Marcas nas fotografias de Werner Haberkorn/Vista parcial do Vale do Anhangabaú. São Paulo-SP 44

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
< Marcas nas fotografias de Werner Haberkorn
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vista parcial do Vale do Anhangabaú. São Paulo/SP (metadados).

Lista de marcas identificadas[editar | editar código-fonte]

  • Extrato de tomate peixe
  • Goomtex
  • Biscoitos Duchen
  • Margarina Saúde

Pesquisa sobre marcas[editar | editar código-fonte]

Extrato de tomate peixe[editar | editar código-fonte]

É um produto de muito sucesso das Indústrias Alimentícias Carlos de Britto S.A, fábrica Peixe. A empresa de extrato de tomate da marca Peixe que teve o início de sua produção em 1914 sob a denominação de Carlos de Britto & Cia, vendia produtos enlatados e em conserva, tais como: Palmito, ervilha, extrato de tomate, goiabada, picles entre muitos outros, a fábrica começou pioneira no processamento de tomate no Brasil, com sua produção de massa de tomate e em 1928 a marca Peixe passou a produzir extrato concentrado de tomate.

No início, sua produção era voltada para os doces artesanais, como a goiabada (destaque de inúmeras campanhas publicitárias). Devido ao grande sucesso da empresa na época, seus fundadores ampliaram a produção em Pesqueira, cidade de Pernambuco, com grandes colheitas de tomates para a confecção de seus produtos, no entanto, a marca Peixe sofreu uma ruptura e sua produção passou a ser reduzida, e em 20 de novembro de  1998 houve o fechamento da fábrica, que foi comprada pela Bombril com o objetivo de reerguer a marca, e a partir disso, se encerra o primeiro ciclo da agroindústria do tomate no Brasil.

Referências[editar | editar código-fonte]

http://www.congressotomate.com.br/2014/pos-evento/palestras/Paulo-Cesar-Tavares-de-Melo.pdf

http://www2.uol.com.br/JC/_1998/2403/ec2403v.html

Goomtex[editar | editar código-fonte]

Goomtex foi uma empresa fundada como uma fabricante de capas de chuva e sobretudos na cidade de São Paulo no início do século XX, em meados da década de 1920 pelo filantropo, empresário e industrial brasileiro David Zeiger e sua irmã Shaja Zeiger (alfaiate). Sua sede estava localizada na Rua José Paulino que em meados dos anos 60 passou a ser integrada à Pullsport, pertencente a sua mulher Mila Zeiger, responsável pela produção de uma moda totalmente voltada para o Brasil nas escolhas de textura, corte, cores e detalhes, utilizando fibras e tecidos sintéticos que davam um aspecto luxuoso ao produto e de fácil acesso para o consumidor.

No seu auge de sucesso, contava com 500 empregados, além de costureiras, onde realizavam a produção de 40 mil peças por mês variadas entre sobretudos de lã, até capas para finalidades agrícolas, estampado o lema ‘’A capa que veste o Brasil’’

Referências

http://sergiozeiger.wixsite.com/david-zeiger

Biscoitos Duchen[editar | editar código-fonte]

A Duchen biscoitos permanece na memória de todos, devido a presença de sua fábrica que existia na Rodovia Presidente Dutra.

Fundada em 1903, no bairro da Mooca, transferiu-se como ponto estratégico, para a Dutra, facilitando a agilidade para o interior de São Paulo e Rio de Janeiro. Projetada por Oscar Niemeyer, em 1949, começou a ser construída em 1950, finalizada em 1951, com formas sinuosas, compridas e estreitas, a fábrica lembrava uma escama de peixe. Este projeto foi ganhador de um prêmio (na categoria de construção industrial) na 1ª Bienal de São Paulo em 1951. A Duchen foi um destaque no mercado de biscoitos com suas marcas Kid Lat, Specialat e Duchen. Cumpria uma tradição pois desde sua fundação produzia produtos inovadores e de sinônimos de qualidade para os consumidores. Seu sucesso era fruto de uma busca constante de qualidade e aperfeiçoamento na fabricação de seus produtos e serviços. Foi com certeza um destaque na renovação da atividade industrial em São Paulo, já que introduzira novos conceitos no tocante as atividades produtivas.

Destruída na década de 80, a fábrica virou um enorme estacionamento para caminhões, porém o processo de tombamento ainda não estava decidido. Era preciso falar com o arquiteto, que se mostrou um tanto quanto indiferente. Desta forma, em 1990, o espaço foi tomado por maquinas e tratores, mesmo o tombamento ter sido recusado. Em 2003, a Duchen foi comprada pela empresa Parmalat.

Referências

http://www.saopauloinfoco.com.br/as-bolachas-duchen-e-sua-relacao-com-niemeyer/

https://origemdasmarcas.blogspot.com/2015/11/duchen.html

Margarina Saúde[editar | editar código-fonte]

A margarina saúde, possui uma grande variedade de produtos, como óleos vegetais, maioneses, atomatados etc, porém, não possui mais margarina. Hoje em dia, a marca Siol, tem uma marca junto à Saúde, criada desde 2005, mas já não é a mesma Saúde, referente à foto.

Referências

http://www.siol.com.br/Empresa/Empresa.asp

Comentários sobre a fotografia[editar | editar código-fonte]

        Nesta imagem plana do Vale do Anhangabaú vê-se uma grande avenida, sem muitos carros, cercada por grandes prédios.  Comparada com hoje em dia, o centro está bem vazio.  Os prédios, provavelmente de escritórios, possuem grandes placas, fazendo anúncios de marcas famosas da época.

     È possível ver os prédios da frente, porém, no fundo da foto, os prédios mais distantes ficam mais difíceis de serem vistos.  Em cima dos prédios comerciais, as grandes placas fazem propagandas de marcas, que neste ângulo, ficam nítidas de se enxergar, como “Margarina Saúde”, “Biscoitos Duchen” e “Goomtex”. Entretanto, outras marcas ficam mais apagadas, dificultando suas identificações, como “Extrato de tomate peixe”.

     Com isso, é possível concluir que, há muito tempo, as cidades vêm sendo um suporte material para se divulgar marcas. Cada vez mais, os anúncios estão sendo publicados em grandes placas nas ruas, prédios etc, para que sejam vistas mais facilmente, chamando assim, a atenção das pessoas.