Magic: The Gathering/A cópia de cartas

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Como lidar com a cópia de cartas[editar | editar código-fonte]

Para ficar mais prático, serão usadas cartas reais em situações reais de jogo. Lembre-se que quando uma mágica é jogada e são feitas cópias para ela, as cópias entram na pilha de mágicas sem serem mágicas jogadas. Como as cópias entram na pilha de mágicas, as cópias podem ser respondidas com mágicas ou habilidades como qualquer mágica comum.

Cópias de mágicas[editar | editar código-fonte]

Cópias de mágicas seguem as seguintes regras:

  • O fato de pagar ou não o custo da mágica novamente, devido à cópia, cabe a carta que gerou a cópia especificar;
  • Custos adicionais não são copiados, se a mágica tiver X no seu custo, para a cópia X é zero, mas Reforçar é copiado, pois faz parte do custo da mágica
  • Se a mágica copiada for uma carta splitted, você pode escolher qual lado da carta copiar;
  • Se um efeito mais tarde muda características da mágica depois de copiada, como Unir com Arcana ou Ilusão Mental, a cópia já foi feita sem aquelas características;
  • O alvo da cópia fica a cargo de sua geradora, se permite ou não escolher novos alvos;
  • Anular a cópia não anula a mágica, mas anular a mágica pode anular a cópia. Para saber se anula ou não, basta saber se a cópia depende da existência da mágica;

No entanto uma carta merece atenção maior, o Mirari: "Toda vez que você jogar uma mágica instantânea ou um feitiço, você pode pagar 3. Se o fizer, coloque uma cópia daquela mágica na pilha. Você pode escolher novos alvos para aquela cópia."

  • Você pode apenas fazer uma cópia por mágica com o Mirari, pois sua habilidade é desencadeada apenas uma vez, e ele é Lendário (só pode existir um em jogo);
  • A cópia do Mirari não pode ser anulada por anuladores de mágicas, pois a cópia do Mirari é uma habilidade desencadeada dele, logo é necessário um anulador de habilidade;
  • A cópia depende do Mirari, não da mágica copiada. Logo, neste caso, anular a mágica não anulará a cópia;
  • Se a habilidade do Mirari estiver na pilha, e alguém jogar um destruidor de artefato nele, a cópia não será resolvida, pois quando ela for resolver o Mirari não estará mais em jogo, e habilidades desencadeadas não podem resolver se sua fonte não estiver em jogo;
  • O Mirari é especial principalmente por seu efeito incrível. Ele copia custos com X, ele faz a cópia depois que é jogada, quando a mágica já estiver na pilha, ou seja, você copia com o custo X já pago (não é à toa que ele é Lendário).

Cópia de criaturas[editar | editar código-fonte]

Metaformo Instável diz "Toda vez que alguma criatura entrar em jogo, Metamorfo Instável torna-se permanentemente uma cópia daquela criatura e retém esta habilidade." Note que o metamorfo não diz alvo, então ele pode copiar uma criatura que não possa ser alvo de mágicas e habilidades.

  • Quando uma criatura entra em jogo, ela dispara a habilidade do metamorfo instável e o faz copiar aquela criatura. Repete-se a mudança, com o metamorfo deixando de ser a criatura copiada anteriormente para tornar-se uma cópia da nova criatura que entra em jogo;
  • Se a criatura ativa alguma habilidade quando entra em jogo, o metamorfo não pode usar aquela habilidade porque ele já estava em jogo. Se aquela habilidade envolvia uma escolha, ela também é ignorada;
  • Se a criatura que o metamorfo copia entra em jogo com características pré-definidas, como marcadores, ou envolvendo alguma escolha. Os valores para o metamorfo são considerados como zero e as escolhas não podem ser feitas porque ele já estava em jogo;
  • Se a criatura que entra em jogo é um metamorfo instável, acontece uma repetição de cópias. O metamorfo que estava em jogo copia o que está entrando em jogo, copiando inclusive a habilidade de copiar criaturas. Isso faz o metamorfo que estava em jogo ter duas habilidades de cópia repetidas. Toda vez que uma criatura entrar em jogo, aquele metamorfo vai copiar duas vezes a criatura, mudando duas vezes seguidas. Se mais metamorfos entram em jogo, ele copia de novo a habilidade;
  • Se mais de uma criatura entra em jogo ao mesmo tempo, usa-se a preferência do jogador. O metamorfo vai ativar para todas as criaturas, mas você pode definir qual a criatura que ele copia por último.

