Livro aberto da massagem/Massagem em populações específicas

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

É também possível transferir estas técnicas de massagem para diferentes animais, como é o caso dos cães.

Effleurage[editar | editar código-fonte]

Objetivos[editar | editar código-fonte]

  • Provocar o retorno do fluxo venoso e linfático;
  • Ajudar na remoção dos produtos resultantes do metabolismo celular;
  • facilitar a mobilidade entre os tecidos;
  • Alongar as fibras musculares;
  • Diminuir o tônus muscular.

Quando usar[editar | editar código-fonte]

  • No início e fim de cada sessão e, frequentemente, entre as diversas técnicas;
  • Deve ser realizar também sobre os glânglios linfáticos;
  • Utiliza-se uma ou duas mãos, os dedos ou polegares.

Aplicação[editar | editar código-fonte]

  • O movimento realizado ocorre de distal para cefálico;
  • Manter sempre o contacto com a pele e aplicar uma pressão moderada;
  • Fazer movimentos extensos até ao topo da área a massagear, moldando as mãos aos contornos do corpo mantendo uma mesma pressão ao longo do movimento;
  • Manter a pressão enquanto se realiza o movimento caudal-cefálico.

Stroking[editar | editar código-fonte]

Objetivos[editar | editar código-fonte]

  • Para relaxar o cão;
  • Introduzir o toque;
  • Sedar (Stroking lento);
  • Diminuir o tônus muscular.

Quando usar[editar | editar código-fonte]

  • No início e fim da massagem;
  • Quando o tempo disponível é curto;
  • Para acalmar e relaxar o cão numa situação estressante
  • A qualquer altura.

Aplicação[editar | editar código-fonte]

  • É normalmente aplicado no sentido de proximal para distal;
  • Realizada com toda a mão em contacto com a pele;
  • Toque gentil mas com uma firme pressão;
  • Começar na zona mais distal da área a ser trabalhada.