Introdução ao GNU-Linux utilizando o Linux Educacional/Unidade 4

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Ir para: navegação, pesquisa

Ambiente: Interagindo com a máquina

Nesta Unidade, faremos uma aproximação do Linux Educacional, evidenciando suas funcionalidades e o comportamento, notando sempre a interação com o usuário. Executaremos tarefas básicas para uma familiarização com o sistema. Ofereceremos possibilidades de aplicação do Linux Educacional no ensino, seja para lecionar ou aprender. Temos a divisão de subtópicos para a melhor organização do conhecimento e também ligações para a complementação opcional do conteúdo.


Sistema operacional[editar | editar código-fonte]

Um sistema operacional (também abreviado como SO) é a parte de instruções, para a utilização do computador. Ele é o responsável por acessar e utilizar a parte física do computador, tornando-o acessível para o usuário. Sem um sistema operacional, o computador não tem função definida, pois não há como o usuário leigo utilizá-lo de maneira rápida e eficaz.

GNU/Linux e suas distribuições[editar | editar código-fonte]

O GNU/Linux, ou Linux simplesmente, é um sistema operacional baseado num conjunto de instruções para acessar os dispositivos físicos de um computador. Como sua principal característica é ser aberto e livre para modificação, ao longo do tempo, muitos programadores foram modificando-o com o intuito de criar sistemas operacionais com características mais atraentes para suas necessidades. Essas modificações, foram tornando-se sistemas operacionais completos, e com características muito particulares, mesmo que todas respondam por serem GNU/Linux. Tais modificações do Linux original são chamadas de distribuições, e há um grande número delas. Além de existirem inúmeras, muitas novas surgem a todo instante sendo que as mais usadas atualmente são o Slackware, Ubuntu, Debian, ArchLinux, Gentoo e OpenSUSE. Para informações adicionais, consulte as Referências externas.

Linux Educacional[editar | editar código-fonte]

O Linux Educacional é uma distribuição do GNU/Linux, baseada no Ubuntu, outra distribuição. Dessa forma, ele herda características tanto de um sistema operacional GNU/Linux como da distribuição Ubuntu.

KDE[editar | editar código-fonte]

O KDE é um programa que facilita a interação do usuário com a máquina, criando um ambiente que permite o usuário acessar as funções do sistema de forma mais intuitiva e facilitada. Tal programa é chamado gerenciador de janelas. O KDE é o gerenciador de janelas padrão do Linux Educacional, e é ele que possibilita um uso mais efetivo do sistema, tornando-o mais prático.

Essa é uma imagem de como o Linux Educacional se mostra quando está pronto para o uso. LE3 Desktop.jpg

Existem vários gerenciadores de janela, mas o Linux Educacional utiliza apenas o KDE para essa integração com o usuário.

Você encontrará mais informações sobre o KDE e os demais gerenciadores de janelas nas Referências externas.

Sistema de arquivos[editar | editar código-fonte]

Um sistema de arquivos é a maneira com que o computador organiza as informações no disco rígido, de forma a encontrá-las quando o usuário, ou o próprio sistema operacional necessita delas.

Existem diversos sistemas de arquivos, os quais contém muitas peculiaridades presentes. No caso do Linux Educacional, o sistema de arquivos utilizado é o Extended Filesystem 3. De uma maneira geral, cada sistema operacional utiliza um sistema de arquivos específico, dentre eles citamos o FAT32, NTFS e o EXT3.

Podemos fazer a analogia do sistema de arquivos de um computador ao protocolamento de documentos em uma empresa. Normalmente, quando se procura um documento específico, podemos ir ao arquivo da empresa e abrir gaveta por gaveta até que encontremos o que precisamos. Sabemos que tal processo pode ser muito demorado quando não sabemos onde procurar. Para isso, foram criadas formas de registrar os documentos, seguindo uma certa ordenação e também listando onde os documentos estão guardados, sem necessariamente tê-los em mãos. Isso se baseia na maior facilidade de procurar a posição do documento em uma lista, em vez de ter de procurá-lo em todo o arquivo da empresa. O sistema de arquivos do computador age da mesma maneira: guarda em um local de fácil acesso a posição em que se encontram os arquivos no disco. Assim, quando se quer encontrar um arquivo, procura-se, primeiramente, na lista de posições para depois ir diretamente à posição em que ele se encontra. Podemos encontrar informações mais completas sobre sistemas de arquivos na parte de Referências externas.

Estrutura de diretórios[editar | editar código-fonte]

A Estrutura de diretórios é como o sistema organiza os dados armazenados no disco rígido de maneira mais fácil para leitura do usuário. A estrutura em si não transparece para o usuário o Sistema de Arquivos utilizado no disco rígido, apesar de depender dele. A estrutura depende do Sistema de Aqruivos, pois é ele que armazena de fato os dados e indica para o sistema onde está cada arquivo.

