Guia dos Trouxas para Harry Potter/Livros/O Enigma do Príncipe/Capítulo 11

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Capítulo 11
A Ajudinha de Hermione[editar | editar código-fonte]

spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso: Seguem detalhes do enredo.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

As aulas prosseguem com os alunos ainda tentando aprender feitiços não verbais, não apenas em DCAT, mas também em Feitiços e Transfiguração. Hagrid tem ignorado Harry, Ron e Hermione aparentemente porque eles não estão assistindo suas aulas, então Harry decide visitá-lo

Harry programa testes para selecionar um novo time de Quadribol. Numa tentativa de explicar porque tantos alunos se inscreveram para os testes, Hermione fica impaciente e afirma para Harry que ele “nunca foi mais desejável” e “é até bom que você cresceu uns trinta centímetros no verão.” Aparentemente é Harry que é popular, ao invés do Quadribol. Hermione ignora o comentário de Ron, que ele também é alto.

Os novos livros de Poções de Harry e Ron chegam. Querendo manter as notas do Príncipe, Harry remove (Diffindo) as capas e troca os livros, depois recoloca as capas (Reparo). O livro com aparência de velho, agora estava novíssimo por dentro, e pode ser devolvido ao Professor Slughorn.

Hermione lê no Profeta Diário, que o condutor do Nôitebus Stan Shunpike, foi preso por comentar sobre os planos dos Comensais da Morte.

Dumbledore esteve fora da escola desde a aula particular com Harry. Conforme o medo generalizado se espalha na população bruxa, os pais de Eloise Midgeon a tiram de Hogwarts, preocupados com sua segurança. Também a mãe de Hannah Abbott foi encontrada morta.

O Trio vai para o campo de Quadribol para assistir aos testes, passando por Parvati e Lavender, que sorriem para Ron. Quando ele sorri de volta, Hermione fica fria e distante. Os testes são uma decepção; Harry para começar teve mandar embora um grupinho de garotas que aparentemente só estava lá para dar uma boa olhada nele. Lavender deseja sorte para Ron quando ele vai para o campo. Ouvindo isso, Hermione mais tarde dá parabéns a Ron por jogar brilhantemente, agradando Ron mas frustrando Lavender. Harry escolhe Katie Bell, Ginny e uma nova jogadora chamada Demelza Robins como artilheiras, e Jimmy Peakes e Ritchie Coote como batedores. Ron é o novo goleiro para aborrecimento de Cormac McLaggen. Enquanto estão a caminho da cabana de Hagrid, Ron comenta que McLaggen parecia enfeitiçado por Confundo, durante o último tiro a gol; sem que Ron percebesse, Hermione fica muito vermelha.

A conversa com Hagrid é estranha, uma vez que ele parece distante e mal humorado com eles, mas ele e o Trio ficam bem depois que ele conta a verdadeira causa da sua falta de ânimo: é porque Aragog pode estar morrendo, além deles não estarem fazendo sua matéria, embora não tivessem mesmo tempo.

De volta ao castelo, eles vêm Cormac McLaggen tentando subir os degraus da frente com dificuldade e correndo e esbarrando nas portas. Puxando Hermione de lado, Harry diz que Cormac parecia ter sido Confundido. Hermione admite que o Confundiu, se defendendo afirmando que ele fez comentários horríveis sobre Ron e Ginny e que o temperamento dele iria causar problemas no time.

O Professor Slughorn convida Harry e Hermione para uma “pequena festa, uns poucos astros e estrelas em ascensão,” e ignora Ron. Harry recusa, dizendo que está em detenção, mas Slughorn diz que vai pedir a Snape para liberá-lo.

O Profeta Diário reporta que Arthur Weasley deu busca na Mansão Malfoy procurando por objetos mágicos suspeitos, mas não encontrou nada. Hermione insiste que Draco não pode ter levado para dentro de Hogwarts nenhum objeto, porque tudo é checado pelos Sensores de Segredos. Ron, nessa altura, está encarando Lavender Brown, enquanto Harry recebe uma mensagem do Professor Snape dizendo que ele está sendo esperado para a detenção, não importa que seja convidado para milhares de festas.

Análise[editar | editar código-fonte]

Hogwarts permanece um local relativamente seguro, e os estudantes têm sido protegidos da maioria dos acontecimentos cada vez mais violentos que estão ocorrendo com a maioria da população mágica. No entanto, conforme os ataques aumentam, os leitores podem ver como o medo e a insegurança se espalharam no castelo, de tal forma que alguns pais tiraram os filhos da escola.

