Introdução à Biologia/Célula/Definição

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Da esquerda para direita: célula vermelha do sangue (hemácia), plaqueta e célula branca do sangue (leucócito)

Célula é a unidade estrutural e funcional comum a todos os seres vivos, sendo que estes podem ser constituídos por uma ou mais células. São elas que realizam todas as funções fundamentais dos seres vivos, como por exemplo, reprodução, crescimento, alimentação, movimentação, reação a estímulos externos e respiração (consumo do oxigênio com produção de dióxido de carbono). Sendo assim, a célula é a menor parte de um ser vivo capaz de desenvolver-se e reproduzir, ou seja, a menor parte de um ser vivo onde reconhecemos as propriedades básicas da vida.

Do estudo das propriedades das células, surgiu a Teoria Celular, um dos fundamentos da biologia, inicialmente proposta em 1938 e 1939 por Matthias Schleiden (1804-1881) e Theodor Schwann (1810-1882), sendo posteriormente atualizada com o avanço tecnológico e científico. Atualmente a moderna teoria celular estabelece que:

  • Todos os seres vivos são formados por uma ou mais células.
  • Toda célula origina-se de outra pré-existente, por um processo chamado divisão celular.
  • A célula é a unidade estrutural e funcional de todos os organismos vivos.
  • A atividade de um organismo depende da atividade total de células independentes.
  • As reações metabólicas e bioquímicas ocorrem no interior das células.
  • A célula contém informação genética e hereditária que é passada para outras células durante o processo de divisão celular.
  • Todas as células possuem, basicamente, a mesma constituição química.

As células são formadas pela membrana plasmática, citoplasma e núcleo (exceto as células procariontes, que não possuem núcleo). A membrana plasmática é a película que envolve a célula externamente. O citoplasma, é uma solução aquosa concentrada em substâncias químicas que preenche o interior da célula. Na célula eucariótica, o material genético está envolvido por uma membrana, delimitando assim o núcleo celular. Já as células procarióticas não possuem núcleo e, portanto, o material genético está disperso no citoplasma.

Apesar de todas as células terem uma estrutura base, existem variantes de cada tipo em número suficiente para criar a enorme variedade de formas vivas que conhecemos. Além disso, as células que formam um indivíduo pluricelular não são todas iguais, existindo grupos celulares distintos encarregados por desempenhar diferentes funções. O processo que modifica a morfologia celular e torna a célula especializada em determinada função, chama-se diferenciação celular. Por exemplo, no nosso corpo existem cerca de 300 tipos diferentes de células, cada uma com uma função específica.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. Cell theory. (2013, June 11). In Wikipedia, The Free Encyclopedia. Retrieved 20:00, June 15, 2013, from http://en.wikipedia.org/w/index.php?title=Cell_theory&oldid=558883539
  2. Célula. (2013, junho 14). Wikipédia, a enciclopédia livre. Retrieved 19:59, junho 15, 2013 from http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=C%C3%A9lula&oldid=36097046
  3. Considerações gerais sobre a célula. (1991). In Gowdak, D.; Mattos, N. S. Biologia (pp. 11-19). São Paulo: FTD
  4. Da célula ao DNA.(1997). In Farah, S. B. DNA segredos & mistérios (pp. 7-36). São Paulo: Sarvier
  5. History of Cell Biology. In Bitesize Bio - brain food for biologists. Retrieved June 15, 2013, from http://bitesizebio.com/articles/history-of-cell-biology/
  6. Os seres vivos e os níveis de organização. (2007). In Silva Júnior, C.; Sasson, S. Biologia (pp. 10-20). São Paulo: Saraiva