Guia dos Trouxas para Harry Potter/Livros/O Prisioneiro de Azkaban/Capítulo 19

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Capítulo 19 O Servo de Lord Voldemort[editar | editar código-fonte]

spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso: Seguem detalhes do enredo.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Snape encontrou a Capa da Invisibilidade de Harry aos pés do Salgueiro Lutador. Ele ia levar a Poção de Acônito de Lupin no escritório deste, quando reparou num Mapa muito interessante na mesa de Lupin. O Mapa confirmou sua suspeita de que Lupin estava ajudando Sirius Black. Antes que Lupin pudesse dar alguma explicação, Snape lançou o feitiço Incarcerous, e cordas mágicas amarraram Lupin. Snape então insistiu em que todos retornassem ao castelo, de modo que ele pudesse dar uma palavra aos Dementadores. Harry bloqueia a porta e pede que Snape escute, quando Snape recusa, Harry lança o feitiço Expelliarmus para desarmá-lo, no que foi imitado por Ron e Hermione. A tripla força do feitiço joga Snape contra a parede e o deixa desacordado.

Harry ainda duvida da história de Lupin. Lupin pede que Ron lhe entregue Perebas, Ron protesta dizendo que mesmo que Peter Pettigrew assumisse a forma de um rato, quem disse que esse seria Perebas? Black explica que quando Cornelius Fudge o visitou em Azkaban, lhe deu um jornal que continha uma foto da família Weasley, e na foto ele reconheceu Pettigrew (como Perebas) por causa do dedo que falta. Pettigrew cortou seu dedo antes de matar os Trouxas, depois gritou que Black matou James e Lily para todos ouvirem e explodiu a rua toda. No meio do caos ele se transformou, e desapareceu dentro de um bueiro, seu dedo cortado ficou para trás como evidência de que ele estava morto.

Lupin ressalta que Perebas esteve na família Weasley durante doze anos, enquanto que um rato comum vive apenas três ou quatro. Lupin observa que Perebas parece doente, mas Ron diz que é o estresse causado por Bichento (aquele gato maluco), que tenta pegá-lo sempre. No entanto, Harry lembra, que Perebas já parecia doente no Beco Diagonal, e antes que Hermione comprasse Bichento, talvez mesmo por causa de ter ouvido sobre a fuga de Black. Bichento reconheceu Pettigrew pelo que ele de fato é. Ele também observou Black e de início não confiou nele, mas o ajudou quando entendeu qual era o propósito de Black. Não conseguindo levar Perebas até Sirius, Bichento roubou as senhas de Neville e mais tarde contou a Black que Perebas havia desaparecido, deixando sangue e pelos nos lençóis de Ron. Black acreditou que Peter tinha se escondido novamente; depois de tudo o que aconteceu, fingir-se de morto mais uma vez poderia funcionar como funcionou antes.

Quando Black vai matar Pettigrew, Harry diz que Black era o fiel do segredo de seus pais e os traiu. Black afirma que ele foi sim, responsável pelas mortes deles, mas não era o fiel do segredo; ele convenceu James e Lily a mudar o fiel do segredo, usando Pettigrew ao invés dele, acreditando que ninguém suspeitaria de um bruxo fraco como Pettigrew. Quando Black foi checar o esconderijo de Pettigrew e não o encontrou sem vestígios de luta no local, ele teve medo de que algo houvesse acontecido. Ele foi então à Godric´s Hollow e encontrou os corpos de James e Lily em meio a casa destruída e logo entendeu que, Pettigrew os havia entregado à Voldemort.

Lupin pede que esperem para que ele e Black lancem um feitiço que transforme Perebas novamente em ser humano, um homenzinho pequenino com feições que lembram um rato, cabelos descoloridos, e uma grande careca; esse é Peter Pettigrew. Quando Lupin pede uma explicação sobre a noite em que James e Lily morreram, Pettigrew choramingou dizendo, que fingiu a própria morte com medo que Black, depois dele ter traído os Potters, viesse atrás dele, com os poderes que “Você-Sabe-Quem” o ensinou. Black responde que os seguidores de Voldemort não estão nada satisfeitos com Pettigrew, que Voldemort foi atrás dos Potters com as informações que Pettigrew deu e foi lá que o Lord das Trevas morreu. Black diz que seus colegas prisioneiros em Azkaban, os Comensais da Morte, pensam que Pettigrew enganou e traiu Voldemort; muitos ainda estão à solta e provavelmente acreditam nisso também. Lupin pergunta porque um homem inocente ficaria escondido por doze anos. Pettigrew alega que estava apavorado porque foi ele quem botou o maior tenente de Voldemort, Sirius Black, em Azkaban. Sirius furiosamente lembra a Pettigrew que ele, (Pettigrew), era o fiel do segredo dos Potters. Pettigrew alega que nunca tentou machucar Harry nos três anos que o conhece, e que isso é a prova de que não é um Comensal da Morte. Black responde que Pettigrew nunca machucou Harry porque não se arriscaria a agir em favor de Voldemort, a menos que soubesse que Voldemort poderia protegê-lo.

