Guia dos Trouxas para Harry Potter/Personagens/Alastor Moody

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Ir para: navegação, pesquisa
Alastor Moody
  • sexo = Masculino
  • cabelos = Cinzentos
  • olhos = Castanho (Olho Mágico = Azul)
  • família = Família Moody, sangue puro, longa linhagem de renomados aurores
  • lealdade = Albus Dumbledore


Visão Geral[editar | editar código-fonte]

Alastor "Olho-Tonto" Moody é um ex-auror. Sua profissão aparentemente foi dura com ele, porque ele tem uma perna de madeira, um olho artificial mágico e lhe falta um bom pedaço do nariz. Ele desenvolveu uma profunda desconfiança de praticamente tudo e todas as pessoas. Seu apelido vem do seu olho mágico, que está sempre girando, totalmente independente do seu olho verdadeiro.

Papel nos Livros[editar | editar código-fonte]

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.


O Cálice de Fogo[editar | editar código-fonte]

Alastor Moody aparece quando Amos Diggory faz contato com Arthur Weasley. Parece que os Trouxas, viram as latas de lixo de Olho-Tonto atacando um invasor na casa dele; Arthur foi chamado para lidar com o problema.

Moody se torna o novo professor de Defesa Contra as Artes das Trevas durante o quarto ano de Harry, ficando no lugar de Remus Lupin. Os estudantes reparam que ao invés de beber da jarra de suco de abóbora, durante a Festa de Boas Vindas, ele só bebe da garrafa que carrega junto ao quadril.

Quando Moody vê Draco Malfoy lançar uma maldição em Harry Potter, ele lhe dá uma bronca e o transforma num furão o fazendo pular; a Professora McGonagall avisa Moody seriamente que Transfiguração não pode ser usada nunca como punição. Moody então leva Malfoy para o chefe de sua Casa Professor Snape.

Na sua primeira aula de Defesa Contra as Artes das Trevas, Moody demonstra as três Maldições Imperdoáveis: Imperio, Crucio e Avada Kedavra.

Neville Longbottom, cujos pais foram torturados até ficarem insanos pela Maldição Cruciatus, fica muito nervoso, é claro, com a demonstração. Moody o leva até sua sala e acalma o menino, dando a ele um livro sobre as plantas mágicas aquáticas do Mediterrâneo.

Os métodos de ensino de Moody são pouco convencionais porém são eficientes. Ele coloca todos os alunos da sala sob a Maldição Imperius, para mostrar a eles quais são os efeitos e fica bastante satisfeito ao ver que Harry consegue resistir. Durante as poucas aulas seguintes, ele coloca Harry repetidamente sob a Maldição Imperius para ensinar a ele como resistir. Imaginamos que ele também tenta ensinar a mesma habilidade para todo o resto da turma, uma vez que Ron é descrito como sofrendo os efeitos tardios da maldição.

Na confusão que acontece por que Harry foi inesperadamente sorteado para o Torneio Tribruxo, Moody intimida Igor Karkaroff a aceitar quatro campeões ao invés de três. Harry fica grato a Moody e este ajuda o menino a ir para o Torneio.

Depois que Harry surge da Terceira Prova com o corpo de Cedric Diggory, Moody o leva imediatamente para sua sala. Lá. ele se parece mais com um Comensal da Morte do que com um Auror. Percebendo o perigo, Harry o distrai até que o Professor Dumbledore, a Professora McGonagall e o Professor Snape entrem na sala e o estuporem.

Quando acaba o efeito da da Poção Polissuco, todos descobrem que Moody era na verdade Barty Crouch Jr.. O Professor Snape administra a ele o Veritaserum e Crouch confessa que está trabalhando para Lord Voldemort. Crouch conta que pretendia matar Harry para ganhar os favores do Mestre.

O baú de Moody é aberto e lá dentro está o verdadeiro Alastor Moody, fraco mas ainda vivo.

Chamam Cornelius Fudge que chega com um Dementador. O Dementador administra o “Beijo” (sugando a alma de Crouch ) antes que ele possa contar a verdade a Fudge.


A Ordem da Fênix[editar | editar código-fonte]

Alastor Moody é membro da Ordem e efetivamente é o líder da Guarda Avançada, que escolta Harry da casa dos Dursleys até o Quarte-General. Moody não consegue reconhecer Harry, porque ficou inconsciente durante todo o ano anterior de Harry na escola, então ele pede a Remus Lupin, outro membro da Guarda Avançada para identificá-lo.

Moody coloca no garoto o feitiço do Desilusionamento para que Harry fique escondido, e após esperar pelo sinal, eles decolam, Bruxos e Bruxas da Ordem agindo como escudo para Harry, para protegê-lo de qualquer bruxo do mal que esteja pronto para atacar.

