Saltar para o conteúdo

Limeira do Oeste, historia, cultura e arte de um povo/Industria e comercio

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.

Indústria é um conjunto de atividades que visam transformar matérias-primas (ou matérias semiacabadas) com vista à produção de bens úteis. A palavra indústria já foi usada como sinônimo de atividades econômicas. Hoje, considera-se a indústria transformadora com indústria por excelência.

Limeira do Oeste é um município desprovido de atividades industriais. Encontramos apenas algumas serrarias e marcenarias.

A cidade oferece infraestrutura, como serviço de água, esgoto, energia elétrica, telefone interurbano; no entanto, ainda não possui rodovia asfaltada. Sua vocação é essencialmente agropecuária e, ultimamente, o que mais se acentua, é a pecuária.

Como se sabe, comércio é uma atividade produtiva que cria utilidades em função do tempo, tomando a iniciativa da realização de trocas, através de intermediação entre produtores e consumidores, e da promoção dos transportes e revendas necessários ao abastecimento público e ao escoamento dos produtos agrícolas e industriais.

O pioneiro dessa revolução comercial e .a responsável pela abertura da primeira casa de secos e molhados em Limeira do Oeste, foi o Sr. Manoel Barradas, onde sua principal fonte de renda era constituída da venda de garrafas de pinga. Com o constante crescimento de Limeira do Oeste, foram surgindo novos comércios (que na época era chamado de venda ou boteco), isso ocorreu no início de 1.969.

Dos mais variados tipos de comércio surgidos na época, pode-se destacar os seguintes:

- Casa Sertaneja: de propriedade do Sr. João Felipe.

- Farmácia do Alarico: de propriedade do Sr. Alarico.

- Hotel Paulista: de propriedade do Sr. Marinho - Posto de Serviço São Paulo: de propriedade do Sr. José Longuinho.

Mais tarde, foi criado um dos mais importante comércio da época; a "Casa Nossa Senhora Aparecida" e com o passar do tempo, este se transformou no "Supermercado Castelão que era o grande fornecedor de mercadorias, não só para a maior pane da população Límeirense, como para toda comunidade rural. Este, por sua vez, foi inaugurado em agosto de 1972, pelos Ferrari, família que vive em Limeira do Oeste a mais de 25 anos.

Hoje em nosso município, há boas casas comerciais, com sortimentos dos mais variados: lojas, lanchonetes, bares, supermercados; entre outras prestações de serviços: oficinas, escritórios, marcenarias e a praça é atendida pelo Banco HSBC- Bamerindus. E detentor ainda o município, de um posto de resfriamento de leite da CAPRIL, COLAR e de um posto da cooperativa dos moradores da Fazenda Barreiro.


VOLTAR