Guia dos Trouxas para Harry Potter/Personagens/Família Black

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Família Black
  • sexo = não se aplica
  • cabelos = não se aplica
  • olhos = não se aplica
  • família = Os Weasleys
    Os Lestranges
    Os Crabbes
    Os Potters
    Os Burkes
    Os Longbottoms
    Os Hitchens
    Os Flints
    Os Crouches
  • lealdade = Quase no seu total aos Comensais da Morte e Lord Voldemort.

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

A família Black era considerada uma das mais nobres famílias do mundo mágico. Eles são muito rigorosos na questão do status de sangue.

Papel nos Livros[editar | editar código-fonte]

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Notem que muitos membros da família Black aparecem na série. Esse artigo apenas comenta de passagem sobre os membros conhecidos da família. Para mais detalhes dos mais conhecidos Black veja: Sirius Black, Regulus Black, Narcissa (Black) Malfoy, Bellatrix (Black) Lestrange, Andromeda (Black) Tonks, Phineas Nigellus Black, Orion Black, Walburga Black. Embora Draco Malfoy, filho de Narcissa, seja parente da família Black através de sua mãe, não o incluímos diretamente nesse artigo.

A Pedra Filosofal[editar | editar código-fonte]

Hagrid, quando traz o bebê Harry para Dumbledore, diz que pediu emprestada a moto voadora de Sirius Black.

O Prisioneiro de Azkaban[editar | editar código-fonte]

Harry descobre que Sirius Black escapou de Azkaban para encontrá-lo, e todos acreditam que o propósito de Sirius é matar Harry. Depois ele descobre que Sirius era o melhor amigo de seu pai, e seu padrinho. Mais tarde Harry fica sabendo que Perebas, o rato de Ron, era, na verdade, Peter Pettigrew, um Animago que traiu os pais de Harry e botou a culpa em Sirius. Pettigrew, que se acreditava, fosse uma das vítimas de Sirius, consegue escapar antes que sua existência possa ser provada, para satisfação do Ministério da Magia, de modo que Sirius permanece sendo um fugitivo procurado.

O Cálice de Fogo[editar | editar código-fonte]

Precisando de conselhos sobre os sonhos que tem tido, e sobre o Torneio Tribruxo, Harry faz contato com Sirius, usando o Correio Coruja, e Sirius responde através do Pó de Flu. Sirius o aconselha, tanto através da lareira como, mais tarde, pessoalmente, na forma de cão Animago, mas ainda que lhe dê segurança, ele não é de grande ajuda.

Logo após a aparição e desaparição de Bartemius Crouch, Harry fica um pouco sozinho no escritório de Dumbledore. É assim que ele descobre a Penseira. Ao experimentá-la, ele se vê como testemunha ocular do julgamento de vários Comensais da Morte, incluindo Bellatrix Lestrange, que lhe parece louca.

Quando o livro termina, Dumbledore pede a Sirius que se revele (saia da forma Animago), para Snape e Molly, e pede que Sirius vá reunir a “velha turma”.

A Ordem da Fênix[editar | editar código-fonte]

Logo após o aniversário de Harry, a “Guarda Avançada” chega para levá-lo até o “quartel general da Ordem da Fênix.” Esse prédio, localizado no Number 12, Grimmauld Place, e que é agora o quartel general, é a casa ancestral da família Black. Lá, Harry se reúne com Sirius e conhece o retrato da louca gritona que é mãe de Sirius, Walburga.

Sirius Black mostra a Harrry a árvore genealógica da família Black, numa tapeçaria, localizada na sala de estar em Grimmauld Place. Os membros da família que ele comenta são, Phineas Nigellus Black, tia Elladora Black, Araminta Meliflua Black, seu tio Alphard Black, seus pais, Walburga e Orion, seu irmão Regulus, suas primas Bellatrix, Andromeda (que teve seu nome na árvore queimado, porque se casou com um Trouxa, Ted Tonks) e Narcissa, e o filho de Narcissa Draco Malfoy. Essa árvore genealógica é enorme, e o lema é Toujours Pur - "Sempre Puro". Aqueles como Andromeda e o próprio Sirius que tiveram a coragem de casar ou ser amigo de Trouxas ou nascidos Trouxas, tiveram seu nome queimado da árvore geneálogica, e a própria tapeçaria parece ser colada à parede com um Feitiço Adesivo Permanente.

Harry e Sirius se falam através do Pó de Flu diversas vezes no livro. Além disso, Phineas Nigellus, algumas vezes leva mensagens entre Hogwarts e Grimmauld Place. Em algum momento depois do Natal, vários Comensais da Morte que estavam presos em Azkaban, fogem e dentre eles está Bellatrix Lestrange.

No final do livro, tanto Sirius quanto Bellatrix tomam parte na emocionante Batalha do Departamento de Mistérios, em lados opostos. Dos doze Comensais da Morte que tomam parte nessa batalha, Bellatrix é a única a escapar, depois de matar Sirius. Bellatrix fica cercada por Dumbledore, mas finalmente é resgatada por Voldemort.

