Mecânica dos fluidos/Medidores de vórtices

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Medidores de vórtices[editar | editar código-fonte]

Esses medidores contam com um obstáculo que perturba o fluxo (bluffer), de forma a provocar o aparecimento de vórtices nas suas laterais. A intensidade desses vórtices exibe um caráter oscilatório. A frequência de oscilação relaciona-se com a velocidade do fluido da forma seguinte:



onde L é o comprimento característico do obstáculo e NS é o número de Strouhal. O obstáculo pode ter formas diversas, desde uma simples barra até um flange com múltiplas aberturas.

Neste caso, a variável secundária é a frequência de oscilação, que normalmente é obtida a partir da oscilação da pressão. Esta pode ser medida por diversos meios: manômetros, cristais piezoelétricos, etc.

Os medidores de vórtices podem medir líquidos e gases, em amplas faixas de temperatura, com boa exatidão (de 1% a 0,5% do fundo de escala) e moderada rangeabilidade (20:1). Não são muito bons, no entanto, para trabalho com líquidos muito viscosos e tubulações muito largas (superiores a 6"). Além disso, provocam perda de carga e vibrações na tubulação.