Black manteve sua sanidade em Azkaban, se transformando em cachorro quando as coisas ficavam insuportáveis. A mente simples de um cão é menos afetada pelos Dementadores do que a mente humana. Os Dementadores são cegos e não conseguiam vê-lo se transformar, ao invés, eles se guiam pelas emoções. Quando Black reconheceu Pettigrew em sua forma de Animago na fotografia, ele jurou que ia mostrar a todos o traidor. Como um cão, ele conseguiu fugir dos Dementadores, viajou até o norte até Hogwarts e viveu na Floresta Proibida, saindo para ver os jogos de Quadribol. Harry, finalmente fica convencido de que Black é inocente.

Os pedidos de perdão de Pettigrew são ignorados, e ele admite que serviu ao Dark Lord, porque Voldemort o teria matado se ele resistisse. Black responde que então, ele deveria ter morrido ao invés de trair seus amigos, como eles fariam por ele.

Lupin e Black se preparam para executar Peter, mas Harry interrompe, para proteger os dois melhores amigos de seu pai, de se tornarem assassinos; Pettigrew será entregue aos Dementadores. Black e Lupin concordam e Lupin amarra Pettigrew. Com o feitiço Ferula coloca talas na perna de Ron. Black avisa Pettigrew que, se ele se transformar, vai matá-lo. Lupin usa o feitiço Mobilicorpus, para fazer Snape, inconsciente, flutuar junto com eles para fora da Casa dos Gritos. Black sugere que duas pessoas fiquem amarradas com Pettigrew para evitar que ele escape. Lupin e Ron se oferecem, e Black, usando a varinha de Snape, conjura algemas. Com Bichento conduzindo o grupo, eles retornam pelo túnel.

Análise[editar | editar código-fonte]

Harry fica extremamente confuso ao tentar entender quem está dizendo a verdade. Em geral, suas emoções dominam suas ações, e ele age sem considerar todos os fatos, mas, dessa vez ele escuta a história de cada um. Até então, ele estava decidido a matar Sirius Black para vingar seus pais, sem pensar em nenhuma conseqüência. No entanto, o caráter admirável de Harry rapidamente toma outra atitude. Após o choque a confusão iniciais, Harry rapidamente recupera a calma, e analisa a situação dentro da lógica, e pensa no que iria acontecer depois. Se Lupin e Black matassem Pettigrew, ainda que fosse para vingar os Potters, eles seriam condenados como assassinos. Então, ele age rápido para evitar a execução de Pettigrew, protegendo ambos e a verdade, ao manter vivo Pettigrew. Ao resolver essa situação da maneira correta com Pettigrew eles fariam justiça. Por um instante, é o aluno guiando o professor.

Nesse livro, capitulo 13, todos pensaram que Neville perdeu sua lista de senhas, e Sirius Black a encontrou. Na verdade, foi Bichento que a roubou de Neville a pedido de Sirius. Com certeza, perder a lista era uma coisa que, possivelmente Neville faria, e pode-se discutir se ele deveria ou não, apesar de sua memória fraca, fazer ou carregar essa lista, mas parece que ele foi punido por um ato que ele só cometeu parcialmente.

Esse ponto merece um pouco de nossa atenção por causa do planejamento meticuloso da autora. Sirius tinha que entrar no dormitório, mas ele não podia fazê-lo sem a senha, mesmo em forma de cachorro. Ninguém poderia ajudar Sirius, portanto ele não conseguiria a senha, então precisava roubá-la. Faz sentido que seria mais fácil roubar, se a senha fosse escrita, e Neville tinha uma história, desde o primeiro livro, capitulo 9, de perder as senhas, portanto ele seria a pessoa ideal para ter escrito uma cópia. A Mulher Gorda, no entanto, não tinha o hábito de mudar as senhas, então não seria lógico Neville, nessa altura do ano, ter esquecido a senha. Porém, quando a Mulher Gorda fugiu e colocaram um guardião paranóico no lugar, ele começou a trocar as senhas constantemente, o que deixou Neville complicado. Bichento, é claro, tem seu papel como agente do roubo, mas não é o fato central; ele foi colocado na posição de destaque, para explicar porque Perebas estava tão estressado e praticamente doente.