O Enigma do Príncipe[editar | editar código-fonte]

Bellatrix (Bella) e Narcissa (Cissy) vão juntas visitar Severus Snape. Narcissa tem um favor a pedir a ele; Bellatrix tenta dissuadí-la, porque ela não confia que Snape tenha abandonado Dumbledore. Snape consegue, praticamente, convencer Bellatrix, embora ele comente que seu valor para Voldemort e sua posição no conselho dele, não melhorou depois do fiasco no Ministério.

Depois de avisar Narcissa que Voldemort proíbe que se discuta alguma missão entre os Comensais da Morte, Snape percebe que já sabia da missão de Draco, mas nunca soube com detalhes, e concorda em ajudá-lo. Ele também reforça sua posição para Bellatrix, com relação à sua lealdade, concordando em fazer um Voto Perpétuo, para ajudar Draco a completar sua missão.

Mais ou menos depois de uns quinze dias, no verão, o Professor Dumbledore visita a casa dos Dursleys, para encontrar Harry. Enquanto está lá, ele conta a Harry que ele é o herdeiro de Sirius. Parece que Sirius deixou para Harry, tudo que lhe pertencia, inclusive a Nobre e Mui Antiga Mansão dos Black em Grimmauld Place, e Monstro, o elfo doméstico que pertence à casa.

A missão de Draco é, em parte, conseguir uma entrada secreta para Hogwarts. Tendo resolvido isso, Draco espera até que Dumbledore esteja bem longe da escola, depois traz para dentro do castelo um grande número de Comensais da Morte. Entre eles está Bellatrix, que é vista zombando de um fraco Dumbledore, e mais tarde está duelando com Ginny Weasley.

O medalhão que Dumbledore recuperou do lago na caverna, tem dentro um bilhete assinado por um "R. A. B." Logo que o livro foi publicado, já se acreditava que o misterioso R. A. B. era Regulus Black; o que foi confirmado no livro seguinte.

As Relíquias da Morte[editar | editar código-fonte]

Vemos Bellatrix e Narcissa participando do conselho de Voldemort, pela posição em que estão sentadas, fica claro que ambas não estão mais entre os preferidos de Voldemort. Bellatrix ainda faz parte do grupo de Comensais da Morte que atacou os sete Potters, na fuga da Rua dos Alfeneiros; ela atacou Nymphadora Tonks, sua própria sobrinha.

Tendo retornado à Grimmauld Place, Harry recorda do medalhão que foi jogado fora há dois anos atrás, e fica imaginando se aquele não será o medalhão, que Dumbledore tentou resgatar da caverna, no livro anterior. Chamando Monstro, Harry descobre que Voldemort pegou Monstro emprestado de Regulus, para colocar o medalhão na caverna. Ao descobrir o que Voldemort fez, Regulus retornou à caverna com Monstro, mandou Monstro pegar o medalhão e destruí-lo, depois bebeu a poção que protegia o medalhão. Depois foi arrastado para a morte, no lago, quando tentou matar a sede causada pela poção. Monstro ficou desesperado porque não conseguiu obedecer aos últimos desejos de seu mestre, especialmente agora, porque o medalhão foi roubado por Mundungus Fletcher. Harry revela que tem a mesma missão, encontrar e destruir o medalhão, e dá a Monstro o medalhão que Dumbledore retirou de dentro da poção; Monstro, por causa disso, se torna completamente leal a Harry.

Capturado pelos Snatchers, disfarçado as pressas por Hermione, e levado à Mansão Malfoy, Harry fica frente a frente com Bellatrix e Narcissa, que tentam identificá-lo. Bellatrix reconhece a Espada de Gryffindor, e explica que chamar Voldemort, antes de descobrirem de onde veio a Espada, poderá ser fatal. Ela interroga Hermione, e o goblin Grampo, usando a Maldição Cruciatus, e finalmente aceitando a história de Hermione, que Espada é uma cópia. Harry e Ron, conseguem escapar com a ajuda de Dobby, no processo de resgatar a todos, Dobby é morto pela adaga atirada por Bellatrix.

Depois de sua fuga, Harry comenta que, eles ouviram que a Espada foi levada para Gringotes o Banco dos Bruxos. O fato de Bellatrix reconhecer a Espada, indica que ela foi levada para seu cofre em Gringotes, e o medo dela sugere claramente, que lá deve ter algo mais que seja importante para Voldemort. Harry adivinha, corretamente, que deve ser um dos Horcruxes de Voldemort, e decide invadir Gringotes para destruí-lo. Para essa aventura, Hermione se disfarça de Bellatrix e usando a varinha que foi capturada da bruxa como identificação, consegue invadir com Trio os cofres mais profundos.

