: adoecer, aumentar, esquentar, legalizar, melhorar, piorar, salgar, tornar-se, virar, etc.

Melissa melhorou de vida.
Quanto mais ele falava, mais a situação piorava.
Meteorológicos: são verbos que representam efeitos climáticos.

Os verbos meteorológicos são: amanhecer, chover, ensolarar, entardecer, esfriar, nevar, nublar, trovejar, etc.

Choverá o dia inteiro.
Antes de nevar, os ursos já hibernaram.
Operativos:
Transmutativos: são verbos tritransitivos (que exercem as circunstâncias de origem e de destino ou estado inicial e estado final).

Eles podem ser:

  • transformativos: são os verbos em que algo deixa de ser de um jeito e transforma-se em outra coisa. Exemplo: mudar, passar, transformar-se, variar, virar, etc.
Os cientistas mudaram o ramo das pesquisas de viral para bacteriológico.
  • translocativos: a mudança ocorre no espaço em que algo está. Exemplo: chegar, entrar, enviar, ir, levar, mudar-se, trazer, etc.
Aquelas pessoas mudaram-se da atual casa para uma nova.
  • transpossessivos: nestes verbos a posse é o que varia. Exemplo: dar, devolver, ganhar, mandar, trocar, etc.
O homem deu o dinheiro da loteria para um instituto filantrópico.

Verbos relacionais[editar | editar código-fonte]

São verbos que representam o estado, sensações, relações e quaisquer outros verbos que não se encaixam em nenhuma classificação dos verbos ativos. Eles são:

  1. Afetivos
  2. Comparativos
  3. Comunicativos
  4. Condicionais
  5. Delimitativos
  6. Designativos
  7. Equativos
  8. Existenciais
  9. Locativos
  10. Partitivos
  11. Possessivos

Abaixo, a descrição de cada um deles:

Afetivos: estes verbos, afetam algo de alguma maneira, seja uma emoção, estado, juízo, etc.

Eles são:

  • cognitivos: indicam entendimento. Exemplo: entender, explicar, saber, etc.
Eu entendi a lição.
Os peixes sabem nadar.
  • emotivos: indicam emoção. Exemplo: confundir, entristecer, magoar, etc.
O paciente entristeceu-se por estar donte.
  • sensoriais: indicam sinestesia. Exemplo: cheirar, sentir, ver, etc.
Ninguém viu o gol contra.
Muitos ouviram aquelas mentiras.
  • volitivos: indicam desejo. Exemplo: desejar, querer, etc.
Você pretende viajar?
O professor nos desejou muita sorte na prova.
Comparativos: são verbos que comparam algo, igualando-o a outra coisa.

Os verbos comparativos são: comparar, equivaler, igualar, parecer, etc.

Isto não me parece familiar.
Sua alegria equivalia-se ao tamanho do universo.
Comunicativos: como o próprio nome diz, representa a comunicação.

Os verbos comunicativos são: dizer, falar, ler, negar, perguntar, responder, etc

Ninguém nos disse o que deveria ser feito.
Respondeu logo após a pergunta.
Condicionais: indicam a condição.

Os verbos condicionais são: precisar, etc.

As frutas precisavam de amadurecimento.
Delimitativos: transmitem uma ideia de limite, duração, máximo.

Os verbos delimitativos são: durar, medir, perdurar, prolongar-se, valer, etc

Prolongou-se do século passado até os dias de hoje.
Depois de tanta caça, já medem estraorinários números os animais mortos.
Designativos

Também são conhecidos como verbos de ligação.

Equativos: são os verbos que equivalem dois termos, dando uma ideia de comparação metafórica.

Os verbos equativos são: ser, significar, representar, etc.

Tudo isto que me oferece não representa nada para mim.
Pensar em nós é pensar em todos.
Existenciais: determinam uma existência.

Os verbos existenciais são: existir, haver, ter, etc.

vezes que não desobre-se os fatos reais.
Entre os continentes, existem oceanos.
Locativos: verbos que obrigatoriamente indicam um lugar.

Os verbos locativos são: afastar, circular, cruzar, oscilar, unir, stc.

Elas cruzaram a rua na faixa de pedestres.
Nós nos afastamos do centro de convenções.
Partitivos: indicam constituição, componente.

Os verbos partitivos são: compor, constituir, formar, participar, etc.

O gás carbônico é constituído por átomos de carbono e oxigênio.
O cerrado compõe os biomas do Brasil.
Possessivos: são os verbos que indicam posse ou quaisquer circunstâncias semelhantes, como conteúdo, constituição e componente.

Eles podem ser:

  • estativos: tais circunstâncias são duradouras. Exemplo: pertencer, possuir, ter, etc.
Eu tenho medo de voar de avião.
Possuimos lembranças de você.
  • eventivos: algo é adquirido. Exemplo adquirir, conseguir, ganhar, obter, etc.
Obtivemos os melhores resultados.
De presente ela ganhou a felicidade.