Arquivos do Sistema[editar | editar código-fonte]

Os arquivos do sistema são estruturados basicamente como qualquer sistema GNU/Linux, e para detalhar mais essa estrutura, existe um link em Referências externas.


Pasta do Usuário[editar | editar código-fonte]

A pasta do Usuário é onde os arquivos criados por ele são guardados por padrão. Tal pasta se localiza num ponto da estrutura de diretórios do sistema. Nessa pasta pode-se salvar qualquer tipo de arquivo e apenas o usuário pode acessá-la e modificar os arquivos e pastas contidos nela.

Utilizando mídias removíveis no Linux Educacional[editar | editar código-fonte]

As mídias removíveis são sempre ferramentas importantes para o usuário, pois podem transferir grandes quantidades de informação com a facilidade de serem portáteis. De uma maneira simples, é possível utilizá-las no Linux Educacional. É comum existirem professores que utilizem como parte da aula apresentações ou outros recursos pelo computador, tão comum são alunos que utilizam o computador para guardar as informações pertinentes em aula. Portanto, a utilização dessas mídias é um tópico importante para nosso curso.

O que são mídias removíveis?[editar | editar código-fonte]

São aqueles dispositivos utilizados para armazenar dados de computador, que podem ser facilmente transportadas e implantadas em outros computadores, com o objetivo de transferir os dados de um a outro. Encontramos mais sobre mídias removíveis na parte de Referências externas.


Utilizando CDs/DVDs no Sistema[editar | editar código-fonte]

Após a inserção do CD ou DVD no computador, uma janela surgirá perguntando qual a ação que o usuário quer que o computador execute. Pode-se escolher caso queira acessar os arquivos contidos no CD/DVD, selecionar "Abrir em uma nova Janela", com isso, uma janela será aberta exibindo os arquivos e pastas inseridos no CD/DVD.


Utilizando Pendrives e Dispositivos de Armazenamento USB[editar | editar código-fonte]

Esses dispositivos podem ser utilizados de maneira análoga a de CDs/DVDs, basta inserir na porta USB que uma janela semelhante se abrirá, indagando ao usuário a ação que ele quer que o computador execute.


Esse é um exemplo de mídia removível inserida e como o sistema reage a ela. LE3 autorun.jpg


Menus e Barras de Ferramentas do Sistema[editar | editar código-fonte]

Esses componentes do sistema são acessórios para uma maior facilidade de utilização do mesmo. Deles podemos tirar diversas informações importantes e acessar outros componentes.

Barra Inferior[editar | editar código-fonte]

Na Barra Inferior, temos o Menu principal do sistema, a Barra de Tarefas e a Barra de Ícones. Ela se localiza na parte inferior da tela como diz o próprio nome e pode ser acessada a qualquer momento, pois fica à mostra a todo o tempo.

Menu Principal[editar | editar código-fonte]

O Menu Principal do sistema dá acesso aos programas e aplicativos instalados, a ferramentas de manutenção do sistema, à pasta do usuário, desligamento do computador entre outras funções. Para acessá-lo basta clicar sobre a imagem Ĩniciar.

Barra de Ícones[editar | editar código-fonte]

A Barra de Ícones oferece acesso rápido para programas e ferramentas que estão instalados no sistema. Tal barra oferece contudo um acesso mais rápido, visto que não há necessidade de acessar tais ferramentas pelo Menu Principal.

Barra de Tarefas[editar | editar código-fonte]

A Barra de Tarefas mantém à mostra os aplicativos que estão atualmente em execução. O próprio Edubar, por ser além de um menu, é um aplicativo, portanto também aparece na Barra de Tarefas. Além disso, a Barra de Tarefas dispõe no canto direito, algumas ferramentas. Dentre elas, temos um Relógio com Calendário, o ícone do Volume e um ícone que mostra a disponibilidade de Rede e Conexão à Internet.

O Ícone de Volume mostra, ao clicar duas vezes nele a possibilidade de aumentar e diminuir o volume, além de outras funções de configuração do áudio no sistema.

O ícone de rede, mostra o endereço atribuído ao computador numa rede, também mostra ao usuário a disponibilidade de navegação na Internet.


Edubar[editar | editar código-fonte]

O Edubar é uma barra que se apresenta na parte superior, ela é um aplicativo, desenvolvido pelo MEC, para facilitar o acesso aos aplicativos do sistema. O Edubar mostra em seus ícones os Aplicativos organizados em Educacionais e de Escritório, sem precisar do auxílio do Menu Principal do Sistema.

Atividades Propostas[editar | editar código-fonte]


  1. Leia mais sobre o Sistema de Arquivos do Linux.
  2. O KDE permite customizações. Entre no KDE-look e deixe o ambiente com a sua cara.


Referências externas[editar | editar código-fonte]