Saltar para o conteúdo

Mercado financeiro/Direitos dos acionistas

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.

Dividendos[editar | editar código-fonte]

São a parcela do lucro estabelecida no estatuto. Equivale a 25% do lucro líquido.

Bonificações[editar | editar código-fonte]

É o recebimento gratuito de um número de ações proporcional à quantia possuída. Consiste na incorporação de reservas de lucros e na transferência de uma conta de patrimônio líquido para capital, que pode ser feita através da emissão de novas ações ou aumento do valor nominal.

Split[editar | editar código-fonte]

É o desdobramento do número de ações. Não altera o valor do capital da empresa, mas modifica o valor individual das ações. Tem por objetivo dar mais liquidez às ações.

Inplit[editar | editar código-fonte]

Processo inverso ao split. É a condensação do capital em um número menor de ações, aumentando o valor patrimonial de cada ação.

Direitos de subscrição[editar | editar código-fonte]

É a prioridade ao acionista para adquirir novas ações em quantia proporcional às ações já possuídas, por preço de emissão.

Juros sobre o capital próprio[editar | editar código-fonte]

É a remuneração do capital do acionista pela taxa de juros. É despesa para a empresa: reduz o lucro tributável.