Mitologia afro-brasileira/Omolu

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Omolu é o orixá da saúde, da doença e da morte. Anda sempre envolto em um manto de palha-da-costa que o cobre dos pés à cabeça, visando a ocultar as deformidades em seu corpo. Foram estas mesmas deformidades que o levaram a ser abandonado por sua mãe, Nanã, quando ainda bebê. Foi adotado por Iemanjá, que cuidou dele até sua idade adulta. Omolu anda sempre curvado, carregando o xaxará, um bastão feito de palha e conchas.

Homem com varíola. Omolu também é considerado o orixá da varíola.
Xaxará, o bastão de Omolu. No candomblé do Ile Ase Ijino Ilu Orossi.
Palha-da-costa (Raphia vinifera)

Uma outra versão do mito diz que Omolu anda coberto dos pés à cabeça não para ocultar deformidades do corpo, mas para proteger as pessoas do seu brilho intenso.[1]

Omolu incorporado, no candomblé do Ile Ase Ijino Ilu Orossi.

Suas Cores na Umbanda são Vermelho, Branco e Preto.

Referências