Mitologia afro-brasileira/Nanã

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

É o orixá dos pântanos, da chuva, da lama, da água parada. É normalmente visualizada como uma mulher idosa. Segundo a lenda, ela teve um filho com Oxalá, porém como o filho, Omolu, era deformado, ela o abandonou num pântano. Como castigo, Oxalá determinou que Nanã viveria para sempre no pântano.

Mangue: um tipo de ambiente relacionado a Nanã
A chuva é um elemento da natureza associado à figura de Nanã

Seu instrumento é o ibiri, uma espécie de bastão feito com palha.

Sua cor na Umbanda é o roxo ou lilás.

É sincretizada com Santa Ana, a mãe de Maria.

Nanã