Literatura anglo-saxã/Capitulo IV

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
< Literatura anglo-saxã
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

História geral[editar | editar código-fonte]

O povo anglo-saxão começou a falar as primeiras etapas da língua anglo-saxã no século V e VI , dialetos ainda não estavam nomeados, pois os sete reinos da Inglaterra ainda não tinham tomado forma. Provavelmente cada reino falava um dialeto especifico que não seria algo muito diferente do antigo saxão nem do nórdico antigo.

Por volta do século VII então, os sete reinos anglo-saxões haviam formado seus dialetos ,o de Nortúmbria falado também na Anglia do leste, o de Mercia falado somente em Mercia , o de Wessex (falado em Sussex, Wessex e Essex) e o de Kent¹ , somente no reino de Kent. Por um tempo do rei Alfredo , o dialeto de Wessex foi o mais falado e após a unificação da Inglaterra por seus filhos, este dialeto se tornou o principal , criando o Inglês antigo unificado com influencias do Nórdico antigo impostas por invasores Vikings.

O alfabeto rúnico anglo-saxão , o Fuþorc , nasceu na Frísia, passou pela Escandinávia e chegou nas ilhas britânicas com 29² runas, logo após , o reino de Nortúmbria contribui criando mais 4 runas, sendo o alfabeto de 33 runas.

Línguas modernas influenciadas[editar | editar código-fonte]

Podemos concluir que Wessex conseguiu estender seu poder, mesmo assim com as invasões Vikings³, que levaram influencia do Nórdico antigo para os anglo-saxões que adotaram palavras escandinavas, que também eram germânicas e tinham grandes semelhanças com a língua anglo-saxã. Assim podemos encontrar semelhanças entre as línguas, assim como o Islandês atual tem as maiores semelhanças entre Nórdico antigo e Inglês antigo, sendo uma das línguas que mais conservaram suas raízes germânicas.

Influencias no Inglês médio[editar | editar código-fonte]

Após a invasão Normanda, os caracteres Wynn e Thorn (þ) continuaram a ser usados por muitos anos, para representar as letras W e Th do alfabeto anglo-saxão que era uma versão expandida do alfabeto latino: Que passou a ser usado no lugar das runas no período da cristianização da Inglaterra.

Considerações importantes[editar | editar código-fonte]

Neste capitulo vimos um rápido resumo da história do Inglês antigo, os próximos capítulos irão abordar individualmente cada ponto , como as runas, a influencia do dialeto de Wessex e a adoção de caracteres latinos e influencia Nórdica, pois todos estes pontos influenciariam na literatura anglo-saxã, pois a cada acontecimento a cultura Inglesa era adicionada a novos conceitos. que influenciavam na língua e na cultura , e na literatura dos ancestrais dos atuais Ingleses.

Notas[editar | editar código-fonte]

1: O dialeto de Kent tinha influencias das tribos dos Jutos e das línguas nativas Bretãs. 2: O Fuþorc original possuía 26 runas. 3: A influencia de Wessex foi justamente por causa de seu rei Alfredo que repeliu os invasores vikings.