Muitos outros membros da Guarda Avançada parecem achar que a precaução de Moody é um pouco demais; ele diz que eles devem circular em volta de Harry para evitar qualquer ataque, mas é derrotado por Nymphadora Tonks, que reclama que eles estão congelando.

Ao pousar, Moody usa o Apagueiro de Dumbledore para apagar as luzes de Grimmauld Place, e então mostra a Harry um pedaço de papel. O papel que foi escrito por Dumbledore, que é o Guardião do Segredo da Ordem, permite que Harry veja o Quartel-General em Grimmauld Place e possa entrar. Moody usa o Apagueiro para restaurar as luzes da rua.


Na festa para Ron e Hermione por causa da escolha deles como Monitores, Moody lembra que Dumbledore deve ter pensado que Ron era bom para lidar com feitiços; figuras importantes são muitas vezes os alvos de ataques mesmo que não provocados.

O Olho Mágico de Moody descobre que a coisa desconhecida dentro de uma escrivaninha na sala de estar era apenas um Bicho-Papão.

Harry avisa a Mundungus Fletcher, que está fazendo transações escusas com Fred e George Weasley, que Moody pode estar observando tudo com seu Olho Mágico; Mundungus para imediatamente de negociar com os gêmeos e dá a eles as mercadorias que estão querendo pelo preço que os gêmeos ofereceram, a metade do que ele tinha pedido originalmente.

E finalmente, Moody mostra a Harry uma foto antiga da Ordem; Harry se sente bastante emocionado com a lembrança inesperada de seus pais, e como eles morreram, é uma verdade pesada.

Moody e Tonks escoltam Harry e os Weasley até o Hospital St. Mungo, para que os Weasley possam fazer a primeira visita após o acidente de seu pai. Depois, o Sr. e a Sra. Weasley, Moody e Tonks conversam sobre o quanto Harry percebeu do ataque a Arthur; Moody sugere que talvez ele estivesse possuído por Voldemort. Essa sugestão, foi ouvida pelos Weasleys e por Harry, porque eles estavam usando as Orelhas Extensíveis dos gêmeos, na verdade já tinha passado pela cabeça de Harry, mas ele tinha achado muito apavorante demais. Agora, que todos os Weasleys ouviram, ele ia ter que encarar a situação.


Mais tarde, Moody é um dos membros da Ordem da Fênix que chegam para resgatar Harry dos Comensais da Morte, no Departamento de Mistérios, junto com Sirius, Remus, Tonks e Kingsley. Durante a batalha, ele luta com Antonin Dolohov num duelo onde ele é derrotado e ferido. Apesar de seus ferimentos, ele é visto mais tarde se arrastando para ver como está Tonks, porque ela também foi derrotada por Bellatrix Lestrange.

Moody encontra Harry na estação de trem após o término da escola, junto com Tonks, Arthur e Molly Weasley. Os quatro mais Ron e Hermione, confrontam o tio de Harry, Vernon Dursley e a tia Petunia, dizendo a eles que todos querem ter certeza de que Harry terá um verão agradável, ou então eles virão visitá-los para saber o que está acontecendo. Olho-Tonto, com seu Olho Mágico, intimida de tal forma Vernon, que ele quase cai sobre um carrinho de bagagens.


O Enigma do Príncipe[editar | editar código-fonte]

Alastor Moody tem um papel importante neste livro. Podemos com certeza afirmar, que ele está trabalhando para a Ordem, mas ele não parece visitar a Toca ou a escola enquanto Harry está presente.

As Relíquias da Morte[editar | editar código-fonte]

Alastor "Olho-Tonto" Moody é quem lidera a operação de transporte de Harry Potter, da Rua dos Alfeneiros até a Toca. A Ordem decidiu disfarçar Hermione, Ron, Fred, George, Fleur Delacour e Mundungus Fletcher como Harry Potter usando a Poção Polissuco. Moody morre durante o vôo, quando os Comensais da Morte e Lord Voldemort são avisados da data, embora não saibam os detalhes da fuga de Harry. Confrontados com vários Harry Potters, Voldemort escolhe o Harry que está dividindo a vassoura com o Auror mais poderoso, atacando Moody e Mundungus. Mundungus desaparata para evitar a maldição que atinge Moody.

Mais tarde descobrimos que Dolores Umbridge colocou o Olho Mágico de Moody na porta de sua sala como uma espécie de troféu. Harry o remove e mais tarde dá a ele um funeral decente debaixo de uma árvore. Nenhuma outra parte de Moody foi recuperada.

