Guia dos Trouxas para Harry Potter/Lugares/Instituto Durmstrang

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Instituto Durmstrang
  • localização = provavelmente no oeste da Rússia ou norte da Europa
  • residentes = desconhecido
  • Aparece pela Primeira Vez = O Cálice de Fogo

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

O Instituto Durmstrang é uma escola de magia e bruxaria semelhante a Hogwarts, e parece que está localizada em algum lugar entre o oeste da Rússia e o norte da Europa. Quando foi mencionada, pela primeira vez, seu Diretor era o Professor Karkaroff. O Instituto Durmstrang é um tradicional competidor do Torneio Tribruxo contra Hogwarts e Beauxbatons.

Descrição Estendida[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos Iniciantes: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Em O Cálice de Fogo capitulo 11, Draco Malfoy comenta, a bordo do Expresso de Hogwarts, que ele deveria ter ido para Durmstrang e que lá eles ensinam magia das Trevas (embora seja proibido usar magia das Trevas fora da escola). Aparentemente ele estava discutindo o Torneio Tribruxo com seus amiguinhos, mas não ficamos sabendo sobre o Torneio até mais adiante no livro.


O grupo de Durmstrang chega para o Torneio Tribruxo, num navio que aparece no meio do lago de Hogwarts. O Diretor, Igor Karkaroff apressa a todos para entrarem no castelo porque “Viktor” está resfriado. Ron fica espantado quando descobre que “Viktor” é o famoso apanhador do Quadribol, Viktor Krum.

Viktor se torna o campeão por Durmstrang no Torneio Tribruxo. Ele tem um bom desempenho, ficando na disputa com Cedric e Harry até a tarefa final.

No Baile de Inverno, Krum comenta alguns aspectos da vida na escola Durmstrang para o seu par no baile, Hermione. Karkaroff briga com ele por revelar segredos de Durmstrang. Em resposta, o Professor Dumbledore sugere que ninguém pode dizer que conhece todos os segredos de qualquer escola, mencionando a Sala Precisa, um lugar que ele encontrou, um dia, e depois nunca mais.

Karkaroff foi um Comensal da Morte, que conseguiu ter sua pena em Azkaban reduzida, por ter entregado um colega Comensal para o Ministério. (fez delação premiada) Por causa disso, quando Voldemort retorna, Karkaroff foge e não se ouve falar nele por mais de um ano. Não sabemos quem foi o Diretor na sua ausência.

Com a fuga de Karkaroff, Ron fica imaginando se no final do ano escolar, o grupo de Durmstrang vai ficar preso em Hogwarts, sem ter quem leve o navio de volta para casa. Viktor assegura a ele que isso não vai ser problema; o Diretor ficou na sua cabine praticamente durante toda a viagem de ida, deixando que os estudantes conduzissem o navio, de modo que eles estavam bem preparados para fazer a viagem de volta.

Descobrimos em As Relíquias da Morte, capitulo 8, que Gellert Grindelwald foi educado em Durmstrang. Viktor Krum, quando estudava lá, ficava aborrecido porque o símbolo de Grindelwald, uma linha dentro de um círculo dentro de um triângulo, era um grafiti muito comum na escola e porque muitos alunos afirmavam concordar que as idéias de Grindelwald, sobre a inerente superioridade dos bruxos sobre os Trouxas.

Análise[editar | editar código-fonte]

Não há de fato, na história, algo em que se basear para localizar Durmstrang. Sabemos que é num lugar mais frio do que a Inglaterra, que lá existem glaciares e montanhas, que o aluno Viktor Krum é búlgaro e que o Diretor Karkaroff tem um sobrenome que parece da Europa Oriental. Gellert Grindelwald no entanto, tinha um sobrenome alemão, e também estudava lá. Os fatos que temos, deixando de lado Grindelwald, parecem indicar Europa Oriental, particularmente no norte, ou Escandinávia, como lugares possíveis para abrigar a escola, mas a Suiça, especialmente nas montanhas, também serviria, embora não tenha saída para o mar. Se o acesso ao mar é necessário para os alunos de Durmstrang usarem o barco mágico, não sabemos, como não acreditamos que haja acesso ao mar partindo do lago de Hogwarts. O nome, que parece ser baseado no alemão, pode também sugerir a Suiça, embora a Russia também seja uma possibilidade. A península Kola perto da fronteira com a Finlândia seria também uma boa localização.

O nome Durmstrang foi provavelmente derivado de Sturm und Drang, em alemão tempestade e estresse. Não há explicação para o fato de uma escola localizada na Europa Oriental ter um nome baseado em palavras alemãs; no entanto, o nome da escola deve ter sido estabelecido pelos seus fundadores, que podem ter sido alemães fugindo da perseguição.

Talvez tenha sido uma surpresa para o leitor, a revelação de que existem outras escolas de magia e bruxaria além de Hogwarts. Uma vez que sua existência é revelada, porém, se torna óbvio que devem existir escolas em outros países; em Hogwarts vemos apenas alunos das Ilhas Britânicas e certamente bruxos e bruxas de outros países da Europa irão a outras escolas. Também devemos imaginar que existem escolas de bruxaria na América do Norte. A cidade de Salem, Massachusetts, é mencionada na série, diversas vezes; talvez fique lá a escola de Bruxaria.

É importante reparar que Durmstrang dá grande importância às Artes das Trevas, ou assim parece. Não observamos isso em nenhum dos alunos; pode ser que essa reputação da escola seja porque ela está localizada numa terra severa e proibida. É verdade que Grindelwald, o bruxo das trevas, foi educado lá; mas também é verdade que Voldemort foi educado em Hogwarts, e a escola não ficou com essa má reputação.

Perguntas[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Visão Completa[editar | editar código-fonte]