Guia dos Trouxas para Harry Potter/Livros/O Prisioneiro de Azkaban/Capítulo 17

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Capítulo 17 Gato, Rato e Cão[editar | editar código-fonte]

spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso: Seguem detalhes do enredo.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Ainda escondidos sob a Capa da Invisibilidade, Harry, Ron e Hermione discutem se vão retornar para confortar Hagrid, mas decidem seguir para o castelo. Perebas morde Ron, que luta para segurá-lo. Harry vê Bichento se aproximando, aparentemente seguindo os guinchos de Perebas. Perebas foge, com Bichento em seu encalço. Ron corre atrás de Perebas, e Harry e Hermione perdem a Capa ao correrem atrás deles. Ron agarra Perebas, mas um cão negro e enorme aparece derrubando Harry e agarrando Ron. O cão arrasta Ron para dentro de um buraco sob as raízes do Salgueiro Lutador, quebrando a perna de Ron. Harry é golpeado por um galho furioso do Salgueiro ao tentar segui-los.

Bichento mergulha sob os galhos e aperta um pequeno nó no tronco da árvore. Os galhos ficam imóveis; seguindo Ron e cão negro, Harry e Hermione entram num túnel que leva à Casa dos Gritos. Na parte de cima da Casa, Ron está caído ao lado de uma cama de uma velha cama de dossel, e avisa a eles que aquilo é uma armadilha; o cão é Sirius Black, um Animago. Black lança Expelliarmus e desarma Harry e Hermione.

Sirius comenta que fica feliz porque Harry agiu como seu pai faria, vindo salvar seu amigo ao invés de correr pedindo ajuda; isso torna as coisas mais fáceis. Ron diz que Black vai ter que matar todos eles, não apenas Harry, mas Black responde, que nessa noite vai matar apenas um. Harry pergunta se matar doze Trouxas além de Peter Pettigrew não foi o bastante e avança sobre Black (que está fraco) agarrando seu pulso. Black sufoca Harry com a mão livre. Hermione chuta Black enquanto Ron agarra sua mão da varinha. Bichento arranha a mão de Harry mas o garoto recupera sua varinha que está caída no chão, enquanto Hermione pega sua própria varinha e a de Ron. Indefeso, Black pergunta se Harry vai matá-lo. Harry diz que sabe que Black traiu seus pais para Lord Voldemort. Black admite que foi o responsável mas que a história é muito mais complicada. Enquanto Harry decide se vai ouvir ou não, Bichento, senta, deliberadamente, no peito de Black, resistindo às tentativas de Black, de empurrá-lo.

De repente, o Professor Lupin entra pela Casa, desarma Harry, Ron e Hermione e pergunta: “Onde está ele?” Black aponta para Ron. Lupin pergunta: “Por que ele não se revelou antes? A não ser que… a não ser que ele fosse o… A não ser que você tivesse trocado… Sem me dizer?” Black concorda, Lupin levanta Black, abraçando-lo. Hermione se sentindo traída, diz a Lupin que confiava nele e protegeu seu segredo, que ele é um lobisomem. Lupin admite que é um lobisomem, mas não está ajudando Black e nem Black quer matar Harry. Os professores de Hogwarts sabem que ele é um lobisomem, o Professor Dumbledore os convenceu que ele é confiável. O Professor Snape mandou que eles fizessem o trabalho sobre o lobisomem, na expectativa de que algum aluno percebesse e entregasse o segredo de Lupin.

Lupin devolve as varinhas do Trio coloca sua própria varinha no cinto, e pede ao Trio para escutar. Lupin viu o nome de Black no Mapa do Maroto, um Mapa que Lupin ajudou a criar, quando era aluno de Hogwarts. Lupin é “Aluado”. Ele viu alguém no Mapa junto com o Trio. Lupin e Black contam que Perebas é na verdade um bruxo Animago: Peter Pettigrew.

Análise[editar | editar código-fonte]

Harry, chocado pela aparente traição de Lupin e dominado por emoções extremas, está pensando e agindo totalmente sem lógica. Inicialmente ele deseja matar Black, que até admitiu que foi responsável pela morte dos Potters. embora o comportamento de Black e sua preocupação com a perna quebrada de Ron, desmintam sua intenção assassina. No entanto a chegada de Lupin na hora exata e de surpresa, impedem Harry de ferir Black, embora seja difícil acreditar que Harry o iria matar ou feri-lo seriamente. A profunda humanidade de Harry, com certeza o proíbe de agir de maneira violenta, mesmo contra seus inimigos, a menos que seja para proteger outros. Só depois que Harry é obrigado a se acalmar, ele escuta Lupin, embora, a explicação que Perebas é na verdade um bruxo Animago pareça inacreditável demais para se engolir.

Hermione também se sente traída, tendo acreditado em Lupin e protegido seu segredo. Se Lupin estiver mentindo e na verdade protegendo Black, Hermione ficando em silencio, pode sem querer ter condenado Harry. Lupin nega tudo, mas devido ao que sabemos sobre Black, está muito difícil acreditar assim como o Trio também está incrédulo.

O fato de Lupin ter devolvido as varinhas dos três, e depois ter posto sua própria varinha no cinto, é provavelmente a única coisa que pode ter, pelo menos temporariamente acalmado a situação; isso mostra que Lupin está muito seguro de sua posição, que ele acredita em si mesmo para convencer o Trio do que ele vai contar e que acredita que não vai ser necessário duelar com ninguém para convencê-los. Ao ficar indefeso, ele garante que não será atacado antes de ser ouvido. Isso talvez, no entanto, vá ter repercussões mais tarde.

