Manual do Ubuntu/Software Livre

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Ir para: navegação, pesquisa

Software Livre[editar | editar código-fonte]

Software livre é um a expressão utilizada para designar qualquer software de computador que pode ser executado, copiado, modificado e redistribuído pelos usuários gratuitamente. Os usuários possuem livre acesso ao código-fonte do software e são livres para fazer alterações conforme as suas necessidades.

A Free Software Foundation (FSF) é uma organização sem fins lucrativos, fundada em 1985 por Richard Stallman, considerado o pai do software livre e idealizador do GNU - sistema operacional tipo Unix. Para Stallman, os Softwares Proprietários (os que não são livres, como o sistema operacional Windows ou o Pacote Office) são restritivos e injustos.

A filosofia pregada pela FSF toma em conta a liberdade de expressão e não o lucro. Por isso, um usuário que faça modificações no programa pode dar a toda a comunidade a possibilidade de se beneficiar das mudanças.

A liberdade de usar um software livre abrange a qualquer pessoa ou organização, em qualquer sistema computacional, ou em qualquer tipo de trabalho, não sendo necessário comunicar o uso a nenhuma entidade específica. As licenças de utilização foram criadas para garantir a equidade de direitos entre os usuários. A GPL - General Public License (Licença Pública de Uso Geral) é a licença com maior utilização.

Exemplos de software livre: Sistema Operacional Linux, Editor de Imagens GIMP, Navegador Web Mozilla Firefox, entre outros.

Os quatro princípios de liberdade[editar | editar código-fonte]

Segundo a Free Software Foundation um software para ser livre, necessita atender quatro tipos de liberdade para os usuários:

  • Liberdade 1: A liberdade para executar o programa, para qualquer propósito;
  • Liberdade 2: A liberdade de estudar o software;
  • Liberdade 3: A liberdade de redistribuir cópias do programa de modo que você possa ajudar ao seu próximo;
  • Liberdade 4: A liberdade de modificar o programa e distribuir estas modificações, de modo que toda a comunidade se beneficie.

O software que segue esses quatro princípios é chamado de "Software Livre".