Português/Fonema/Classificação das vogais

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Ir para: navegação, pesquisa

As vogais (do latim vocalis) são sons que quando produzidos, não há impedimento na passagem do ar. São classificadas de acordo com:

Posição da língua e sua vértice (seu ponto máximo na boca)
Posição da língua e sua vértice (seu ponto máximo na boca)

Zona de articulação[editar | editar código-fonte]

A parte da boca em que o ponto máximo da língua de determinada vogal é pronunciada determina sua zona de articulação.

  • Anteriores: i (ex: lixa), ê (ex: senhor), é (ex: ela), á (ex: haste).
  • Centrais: â (ex: antes).
  • Posteriores: u (ex: puxar), ô (ex: olhar), ó (ex: olhos).

Além destas zonas de articulação, existem as zonas de articulação de transição (Quase anterior e Quase posterior).

Abertura bucal[editar | editar código-fonte]

As vogais podem ser classificadas de acordo com a abertura da boca:

  • Fechadas: i, u
  • Semi-fechadas: ê, ô
  • Semi-abertas: é, ó
  • Abertas: á

Podem existir vogais em aberturas na faixa de transição (Quase fechada, Média e Quase aberta), é o caso de â, que é geralmente quase aberta no Brasil, e entre média e semi-aberta em Portugal.

Arredondamento[editar | editar código-fonte]

O arredondamento labial altera pouco o som nas vogais fechadas. Na língua portuguesa quase não são vistos, mas em línguas como o francês podemos observar facilmente:

  • Vogais arredondadas: geralmente as vogais posteriores
  • Vogais não-arredondadas: geralmente as vogais anteriores

Oralidade e nasalidade[editar | editar código-fonte]

As vogais podem ser orais, pronunciadas na cavidade bucal, apenas, ou nasais, pronunciadas também nas cavidades nasais.

  • Orais: a, e, i, o, u
  • Nasais: ã (an/am), (en/em), ĩ (in/im), õ (on/om), ũ (un/um).

Na língua portuguesa, /a ~ ɐ/ costuma ter apenas /ɐ̃ ~ ɜ̃ ~ ə̃/ como equivalente nasal, embora raras vezes, como na pronúncia padrão de a antena, pode-se haver uma vogal aberta nasalizada.

Intensidade[editar | editar código-fonte]

As vogais, dentro de uma palavra maior, podem ser tônicas, pronunciadas de maneira mais forte, átonas, pronunciadas de maneira fraca, e subtônicas (também chamadas tônicas secundárias), tônicas mais fracas que a tônica principal.

  • Tônicas: Tupi, luz.
  • Tônicas secundárias ou subtônicas: cafezinho, somente.
  • Átonas: ela, órfã.

Comprimento[editar | editar código-fonte]

As vogais podem ser longas ou curtas, dependendo do tempo que elas são pronunciadas em relação à maioria das vogais. Curiosamente, o português não marca de forma alguma o comprimento vocálico em suas palavras (pois a maioria absoluta das vogais são curtas), mas é comum que sejam percebidas vogais longas em algumas palavras, mas apenas em alguns dialetos.

  • Curtas: comi, ando.
  • Longas: sorris, funis, à (em alguns dialetos, apenas)

Timbre[editar | editar código-fonte]

  • Aberto: a, é, o
  • Fechado: ê, ô, i, u e as nasais.
  • Reduzido: vogais átonas orais ou nasais.

Tensão[editar | editar código-fonte]

A diferença da tensão é definida como ATR (Advanced tongue root). As vogais podem ser classificadas em:

  • Relaxadas: os músculos estão relaxados.
  • Tensas: os músculos estão firmes, há a expansão da faringe (movendo a base da língua para frente), diminuição e abaixamento da laringe, fazendo o ar centralizar.

Não existe tal diferença na língua portuguesa, pois todas as vogais na voz melódica são relaxadas.

Tabela de vogais[editar | editar código-fonte]

Anterior Central Posterior
Fechada
Blank vowel trapezoid.png
i
u
ê
ô
é
ó
â
á
Semifechada
Semiaberta
Aberta

Aqui está a tabela das vogais conforme o alfabeto fonético internacional:

Anterior Quase Anterior Central Quase Posterior Posterior
Fechada
Blank vowel trapezoid.png
i - y
ɨ - ʉ
u - ɯ
e - ø
ɘ - ɵ
ə
o - ɤ
ɛ - œ
ʌ - ɔ
ɜ - ɞ
ɐ
æ
a - ɶ
ɑ - ɒ
ʊ
ɪ - ʏ
Quase fechada
Semifechada
Média
Semiaberta
Quase aberta
Aberta

Cada símbolo, representa um som. Observe algumas palavras em português em que alguns deles são utilizados (nos de Portugal foram usadas representações fonéticas de Lisboa e nos do Brasil, a maioria da cidade de São Paulo):

Vogal Portugal Brasil Palavra
i /ˈdi.ɐ/ /ˈdʑi.ɐ/ dia
u /ˈbu.su.ɫə/ /ˈbu.sʊ.lɐ/ bússola
ɪ /fɪˈɫi.pɪ/ Felipe
e /ˈteɾ/ /ˈteɾ/ ter
ə /mə̃dəˈɾi.ə/ /mə̃daˈɾi.ɐ/ mandaria
ɛ /ˈɛ/ /ˈɛ/ é
ɔ /ˈfɔ.ɾə/ /ˈfɔ.ɾɐ/ fora (verbo)
ɐ /kə̃ˈsɐ̃w/ /kɐ̃ˈsɐ̃w/ canção
a /va/ /va/
Observações: As outras vogais são restritamente utilizadas em certas regiões e/ou em poucas palavras da língua portuguesa. Algumas nem são ditas nesta.