Pontos Fortes[editar | editar código-fonte]

A coisa mais importante que Olho-Tonto possui é seu olho “Tonto”, o olho mágico artificial que ele passou a usar após perder seu olho verdadeiro em batalhas contra os Comensais da Morte. Esse olho de um azul elétrico dá a ele uma visão de 360º - ele pode vê mesmo através por trás de sua cabeça – assim como pode ver através de capas de invisibilidade e de portas fechadas.

Outro ponto forte é seu formidável caráter. Ele tem uma grande força de vontade, e aparentemente precisa dela para enfrentar as críticas sobre sua aparente paranóia.

Também é fato que ele é um bruxo poderoso, até porque é preciso muita habilidade para se tornar um Auror. Foi por essa razão que, como dissemos, Voldemort escolheu atacar a vassoura de Moody antes de quaisquer outros Potters que partiam.

Pontos Fracos[editar | editar código-fonte]

Uma vida inteira de lutas contra a Magia das Trevas deixou Moody extremamente paranóico, o que faz com que ele desconfie de tudo e de todos. Em certa altura ele foi acusado de destruir um presente que recebeu porque pensou que o tic-tac que fazia era de um ovo de Cocatrice; na verdade, era apenas um relógio.

Relacionamentos com Outros Personagens[editar | editar código-fonte]

Moody tem um relacionamento muito bom com o pai de Ron, Arthur Weasley, ele também é bastante chegado à Albus Dumbledore.

Também vimos em As Relíquias da Morte, que Tonks é muito próxima à Moody, e isso se percebe pela sua reação quando ele é morto.

Análise[editar | editar código-fonte]

Olho-Tonto não é uma pessoa muito amigável. Moody desconfia profundamente das pessoas e das coisas desde seus tempos de Auror. Foram tempos em que ele perdeu um olho, parte do nariz e uma perna. Nós acreditamos que Evan Rosier foi quem arrancou parte do nariz dele.

Ele raramente acredita em alguém e sempre suspeita que um feitiço pode ter sido usado pelo lado negro com intenções malignas. Isso também explica seu ditado preferido, Vigilância Constante.

Perguntas[editar | editar código-fonte]

  1. Por que Moody é tão paranóico?
  2. Como Moody interage com outras pessoas?
  3. O olho de Moody é único ou há outros olhos mágicos similares?
  4. Como Moody perdeu seu olho?

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão Completa[editar | editar código-fonte]

Muitas ações e detalhes que são descritos em Harry Potter e o Cálice de Fogo, na verdade foram vividos por Barty Crouch Jr., que sequestrou Moody e usou a Poção Polissuco para se passar por ele. Esses eventos não nos são revelados até o final do livro, quando Crouch, sob a influência do Veritaserum conta tudo, portanto são vistos como parte desse personagem. Uma vez que ele enganou até mesmo Dumbledore, a sua imitação devia ser muito próxima do real Moody; suas ações, fingindo ser Moody deveriam ser próximas ao que ele faria numa situação similar e foram aqui incluídas.

É preciso observar que a morte de Moody no início de As Relíquias da Morte capítulo 5 era necessária à trama. Como se vê no artigo sobre Albus Dumbledore, Harry não poderia ser o herói se houvesse outro herói em sua retaguarda.

A parte mais importante da ficção heróica é que o professor do herói, mais velho e aparentemente mais forte do que o herói deve cair, para que o herói tome seu lugar e derrote o vilão. No final do livro anterior O Enigma do Príncipe, capítulo 27, Dumbledore morre. Não vimos muito do relacionamento de Moody, e Harry não parece ter uma ligação especial com ele, é evidente que ele não é a figura paterna que Dumbledore foi para Harry. No entanto, ele permanece um bruxo mais velho e supostamente mais forte do que Harry portanto preparado para ocupar o lugar de Dumbledore na hierarquia dos heróis. Para evitar que isso ocorresse, Moody teria que ser rapidamente incapacitado, preferencialmente antes que os leitores pudessem começar a gostar muito dele.

Não se sabe porque a autora não deixou os personagens encontrarem o corpo de Moody; o fato de Umbridge ter o olho mágico preso à sua porta, implica no fato de que Moody está morto, mas não nos dá nenhuma pista. É possível, mas não provável, que a autora queria deixar uma leve brecha para que Moody pudesse retornar mais tarde à história se preciso fosse.

Percebemos que, embora tenha outras figuras potencialmente paternas na história, especialmente Arthur Weasley e Remus Lupin, nenhum deles é tão magicamente poderoso como Dumbledore ou Moody, portanto eles poderiam ficar vivos.