Língua artificial/Iniciante/Aprender sua língua artificial

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
< Língua artificial
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Após ter criado o seu idioma, é importante que você o aprenda. Mesmo que seja você que o esteja criando, você se esquecerá das palavras e regras gramaticais, e, por isso, é importante que você anote tudo para que você não se perca no futuro, e o maior desafio de aprender um idioma que você mesmo criou é que não haverá ninguém que lho ensine e você terá que aprendê-lo por conta própria.

O primeiro passo para aprender o seu idioma é formar frases no papel e lê-las em voz alta. Após isso, na sua mente, e com as palavras que você sabe, crie novas frases a partir daquela que você criou, assim você se acostumará com o idioma, como "Eu gosto de chocolate.", que pode se transformar em "Eu gosto de salgados.", que, por sua vez, pode ser mudado para "Eu não gosto de salgados.", que pode mudar para "Eu não como salgados.", etc. Dessa forma, você vai se acostumando com diferentes palavras do seu idioma.

Escreva textos regularmente e os leia em voz alta quando você alcançar um certo nível de fluência, como um diário, por exemplo. Você também pode traduzir textos de livros ou da Internet para o seu idioma, ou, então, escrever cartas ou mensagens criptografadas, pois, como você acabou de criar uma nova língua, não haverá nenhum tradutor que consiga traduzir o que você escreveu, e é por esse motivo que é importante que a sua língua tenha um certo grau de diferença da sua língua nativa, justamente para dificultar a tradução. Exemplo: Cqμlë por mè aftem., que, na minha língua artificial, o Esperanato, significa: "Ligue para mim depois.".

Como o idioma é seu, você poderá modificar a pronúncia de uma palavra ou uma regra gramatical para facilitar o seu aprendizado, mas tente não modificar muito, pois a tendência é que, ao modificar essas regras ou pronúncias, você as aproxime mais da sua língua materna, podendo transformar a sua língua em um criptograma da sua língua materna.