Marcas nas fotografias de Werner Haberkorn/Anhangabaú à noite

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
< Marcas nas fotografias de Werner Haberkorn
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Lista de marcas identificadas[editar | editar código-fonte]

  • Chevrolet
  • Panasonic

Pesquisa sobre as marcas[editar | editar código-fonte]

Chevrolet[editar | editar código-fonte]

Referências

Fundada em 1911, a fabricante de carros Chevrolet, faz parte da empresa General Motors,junto à outros nomes. Hoje, no Brasil, é destaque por sua popularização, estando em primeiro lugar como marca mais vendida no país. O Onix, um de seus carros, é o carro mais vendido entre os brasileiros. Seus fundadores, Louis Chevrolet,um piloto de carros de corrida e engenheiro automotivo e William C. Durant um empresário dono da Buick Motor Company, junto à investidores canadenses,resolveram juntar experiências para a criação de um carro. Este, que se tornou sucesso de vendas, levando a incorporação das duas empresas (Chevrolet e Buick Motor Company), gerando depois a General Motors.Seu logo, o laço de borboleta, é simbolo registrado da marca.No Brasil, o Opala foi o primeiro carro de passeio veiculado, sendo homenageado pela qualidade.

Panasonic[editar | editar código-fonte]

Referências

/A fabricantes de eletrônicos de origem japonesa Panasonic Mobile Communications , foi originalmente chamada por Matsushita Electric Industrial Co. Ltd., na sua fundação em 1918. Sua antiga linha de produtos National, era responsável pela fabricação de eletrodomésticos, aparelhos industriais e pessoais. Com o tempo, viu-se a praticidade da utilização de um único nome, originando a marca Panasonic, que se tornou sua única linha. Em 1967 a marca chega no Brasil importando e comercializando pilhas, porém ao longo dos anos aumenta seu portfólio e inaugura sua terceira loja conceito aqui no Brasil. Suas criações e produtos são bem variados, mas sempre na área da tecnologia, produzem desde pilhas e eletrodomésticos a robôs e baterias flexíveis para smartphones.

Comentários sobre a fotografia[editar | editar código-fonte]

Fotografia tirada por Werner Haberkorn em São Paulo no Vale do Anhangabaú durante o período da noite. Nota-se a paisagem urbana antiquada aos dias de hoje, caracterizada por prédios, ruas, carros antigos e ônibus. Postes de luz seguidos de viadutos e pontes, sobrepostos por árvores homogêneas. A visão de Haberkorn sob São Paulo, a partir da foto, retrata como o primeiro polo financeiro da cidade, conhecido como Centro Velho, teve influência no desenvolvimento da cidade. As principais empresas, se situavam na região de forma que seus trabalhadores e gerentes/administradores, precisassem morar próximo à região, pela praticidade na locomoção urbana. Sendo assim, os cartões postais com tal paisagem, era símbolo de uma capital industrial brasileira que ainda estava por ganhar a importância sócio-econômica que têm hoje. Da mesma forma, a foto espalhada internacionalmente através de postais, fez com que a visão de estrangeiros sob o Brasil fosse configurada de acordo com o que lhes era apresentado. Os letreiros de marcas globais demonstram a recente mundialização mercadológica da época, indicando o lugar como o principal centro de desenvolvimento de São Paulo na época. Contudo, as edificações e natureza constroem um ambiente no qual aparenta uma necessária demanda por maior infraestrutura ,devido ao provável crescimento metropolitano, mas também, a concentração de pessoas e estruturas visíveis , em diferentes níveis, semelhantes a países considerados desenvolvidos, na época. Por outro lado, no contexto histórico, o desenvolvimento político cultural, ainda se fazia de forma lenta, apesar de grandes investimentos financeiros na cidade, por via governamental ou puramente industrial.