Além disso, Dumbledore, um símbolo de força, proteção e estabilidade para, tanto os alunos como os funcionários, agora se foi, e sua ausência também está contribuindo para o estresse geral e preocupação, assim como os rumores sobre Voldemort e seus Comensais da Morte. Seja lá o que for que Dumbledore esteja fazendo, ele provavelmente sabe que sua ausência frequente particularmente afeta Harry, e talvez seja por isso que ele enfatiza como é importante amizade e união. Ele encoraja Harry a partilhar qualquer coisa que descobre com Ron e Hermione, sabendo que eles vão ajudá-lo e protegê-lo.

Harry também está vendo um retrato bem claro do Ministério da Magia e de suas táticas enganadoras. Quando Stan Shunpike é preso como Comensal da Morte, Harry sabe que ele certamente é inocente; Harry viu a tendência de Stan a fazer teatro e acredita que Stan estava dizendo saber coisas que não sabia, apenas para impressionar alguém. Não conseguindo prender os verdadeiros Comensais da Morte, Scrimgeour prende vitímas fáceis como Shunpike, como maneira de agradar a comunidade e acalmar os medos sobre Voldemort e deixar o Ministério com uma visão positiva.

Muito interessante... Hermione agindo fora de seu normal, usando o feitiço Confundo em Cormac McLaggen durante o treino do Quadribol, para ajudar Ron. Como já havia feito antes, Hermione quebra as regras se acha que são justificadas. Os leitores também podem achar que Harry quebra as regras para favorecer Ron, afinal McLaggen é um jogador mais forte. Harry acredita que Ron pode superar suas inseguranças, ele tem potencial para se tornar um atleta talentoso como seus irmãos. Ele também pode achar que a personalidade de Ron é mais apropriada para o time, ao invés do egoísta McLaggen, que talvez fosse criar confusão e desafiar a autoridade de Harry. Sem a mãozinha de Hermione, Harry talvez tivesse dificuldade de se explicar ao escolher Ron invés de Cormac.

A despeito da mãozinha de Hermione ajudando Ron, o relacionamento deles permanece estremecido. Seu ciúme mútuo pode indicar que cada um tem sentimentos profundos pelo outro, muito mais do que aceitam. Eventos durante o Baile de Inverno, dois anos antes mostraram que Hermione conhece seus sentimentos muito melhor do que Ron, e compreende os sentimentos de Ron mais do que ele próprio. Ron lutou com o ciúme com Hermione namorou Viktor Krum, e ficou furioso e chateado quando descobriu que ela ainda escreve para Viktor, embora nunca tenha compreendido exatamente suas emoções. Agora as circunstâncias para revertidas quando alguém se interessa por Ron. Hermione pode permanecer em silêncio porque, uma vez que Ron não sabe exatamente quais são seus sentimentos por ela, ela não sabe qual será sua reação.

Os alunos também estão estudando magia mais avançada e lançando feitiços não verbais, que aparentemente são difíceis de aprender. Conseguir lançar feitiços sem que seu oponente saiba quais são, claramente é uma habilidade essencial para um Auror. Harry luta para dominar a técnica, mas se não conseguir aprender isso, sua futura carreira como Auror pode ser afetada.

Harry continua a evitar os convites de Slughorn, e nós sentimos que ele parece satisfeito porque a detenção de Snape deu a ele um motivo para não ir à festa de Slughorn. E embora Ron não queira realmente ir aos encontros, ele se sente menosprezado e isso aumenta seu sentimento de inferioridade com relação a Harry e Hermione. Ron pensa que até mesmo Ginny ganhou a atenção de Slughorn.

A notícia sobre Arthur Weasley investigando a Mansão Malfoy está relacionada com a missão, que Harry acredita que Draco recebeu de Voldemort. A conversa que o Trio ouviu na Borgin e Burkes deixou Harry acreditando que isso envolve algum tipo de objeto de magia negra na escola, e parece que ele conseguiu convencer Arthur Weasley a fazer a busca. Não sabemos ainda porque Arthur não conseguiu achar nada.

