Italiano/Alfabeto e pronúncia

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Alfabeto[editar | editar código-fonte]

O alfabeto italiano é composto de 21 letras:

A (a) B (bi) C (ci) D (di) E (e)
F (effe) G (gi) H (acca) I (i) L (elle)
M (emme) N (enne) O (o) P (pi) Q (qu)
R (erre) S (esse) T (ti) U (u) V (vi ou vu)
Z (zeta)

As letras J (i lunga), K (cappa), W (doppia vu), X (ics) e Y (i greca ou ipsilon) não fazem parte do alfabeto italiano moderno, mas podem aparecer em palavras de origem estrangeira.

Pronúncia[editar | editar código-fonte]

A pronúncia no italiano é semelhante à do português. Algumas diferenças são evidenciadas na tabela seguinte:

Grafia Pronúncia Exemplos
ce, ci tche, tchi cerino, cielo
che, chi que, qui perché, chiesto
que, qui qüe, qüi questo, quintale
ge, gi dje, dji gente, giostra
ghe, ghi gue, gui margherita, ghirlanda
gue, gui güe, güi guerra, guidare
sce, sci xe, xi scena, scivolare
z, zz dz ou ts zoccolo (dz), pizza (ts)
gn nh bologna, bagnato
gli lh famiglia, figlia

Qualquer consoante pode aparecer duplicada. Neste caso, a pronúncia deve ser prolongada. Isso é muito importante, já que existem palavras bem parecidas, como pala e palla, com significados diferentes.

As vogais E e O podem ter som aberto (como em égua, óculos) ou fechado (como em ema, olho). O acento agudo (´) determina o som fechado: perché (lê-se perquê). O acento grave (`) determina o som aberto: ciò (lê-se tchió).