Tanto Narcissa quanto Bellatrix tomam parte na Batalha final de Hogwarts. Depois que as almas de Harry e Voldemort retornam da Waystation (limbo), Bellatrix corre para ajudar Voldemort, que a empurra, e ordena a Narcissa que veja se Harry está, de fato, morto. Harry não está morto, e Narcissa não consegue dizer isso; ela pergunta a Harry se Draco ainda está vivo. Harry responde que ele está, e Narcissa mente para Voldemort, dizendo que Harry está morto de modo que Voldmort não recomece a Batalha na escola. A Batalha recomeça, no entanto, e eventualmente Bellatrix é morta por Molly Weasley, que parte em defesa de sua filha Ginny. Mais tarde vemos que Narcissa sobreviveu à Batalha, e ficamos sabendo que Andromeda Tonks ficou em casa, cuidando do bebê Teddy.

Pontos Fortes[editar | editar código-fonte]

A família Black parece ter uma considerável força mágica. Vemos que Bellatrix é uma bruxa extremamente poderosa e Sirius também é muito hábil, vemos pelo próprio Mapa do Maroto e o fato de virar Animago. Também já foi dito que o pai de Sirius aumentou os feitiços protetores sobre o Number 12, Grimmauld Place, coisa que, imaginamos deve precisar de muito poder, uma vez que o prédio é muito velho e bem estabelecido.

Muito da força que percebemos na família Black, foi baseada na crença de sua própria superioridade, por serem bruxos de sangue puro. Embora isso possa tê-los feito parecer fortes, também carrega os aspectos desagradáveis da nobreza (olhar os outros de cima, tratar aqueles que não foram premiados com sangue puro como servos ou subhumanos), e por tanto nada disso conta a seu favor.

Pontos Fracos[editar | editar código-fonte]

Deve existir uma deformação, uma instabilidade mental, que permeia a linhagem dos Black. Vemos isso com perfeição no retrato da mãe de Sirius, em Bellatrix Lestrange, e até mesmo no próprio Sirius. Podemos avaliar que isso, em parte, é devido à crença dos Black na força do sangue puro, e é resultado dos casamentos com familiares próximos; podemos ver, na árvore genealógica da família Black, que o pai e a mãe de Sirius descendem ambos de Phineas Nigellus Black.

Os Black parecem ter uma vida surpreendentemente curta para bruxos. A maior parte das últimas gerações era de mulheres e, com a morte de Sirius próximo do fim do quinto livro, o nome da família acaba. A linhagem continua, no entanto, através de Nymphadora Tonks, filha deAndromeda (Black) Tonks, e através do filho de Tonks, Teddy; e de Draco Malfoy, filho de Narcissa (Black) Malfoy.

Relacionamentos com Outros Personagens[editar | editar código-fonte]

Desenho da árvore genealógica da família (usando uma imagem em português)

Harry Potter Black Tree.jpg

Análise[editar | editar código-fonte]

Através da árvore genealógica da família Black podemos ver quantos casamentos e relacionamentos dentro da própria família, os bruxos sangue puro fizeram – ambos os pais de Sirius são descendentes de Phineas Nigellus e de sua esposa Ursula Flint. Um ponto interessante é que Dorea Black casou com Charlus Potter , e eles tiveram apenas um filho – que poderia ser James Potter, o pai de Harry? James nasceu por volta de 1959, quando Dorea deveria ter por volta de 40 anos, o que é possível; mas também é possível que Charlus seja o avô de James. Sirius comentou que passava muito tempo na casa dos pais de James, provavelmente porque não se dava bem com seus pais; é possível que a mãe de James fosse sua tia ou tia-avó. A árvore genealógica não poderia mostrar James Potter em qualquer posição, porque ele cometeu o pecado capital (na visão da família Black) de casar com uma nascida trouxa Lily Evans.

É curioso que Harry não viu, ou não achou necessário comentar, a presença do nome de sua própria família, quando ele viu a tapeçaria na Casa dos Black, no quinto livro. Aparecem na tapeçaria, outros nomes interessantes também, Callidora, que nasceu em 1915 e ainda está viva, casada com Harfang Longbottom; qual será o parentesco deles com Neville? Lucretia (1925-1992) casada com Ignatius Prewett; Molly Weasley deu a Percy seu filho, esse nome do meio sendo o nome de seu tio. Charis (1919-1973) casada com um Caspar Crouch: irmão de Bartemius Crouch Sr. talvez? E Septimus Weasley, que aparentemente casou com Cedrella Black (marca 4 de queimado), é quase que certamente, o avô de Ron Weasley. A marca de queimado 7, Andromeda, “que casou com um Trouxa, Ted Tonks” é a mãe de Nymphadora Tonks; Ted Tonks não é um Trouxa, embora ele tenha nascido Trouxa. Tonks comentou que era aparentado com a família Black.

Perguntas[editar | editar código-fonte]

  1. Draco Malfoy, filho de Lucius Malfoy, é parente de Harry? Se a resposta for sim, qual é o parentesco?

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão Completa[editar | editar código-fonte]