Paraguai/Natureza

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ipê-rosa (Tabebuia heptaphylla), a árvore nacional do Paraguai

O território paraguaio é composto por uma grande planície localizada no interior da América do Sul, por onde fluem grandes rios da Bacia Platina, como o Paraguai, o Paraná e o Pilcomayo. O território é mais seco em sua porção norte, chamada de chaco (palavra de origem quíchua que significa "território de caça"), tornando-se mais úmido em direção ao sul, até formar florestas na região da fronteira com as províncias argentinas de Misiones e Corrientes. O clima é quente, tornado-se mais ameno no extremo sul do país. O subsolo não possui grandes riquezas minerais.

A região florestal no sul do país apresenta árvores de grande porte com madeira de lei, como o gonçalo-alves (Astronium fraxinifolium), o cedro (Cedrella fissilis), o angico (Anadenanthera colubrina) e vários tipos de ipê (Tabebuia sp.), em especial a árvore nacional do país, o ipê-rosa (Tabebuia heptaphylla). Também é a região nativa da erva-mate (Ilex paraguariensis).

Ao norte, o clima mais seco gera árvores menores, de galhos retorcidos e com maior espaçamento entre cada árvore, num ambiente semelhante ao cerrado brasileiro. Também há abundância de cactos. A espécie mais típica é o quebracho (Schinopsis sp.). A fauna do país é a fauna típica da América do Sul: onça-pintada (Panthera onca), suçuarana (Puma concolor), tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla), tatus (família Dasypodidae), cachorro-do-mato (Cerdocyon thous), papagaios (família Psittacidae), anta (Tapirus terrestris) etc.