Português/Ortografia/Escrita

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Ir para: navegação, pesquisa

Ortografia significa a escrita correta das palavras. Na língua portuguesa, muitos sons podem ser representados por mais de uma letra - assim, por exemplo, as terminações -agem e -ajem são pronunciadas igualmente; assim como -aza e -asa ou xu- e chu-. Para saber escrever corretamente em língua portuguesa, portanto, faz-se necessário saber diferenciar os usos dessas letras:

C, Ç, S, SS, Z e X[editar | editar código-fonte]

Na língua portuguesa existem diversas regras quanto o uso dessas letras. Elas representam os seguintes fonemas: S e Z, nos casos que iremos mostrar, veremos que o X apresenta som de S e Z, enquanto o C só apresenta som de S. Existem diversas regras que determinam qual das letras acima devemos usar:

/s/[editar | editar código-fonte]

As letras que representam o som /s/ são c, ç, s, x e o dígrafo ss. Algumas regras para o fonema /s/:

Para o uso de ç

Usa-se ç em palavras derivadas cujo primitivo é escrito com ç, já que o radical é o mesmo:
  • Açúcar → Açucarado
  • Embaraçar → Embaraçado
Usa-se ç em palavras derivadas cujo primitivo é terminado em TIVO, TO ou TOR:
  • Exceto → Exceção
  • Junto → Junção
  • Trator → Tração
  • Setor → Seção
  • Privativo → Privação
  • Atrativo → Atração
Usa-se ç nas palavras derivadas com terminação /tensão/ dos verbos referentes ao verbo TER:
  • Deter → Detenção
  • Reter → Retenção
  • Conter → Contenção
  • Manter → Manutenção
Usa-se ç após ditongo:
  • Eleição
  • Traição
Usa-se ç em palavras de origem árabe ou tupi-guarani:
  • Paçoca
  • aç
  • Iguaçu
  • madraçal (escola islâmica)
  • Muçulmano
  • Moçambique

Para o uso de c

Usa-se apenas seguido de E e I em certos casos:
  • Cegonha
  • Cigarro
  • Macio
Usa-se c em palavras derivadas cujo primitivo é escrito com c, já que o radical é o mesmo:
  • Macio → Maciez
  • Bicicleta → Bicicletário

Para o uso de s

Usa-se s em palavras derivadas de verbos terminados em NDER, NDIR, ERTER e ERTIR:
  • Compreender → Compreensão
  • Expandir = Expansão
  • Inverter → Inversão
  • Divertir → Diversão
Usa-se s em palavras derivadas de verbos terminados em CORRER ou PELIR:
  • Discorrer → Discurso
  • Percorrer → Percurso
  • Expelir → Expulsão
  • Compelir → Compulsório
Usa-se s em palavras que indicam nacionalidade, títulos ou nomes próprios terminadas em /ês/:
  • Japonês
  • Camponês
  • Inês
  • Irlandês

Para o uso de ss

Usa-se ss quando o fonema /s/ antecede e procede vogais:
  • Assalto
  • Assinatura
  • Assunto
  • Confessar

/z/[editar | editar código-fonte]

As letras que representam o som /z/ são s, z e x. Algumas regras para o fonema /z/:

Para o uso de s

Usa-se s em palavras derivadas de verbos terminados em NDIR:
  • Confundir → Confusão
Usa-se s em palavras derivadas cujo primitivo é escrito com s, já que o radical é o mesmo:
  • Visita → Visitante
  • Casa → Casebre
Usa-se s na maioria das palavras terminadas com o som /aza/, /aze/, /azo/, /eza/, /eze/, /ezo/, /iza/, /ize/, /izo/, /oza/, /oze/ e /ozo/:
  • Casa
  • Frase
  • Caso
  • Mesa
  • Tese
  • Ileso
  • Profetisa
  • Crise
  • Liso
  • Rosa
  • Osmose
  • Mimoso
Usa-se s após ditongo:
  • Maisena
  • Pausa
  • Causar
Usa-se entre vogais:
  • Contuso
  • Friso
  • Risada

Para o uso de z

Usa-se z em palavras derivadas cujo primitivo é escrito com z, já que o radical é o mesmo:
  • Zebra → Zebrado
  • Enraizar → Raiz
  • Vazar → Vazio

J e G (antes de -e ou -i)[editar | editar código-fonte]

Quando precedidas das vogais "e" e "i", as letras "j" e "g" têm o mesmo som. Algumas regras etimológicas (referentes à origem das palavras) podem ajudar a saber quando usar "je" e "ji" ou "ge" e "gi":

Usa-se J (antes de E ou I):

Em palavras de origem indígena (tupi, guarani, etc) ou africana:
  • Acarajé
  • Jiboia
  • Jiló
  • Pajé
  • Jirau
  • Caboje ou caborje
  • Jenipapo
  • Jequiriti
  • Jerimum
Em palavras terminadas em /aje/ e verbos em /jar/:
  • Laje
  • Tarjar
  • Viajar
  • Ultraje

Usa-se G (antes de E ou I):

Em palavras de origem árabe:
  • Agi (peregrino)
  • Alfange
  • Álgebra
  • Algema
  • Algeroz
  • Algibeira
  • Almargem
  • Argelino
  • Auge
  • Gengibre
  • Gergelim
  • Gesso
  • Gibão
  • Gibraltar
  • Gidá (segunda maior cidade da Arábia Saudita)
  • Ginete
  • Giz
  • Girafa
  • gira
Em palavras terminadas em /agem/, /igem/, /ugem/, /ágio/, /égio/, /ígio/, /ógio/, /úgio/:
  • Vagem
  • Fuligem
  • Mugem
  • Pedágio
  • Régio
  • Prestígio
  • Relógio
  • Refúgio

Exceções: Pajem, Lajem (ou laje) e Lambujem

M e N[editar | editar código-fonte]

É bem simples definir quando devemos usar M ou N.

Usa-se N antes de H:
  • Amanhã
  • Canhão
  • Lasanha
  • Nhoque
Usa-se M antes de B e P:
  • Bomba
  • Campo
  • Pompom
  • Tromba

X e CH[editar | editar código-fonte]

Usa-se X:

Após ditongo:
  • Ameixa
  • Baixo
  • Caixa
  • Peixe

Exceção: Recauchutar (e derivados) e Caucho

Em palavras iniciadas em en e me:
  • Engraxar
  • Enxugar
  • Mexer
  • Mexerica

Exceção: Mecha (e derivados) e palavras cujo radical inicia com ch

Em palavras aportuguesadas:
  • Hiroxima
  • Lagartixa
  • Xampu
  • Xerife
Em palavras de origem africana, tupi ou árabe:
  • Abacaxi
  • Almoxarife
  • Marraquexe
  • Oxalá
  • Xará
  • Xadrez
  • Xaria
  • Xarope
  • Xavante
  • Xingar

Usa-se CH:

Em palavras provenientes do Latim (e demais línguas itálicas) e do Alemão (e demais línguas germânicas):
  • Broche
  • Chope
  • Chuva
  • Salsicha