Guia dos Trouxas para Harry Potter/Personagens/Bathilda Bagshot

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Bathilda Bagshot
  • sexo = Feminino
  • cabelos = desconhecido
  • olhos = desconhecido
  • família = desconhecido
  • lealdade = desconhecido

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

Bathilda Bagshot, autora de “Uma História da Magia”, um dos livros didáticos usados em Hogwarts durante os anos em que Harry Potter estudou lá. Ela mora em Godric´s Hollow.


Papel nos Livros[editar | editar código-fonte]

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

A Pedra Filosofal[editar | editar código-fonte]

Um dos livros que Harry precisa comprar no Beco Diagonal é “Uma História da Magia” de Bathilda Bagshot.

O Prisioneiro de Azkaban[editar | editar código-fonte]

O livro “Uma História da Magia” é mencionado logo no inicio do livro, quando Harry faz seus deveres durante o verão e usa esse livro como referência.

As Relíquias da Morte[editar | editar código-fonte]

No casamento de Fleur e Bill, Harry fala com Elphias Doge e com a tia de Ron Auntie Muriel. Nessa conversa ele descobre que a fonte usada por Rita Skeeter para escrever seu livro baixo e grosseiro sobre Albus Dumbledore, foi Bathilda Bagshot, que aparentemente mora em Godric´s Hollow, onde os pais de Harry viveram, e para a surpresa de Harry onde a família de Dumbledore também vivia. Isso reforça a intenção de Harry de ir até Godric´s Hollow. É comentado que Bathilda está bastante senil, e que Rita Skeeter havia usado Veritaserum para conseguir dela, recordações sobre a vida pregressa de Dumbledore.

Chegando a Godric´s Hollow próximo do Natal daquele ano, Harry e Hermione ficam surpresos ao encontrar um morador da vila que aparentemente pode vê-los, mesmo sob a Capa da Invisibilidade. Esse morador responde positivamente quando perguntado se é Bathilda Bagshot; ela os leva até sua casa, que está uma completa bagunça, e Harry nota um cheiro estranho, de carne podre. Levando Harry para o andar de cima, Bathilda se torna uma cobra enorme, Nagini, deixa o corpo e começa a atacar Harry. Hermione vem em seu socorro e os dois desaparatam sob o nariz de Lord Voldemort. Mais tarde, Harry descobre que Bathilda foi encontrada morta, e estão suspeitando do envolvimento de magia negra.

Pontos Fortes[editar | editar código-fonte]

Bathilda escreveu o livro didático definitivo para História da Magia, portanto seu conhecimento de história deve ter sido excepcionalmente bom. Se ela teve acesso a alguma magia especial para ajudá-la na pesquisa histórica não se sabe, parece possível mas não temos conhecimento.

Pontos Fracos[editar | editar código-fonte]

Quando ouvimos falar sobre ela pela primeira vez, Bathilda está extremamente velha, e é possível que, além da senilidade que Rita Skeeter menciona, outras fraquezas decorrentes da idade devem ter eliminado sua força e sua habilidade mágica.

Relacionamentos com Outros Personagens[editar | editar código-fonte]

Na carta que Lily Potter escreve para Sirius Black, e que Harry vê em Grimmauld Place, quando dá uma busca no quarto de Sirius, Lily menciona que Bathilda parece amigável. O livro de Rita Skeeter comenta que Bathilda disse que tentou ficar amiga da família Dumbledore, mas foi rejeitada. Pode-se ter uma impressão de que Bathilda é uma pessoa extrovertida, talvez uma que goste de ser o centro das fofocas.

Análise[editar | editar código-fonte]

Nunca vimos Bathilda Bagshot em pessoa; quando a vimos no último livro, ela é aparentemente um corpo morto, animado apenas por Nagini dentro dela, ou pela mesma magia que cria e preserva os Inferi. Harry sente o cheiro de carne podre na casa dela, e nós concluímos que foi da própria Bathilda. Não se sabe há quanto tempo ela estava morta, mas com certeza já tinha algum tempo. Parece que o exemplar dela do livro de Rita Skeeter, possivelmente enviado em agosto ou setembro não havia sido tocado. É possível que Voldemort tenha preparado uma armadilha para ela, uns seis ou sete meses antes. Nós vimos Nagini com ele no primeiro capitulo do livro, que acontece no final de julho, e sabemos que o livro de Skeeter foi lançado em agosto ou setembro. Isso sugere que Bathilda morreu em algum momento entre julho e setembro, possivelmente pelas mãos de Voldemort, depois de que, Nagini deve ter vivido dos seus restos mortais. É interessante que não vemos Nagini depois do primeiro capitulo, até que Harry dispare a armadilha, na véspera de Natal ou na manhã de Natal.

Perguntas[editar | editar código-fonte]

  1. A autora diz que Albus Dumbledore nasceu em 1881, e aparentemente morreu em 1997 com a idade de 115 ou 116 anos. Recordando que Bathilda Bagshot já era uma senhora com idade bastante para hospedar Gellert Grindelwald quando ele e Dumbledore tinham por volta de 17 anos, que idade deveria ter Bathilda quando morreu em 1997?
  2. Bathilda grita “Entre!” durante o ultimo livro, e tanto Harry quanto Hermione são capazes de entender. A magia negra tornou possível a fala dela ou Nagini estava falando Parseltongue?

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão Completa[editar | editar código-fonte]