Já foi comentado diversas vezes que havia quatro Marotos, Aluado, Rabicho, Almofadinhas e Pontas. A revelação de que Lupin, sob o nickname de Aluado, é um Maroto, pode levar o leitor a suspeitar que Black, James (o pai de Harry) e Pettigrew, que descobrimos que foram colegas de escola, sejam os outros Marotos. Porém, ainda não entendemos o porquê desses nicknames.

Agora que a forma de Animago de Black é conhecida, um grande cão negro, podemos concluir que era ele o mesmo cão que Harry viu perto da Rua dos Alfeneiros, no capitulo 3 e também durante o jogo de Quadribol, no capitulo 9, que ele acreditava ser o Sinistro. E se era ele, e o estilo econômico da autora nos faz entender isso, então qual era a verdadeira intenção de Black, se ele não queria matar Harry?

Perguntas[editar | editar código-fonte]

Revisão[editar | editar código-fonte]

  1. O que Black quis dizer ao comentar que estava feliz porque Harry agiu como seu pai?
  2. O que Lupin, Pettigrew e Black estão mantendo em segredo sobre eles mesmos? Por que?
  3. Por que Hermione nunca revelou o segredo de Lupin? Como ela descobriu?
  4. Lupin sabia que Black e Pettigrew estavam na Casa dos Gritos, usando o Mapa do Maroto. Como ele sabia usar o Mapa?

Estudos Adicionais[editar | editar código-fonte]

  1. Por que Bichento atacou Harry quando ele pegou sua varinha e por que sentou no peito de Sirius, se recusando a sair?
  2. Harry teria matado Black se Lupin não interviesse? Explique por que ele mataria ou não.
  3. Como Bichento sabe a maneira de parar o Salgueiro Lutador?
  4. O que Lupin quis dizer quando ele pergunta se Black “trocou”?

Visão Completa[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Como é comum na série, o clímax do livro liga muitos elementos da trama, enquanto ainda deixa perguntas em aberto para os livros futuros. Ao invés de simplesmente amarrar cada uma das revelações importantes num único capítulo, o fechamento da história leva três capítulos, e as atividades dos personagens principais durante o período leva mais três capítulos. A revelação essencial é tão complexa que, seis capítulos, é mais ou menos um terço dos 22 capitulos do livro, e cobrem somente um período de quatro horas no total da linha de tempo da história. Embora que, na verdade, três horas desse tempo, são cobertas duas vezes.

Nesse capitulo ficamos sabendo que Sirius Black nunca teve a intenção de matar Harry, embora isso ainda pareça duvidoso; que Lupin também acredita que Black nunca quis matar Harry; e que Peter Pettigrew, que todos acreditavam estar morto, na verdade está vivo na forma de Perebas. É uma mudança completa de perspectiva para nós, leitores acreditarmos; Harry evidentemente não consegue acreditar, mas, cada ponto será reafirmado nos próximos dois capítulos, não apenas por Black e Lupin, mas até sem querer, pelo Professor Snape. Descobriremos que Black foi condenado e aprisionado por um crime que não cometeu, e que Black se sente responsável pela morte dos pais de Harry, embora nunca os tenha traído. Pettigrew, sendo forçado a assumir sua forma humana vai provar que Black não o matou, o que sugere com certeza que, os Trouxas mortos naquele incidente, foram assassinados por Pettigrew.

No Natal foi revelado que Black era padrinho de Harry, e descobriremos que ele manteve uma grande afeição por seu afilhado. Enquanto Black estava preso, ele queria saber como Harry estava crescendo, e depois que fugiu de Azkaban, ele foi à Rua dos Alfeneiros tentar ver Harry, ainda que de longe. Ele esteve no jogo de Quadribol para ver se Harry voava bem. Em ambas as ocasiões, ele estava em sua forma de Animago, a forma que Harry pensou fosse o Sinistro. Ele também estava em sua forma de Animago no capitulo 15, na noite em que Harry o viu com Bichento.

Nos próximos livros, Sirius vai participar ativamente da vida de Harry. Se é que pode haver alguma coisa de verdade por trás das previsões da sorte, mambembes, de Trelawney, talvez o Sinistro que ela via repetidamente no futuro de Harry seja Sirius.

Perebas continua a tentar escapar, desde o capitulo anterior quanto ele tenta voltar a se esconder dentro da leiteira, onde Hermione o encontrou, até o momento aqui, em que ele escapa das mãos de Ron. Uma vez que sabemos, quem realmente é Perebas, claro que suas tentativas de fugir têm lógica; ele está mortalmente apavorado de ser descoberto por Sirius, a quem ele acusou, falsamente das mortes de James, Lily e dele próprio. É um testemunho da habilidade da autora, que a ação desse capitulo nos impeça de imaginar porque Perebas fica tentando escapar.

Conexões[editar | editar código-fonte]

  • O Mapa do Maroto, criado por James Potter, Sirius Black, Remus Lupin e Peter Pettigrew, foi usado pela primeira vez no capitulo 10 desse livro, para permitir a Harry ir até Hogsmeade, e no capitulo 14 foi confiscado por Lupin; ele tinha acabado de mostrar Lupin e brevemente mostrou Snape, as pessoas estavam se reunindo na Casa dos Gritos, através do túnel embaixo do Salgueiro Lutador. Depois que Harry recebe o Mapa de volta, ele o usa para evitar Pirraça e Filch durante o quarto livro; depois, o Mapa foi pego emprestado pelo Professor Moody, e tem um papel importante na trama de

Barty Crouch Jr. no assassinato de seu próprio pai Bartemius Crouch Sr. Harry também o usa para evitar que vejam a Armada de Dumbledore e a si próprio em A Ordem da Fênix. Harry usa o Mapa para observar as atividades de Malfoy no livro seis. Finalmente, no último livro, Harry usa o Mapa para observar Ginny enquanto ela assiste as aulas em Hogwarts.