Países Baixos/Economia

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Entrada da sede do grupo ING, em Amsterdã

Os Países Baixos se notabilizaram, no século XVII, pela sua atividade comercial. Hoje, o país continua seguindo essa vocação: o país é sede de algumas das maiores empresas do mundo, como a Philips (eletroeletrônicos), o ING, o ABN Amro Bank (finanças), a Unilever (alimentos e materiais de limpeza), a Heineken (cerveja) e a Shell (combustíveis). O porto de Roterdã é o maior da Europa e um dos maiores do mundo.

O país é um grande destino turístico, principalmente a sua capital, Amsterdã, conhecida internacionalmente pela sua atmosfera liberal (principalmente em relação à prostituição e à maconha), pela sua arquitetura, pelos seus museus (o Rijksmuseum e o museu Van Gogh) e pelos seus canais.