Não foi explicado como Bichento deixou a Torre da Gryffindor com a lista das senhas, sem ser visto. No entanto, podemos notar que Bichento parece passar livremente entre a Torre e a parte externa da escola. Por causa da necessidade dos gatos de ter seu banheiro, e da longa convivência no mundo dos Trouxas com as bruxas, não é estranho suspeitar que exista uma uma “porta para gatos”, mágica, que liga a Torre da Gryffindor aos terrenos, feita especialmente para as necessidades dos gatos.

Na lista dos possíveis pets que podem ser levados para a escola, no primeiro livro, capitulo 5, não há menção a gatos sendo possíveis pets; talvez isso seja uma restrição para os alunos de primeiro ano apenas, como vassouras. Podemos reparar que não há outro aluno de Gryffindor que tenha um gato como pet.

Snape aqui, claramente, decidiu qual é a verdade e, rejeitou qualquer outra explicação que pudesse estragar sua “compreensão”, então amarrou e amordaçou Sirius e Lupin. Enquanto Harry ainda não acreditava completamente na história de Black, ele tinha certeza de que Lupin era digno de confiança, e resistiu à recusa teimosa de Snape a sequer ouvir Lupin. O fato de Ron se juntar a Harry nessa rebelião já era esperado, mas, foi surpresa para todos, inclusive para ela mesma, a participação de Hermione. Essa deve ser a primeira vez que nós vemos dois ou mais bruxos, combinando seus esforços para lançar um simples feitiço. Aparentemente, o efeito é aumentar o poder do feitiço, e no primeiro caso, o Trio lançando o feitiço ao mesmo tempo, sobre Snape, a força adicional foi inesperada até mesmo para os participantes. No segundo caso, Lupin e Black combinaram as forças para transformar Perebas em Pettigrew, e a força adicional devia ser necessária para reverter a transformação do Pettigrew Animago. É interessante notar que Lupin e Black, aparentemente perceberam que deveriam juntar suas forças, para reverter a transformação de Pettigrew.

Perguntas[editar | editar código-fonte]

Revisão[editar | editar código-fonte]

  1. Como Black estava tão certo de que Pettigrew ainda estava vivo?
  2. Por que Black e Pettigrew trocaram de lugar como o “Fiel do Segredo” dos Potters?
  3. Por que Harry, Ron e Hermione derrubaram Snape na Casa dos Gritos?
  4. Como Black escapou da prisão de Azkaban? Por que os Dementadores não conseguiram detectá-lo?
  5. Por que Harry não deixou Lupin e Black matarem Pettigrew?
  6. Por que Pettigrew, que tinha livre acesso a Harry, nunca tentou matá-lo?
  7. Embora Sirius seja inocente, por que ele admite ser responsável pelas mortes dos Potters?

Estudos Adicionais[editar | editar código-fonte]

  1. Como Bichento pode “contar” para Sirius que Perebas havia desaparecido?
  2. Por que a família Weasley não percebeu, nem se perguntou como Perebas tinha uma vida tão longa para um rato?
  3. Se Sirius conseguia enganar os Dementadores, quando estava na forma de Animago, por que ele levou doze anos para fugir de Azkaban?
  4. Por que nunca suspeitaram que Pettigrew era um seguidor de Voldemort? Quais eram os sinais que Sirius e os Potters deveriam ter observado?
  5. Mesmo que Sirius nunca tenha traído os Potters, ele se diz responsável por suas mortes. Ele é? Explique porque sim ou porque não.
  6. Por que Hermione ajudou Harry e Ron a atacarem Snape?
  7. Por que Snape se recusou a considerar as explicações de Lupin e de Black sobre Pettigrew e os Potters?

Visão Completa[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Ficou claro nos últimos capítulos, que Bichento é mais do que um gato comum. According to the author, ele é, na verdade, parte Kneazle, uma criatura parecida com um gato, que é em geral associada aos bruxos. Eles são inteligentes e conseguem se comunicar com outros animais, de modo que, Black em forma de cachorro, podia receber e dar informações.