Perguntas[editar | editar código-fonte]

Revisão[editar | editar código-fonte]

  1. Por que feitiços não verbais são importantes? Por que Harry tem dificuldade de aprendê-los?
  2. Qual é a verdadeira razão, que Harry acredita, que o Ministério da Magia prendeu Stan Shunpike? Ele tem razão?
  3. Ron mereceu ter sido escolhido para o time de Quadribol ao invés de Cormac McLaggen, que é um atleta muito mais forte? Qual foi a razão de Harry?
  4. Por que o Professor Slughorn convida Harry e Hermione para sua festa, mas não convida Ron?

Estudos Adicionais[editar | editar código-fonte]

  1. Por que Hermione ajuda Ron nos testes de Quadribol, mesmo estando aborrecida com ele?
  2. Os pais tem razão ao tirar os filhos de Hogwarts? Existe alguma evidência para isso?
  3. Por que o Professor Dumbledore está ausente frequentemente de Hogwarts? Como isso está afetando a escola?


Visão Completa[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.


Harry percebe que o Ministério mudou muito na direção oposta. Das negações de Fudge, ineficazes mas sempre ameaçadoras, Scrimgeour agora tenta fazer com que o Ministério aja contra os renascidos Comensais da Morte. Por duas vezes Scrimgeour vai tentar segurar Harry, diretamente, esperando que “O Escolhido” apoie a política atual do Ministério. Próximo do Natal, ele oferece a Harry um lugar no Ministério, dentro da divisão dos Aurores para Harry ser visto, frequentemente, entrando no Ministério. Quando Harry pergunta se Stan Shunpike já foi libertado, Scrimgeour evita responder diretamente; aparentemente por causa dessa evasiva, Harry diz não a ele. Quando Scrimgeour repete a oferta em maio, a conversa foi similar.

A doença de Aragog é uma trama importante mais tarde. O Professor Slughorn estava em Hogwarts quando Tom Riddle era aluno, e estava presente num acontecimento que será importante na missão de Dumbledore. Nesse acontecimento que deixa Slughorn em má situação, ele deu a Dumbledore uma lembrança alterada. A morte de Aragog é uma oportunidade para Harry de pegar Slughorn distraído o suficiente para ser persuadido a liberar a lembrança verdadeira.

Quando Cormac substitui Ron num jogo de Quadribol, o resultado é Harry ser mandado para a ala hospitalar, com a cabeça quebrada e uma das piores derrotas da Gryffindor. Embora seja um evento menor, mostra que Harry está ampliando sua habilidade de julgar o caráter. Harry, inicialmente estava relutante em colocar McLaggen no time, mas tinha alguns motivos para escolher Ron ao invés de Cormac, até por causa de sua performance errática nos treinos e seu jeito meio brigão. Na única vez que Cormac joga no time, os sentimentos de Harry ficam confirmados.

Harry gasta bastante energia evitando os convites de Slughorn, deliberadamente marcando os treinos de Quadribol para baterem junto com as datas, e ele vai ficar contente porque, pelo menos as aulas de Dumbledore são mais importantes do que as festinhas do Clube do Slug. Embora tenha recebido alguns convites, Harry só vai na Festa de Natal do Slug.

O objeto que Malfoy está tentando consertar nunca esteve na Mansão Malfoy, porque está na escola; e se fosse levado para a escola os Sensores de Segredos não poderiam impedir porque não é um objeto de magia negra. É um Armário Sumidouro, um de um par, que Pirraça destruiu anos atrás. Draco o escondeu e está tentando consertá-lo. Ele é o portal para os Comensais da Morte invadirem a escola. A outra parte do par ainda está localizada na Borgin e Burkes, portanto as buscas na Mansão Malfoy não poderiam resultar em nada.

Nunca é mencionado exatamente o que Dumbledore tem feito nas suas ausências constantes, mas parece que tem a ver com as pesquisas na vida passada de Tom Riddle, para tentar encontrar algumas falhas na armadura do menino que se tornou Voldemort. Dumbledore está aparentemente, procurando por pistas que mostrem a localização dos Horcruxes, uma vez que ele sabe de dois deles mas acredita que existem mais, embora nunca tenha sido confirmado.


Conexões[editar | editar código-fonte]

Exceto pela trama que se desenvolve, esse capítulo não tem conexões. Aqui existem dois personagens recorrentes, Stan Shunpike e Aragog, que faz uma de suas raras aparições, mas em geral, não usamos personagens como conexões. E, embora Arthur Weasley dando busca na Mansão Malfoy esteja relacionado à existência dos armários sumidouros, esse arco da história, em particular, não está explicito aqui.