Metamorfo de Volrath diz (texto corrigido da errata) "Enquanto Metamorfo de Volrath estiver em jogo e a carta que está no topo de seu grimório seja uma carta de criatura, Metamorfo de Volrath copia todo o texto daquela carta, além de conservar suas próprias habilidades. 2: Escolha uma carta e descarte."

  • Se a criatura que está no topo do seu cemitério tem poder e resistências iguais a *, o poder e a resistência do metamorfo de volrath copiam aqueles valores, podendo ir direto para o cemitério se o valor da resistência mudar para zero a qualquer momento;
  • Se a criatura tem características como Nishoba Fantasma entra em jogo com... O metamorfo acaba copiando o texto, mas continuando retendo o próprio nome, cor, custo de mana e tipo de criatura. O texto continua especificando Nishoba Fantasma e como Metamorfo de Volrath não é a Nishoba Fantasma, a habilidade especial não pode ser usada. Neste caso ele entra sem marcadores e se os marcadores definiam o poder e resistência da criatura, o metamorfo torna-se 0/0;
  • A carta que o metamorfo olha para copiar é carta de criatura, qualquer outra coisa, mesmo uma carta de criatura-artefato não conta;
  • Se o metamorfo entra no jogo e a carta do topo do seu cemitério é uma carta de criatura, essa situação permite que o metamorfo copie e use habilidades que sejam ativadas quando a criatura entra em jogo;
  • Se a carta daquela criatura tem características especiais ao entrar em jogo, o metamorfo não pode copiá-las como no caso acima. Isso acontece porque esse tipo de característica é própria da carta, mas o metamorfo não copia o nome daquela carta (as novas regras dizem que ele copia somente as habilidades daquela criatura).

Clone diz "Quando Clone entra em jogo, você pode escolher uma criatura alvo em jogo. Se o fizer, Clone se torna uma cópia da criatura escolhida."

  • O jogador não pode escolher como criatura a ser copiada uma que está entrando em jogo ao mesmo tempo que o clone. Isso porque o clone copia uma criatura que está em jogo, se ela estiver entrando em jogo ao mesmo tempo que ele, o clone tenta copiar algo que não está lá no jogo ao mesmo tempo em que o que ele tentaria copiar está entrando em jogo;
  • O clone pode copiar habilidades de criaturas que digam "Quando entra em jogo..." e "Esta criatura entra em jogo com..." porque ele também está entrando em jogo, e como uma cópia daquela carta incluindo o nome, copiando todo o seu texto;
  • Note que o clone entrando em jogo copiando uma criatura, ele deixa de ser um clone;
  • Quando o clone sai de jogo, ele ainda é uma cópia da criatura, ativando qualquer efeito que fosse ser ativado quando a criatura copiada sai do jogo para algum lugar. Porém, enquanto clone está no cemitério, grimório, mão do jogador ou removido do jogo, ele continua sendo ele mesmo.

Exemplo de uma situação real envolvendo também a pilha de mágicas[editar | editar código-fonte]

Metamorfo de Volrath, Couraçado Phyrexiano e Fera Avernal de Rochafluente.

Veja uma maneira de juntar as três cartas para um ataque fulminante. Ataque com o metamorfo. Se o oponente puder bloquear, faça o metamorfo copiar uma criatura que o oponente não possa bloquear, senão pule esta parte. Com a fera avernal na sua mão, descarte-a, fazendo o metamorfo virar uma criatura 3/3. O metamorfo ganha a habilidade da fera de por zero manas ganhar +1/-1. Ative isso 11 vezes, mas na 11º ativação, responda descartando o couraçado. O metamorfo imediatamente torna-se uma criatura 12/12 (sem essa resposta o metamorfo teria ficado 14/-9). Logo depois a 11º ativação da habilidade da fera avernal resolve, dando +11/-11 para o metamorfo que agora é 12/12. No final você tem um metamorfo 23/1 que está causando 23 pontos de dano de combate no oponente!