A decisão de Harry de evitar que Lupin e Black executassem Pettigrew, embora humana, e sendo a coisa mais certa a se fazer, vai ter repercussões trágicas. Pettigrew logo foge, e vai, como era previsível, retornar para Voldemort. Mais tarde ele vai aprisionar Bertha Jorkins, uma funcionária do Ministério da Magia, e vai ser com ajuda dela (contra sua vontade) e sua morte, e com a assistência de Pettigrew, que Voldemort vai capturar Harry, vai dar a ordem para o assassinato de Cedric Diggory, e se reincorporar num ritual macabro. A participação direta de Pettigrew na ressurreição do Dark Lord, finalmente vai resultar em muito mais mortes. Se Lupin e Black tivessem executado Pettigrew, talvez, ambos teriam sido sentenciados à Azkaban pelo assassinato.

Notamos que Lupin perdeu sua última Poção de Acônito e vai haver sérias conseqüências. Embora saiba que vai essa noite vai ter lua cheia, Lupin, na agitação de ver os nomes de Pettigrew e Black no Mapa do Maroto, corre para fora, antes que Snape lhe traga a Poção. O resultado é que Lupin se transforma num lobisomem sem consciência humana, pondo seus companheiros em perigo. Se Lupin tivesse tomado a última Poção, ele teria mantido a consciência após a transformação, e Pettigrew provavelmente não conseguiria escapar. Ao perder a dose final, Lupin se torna um animal sem consciência e selvagem, e Sirius precisa assumir sua forma de cão para proteger Harry e os outros. Enquanto os bruxos adultos estavam ocupados, Pettigrew agarra a oportunidade e volta a se transformar em rato e foge.

Snape ter sido posto a nocaute, foi necessário para o desenvolvimento da trama. Se Snape estivesse consciente, mesmo amarrado e amordaçado, ele teria podido ver Pettigrew voltar à forma humana, e sua visão de tudo o que aconteceu poderia ter sido outra. É a teimosia e a insistência de Snape na culpa de Black, que estabelece não apenas os capítulos finais desse livro, mas o fato de Black doar casa à Ordem da Fênix para ser usada como o Quartel General da Ordem. Frustrado em sua esperança de receber A Ordem de Merlin, por sua parte na captura de Black, Snape revela a natureza lobisomem de Lupin, com isso forçando o professor a se demitir do cargo de professor de DCAT. Dessa maneira ele cumpre as condições, que mais tarde vamos descobrir como a maldição dessa posição, sem destruir Lupin no processo. (essa maldição do cargo de professor de DCAT sempre acaba muito mal para os professores, assim ele poupou Lupin)

Conexões[editar | editar código-fonte]

  • O Mapa do Maroto, criado por James Potter, Sirius Black, Remus Lupin e Peter Pettigrew, foi usado pela primeira vez no capitulo 10 desse livro, para permitir a Harry ir até Hogsmeade, e no capitulo 14 foi confiscado por Lupin; ele tinha acabado de mostrar Lupin e brevemente mostrou Snape, as pessoas estavam se reunindo na Casa dos Gritos, através do túnel embaixo do Salgueiro Lutador. Depois que Harry recebe o Mapa de volta, ele o usa para evitar Pirraça e Filch durante o quarto livro; depois, o Mapa foi pego emprestado pelo Professor Moody, e tem um papel importante na trama de Barty Crouch Jr. no assassinato de seu próprio pai Bartemius Crouch Sr. Harry também o usa para evitar que vejam a Armada de Dumbledore e a si próprio em A Ordem da Fênix. Harry usa o Mapa para observar as atividades de Malfoy no livro seis. Finalmente, no último livro, Harry usa o Mapa para observar Ginny enquanto ela assiste as aulas em Hogwarts.
  • Peter Pettigrew, apresentado nesse capitulo, será o instrumento para restaurar o poder de Voldemort, embora Voldemort trate Pettigrew como um servo inferior. O fato de Harry ter impedido Lupin e Black de matarem Pettigrew, irá, vamos ver mais tarde, deixar Pettigrew com um débito de vida para com Harry; isso vai contribuir para o modo como Voldemort trata Pettigrew, e definitivamente, vai resultar na salvação da vida de Harry, quando em perigo nas mãos de Pettigrew no último livro da série, capitulo 23.