Guia dos Trouxas para Harry Potter/Livros/A Pedra Filosofal/Capítulo 10

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso: Seguem detalhes do enredo.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Na manhã seguinte Harry recebe um pacote fino e comprido pelo correio da manhã. A mensagem que chegou junto avisa para não abrir o pacote ali na mesa e que é uma vassoura, está assinado Professora M. McGonagall. Malfoy já aborrecido porque Harry e Ron aparentemente escaparam e não foram expulsos, quer descobrir o que está dentro do pacote. Descobrindo que é uma vassoura, ele avisa ao Professor Flitwick, mas fica mais decepcionado porque não apenas todos os professores sabem, como a regra que proibia os alunos do primeiro ano terem vassouras foi liberada para Harry e ele ainda teve a aprovação de todos.

Ao cair da tarde, Harry se encaminha para o campo de Quadribol para encontrar com Oliver Wood. Oliver explica as regras do jogo e aproveita para praticar um pouco com Harry. Depois disso, Oliver marca os treinos do time para três tardes por semana.

No Dia das Bruxas, o Professor Flitwick decide que a turma está pronta para praticar o feitiço de levitar coisas, Wingardium Leviosa, que estavam estudando. Hermione aborrece Ron corrigindo o tempo todo quando ele fala alto o feitiço; depois, desafiada por Ron para demonstrar o feitiço, ela é a primeira a fazer sua pena levitar com sucesso. Ron depois diz a Harry que a menina é insuportável e é por isso que ela não tem amigos. Hermione, que ouviu a conversa, corre chorando para o banheiro feminino.

Durante a festa do Dia das Bruxas, o Professor Quirrell entra correndo pelo Salão, gritando histericamente que tem um Trasgo Montanhês dentro das masmorras. Conforme os alunos vão sendo levados para suas salas comunitárias, Harry e Ron lembram que Hermione ainda está no banheiro e escapam para avisá-la sobre o Trasgo. No caminho, eles vêem o Professor Snape aparentemente se dirigindo ao corredor do terceiro andar. Harry e Ron vendo o Trasgo se aproximando, o trancam dentro de um lugar, mas logo descobrem que esse lugar era o banheiro feminino, onde Hermione estava. Então eles disparam para salvar Hermione e o Trasgo ataca os três. Apavorado, Ron grita o primeiro feitiço que lhe vem na cabeça, Wingardium Leviosa. O bastão de madeira do Trasgo flutua no ar e aterrissa na cabeça da criatura que fica inconsciente. Quando os professores chegam, Hermione mente para a Professora McGonagall para proteger Harry e Ron, dizendo que foi idéia dela tentar enfrentar o Trasgo e que Harry e Ron chegaram bem na hora para salvá-la. A Professora McGonagall dá uma bronca em Hermione e tira cinco pontos da Gryffindor, mas recompensa Harry e Ron com cinco pontos cada um por derrotar o Trasgo. Desse dia em diante Hermione se torna amiga de Harry e Ron.

Análise[editar | editar código-fonte]

Harry se sente muito feliz com sua habilidade para voar. Receber de presente uma vassoura de corrida top de linha faz com que ele se sinta leve e cheio de satisfação. Voar e jogar Quadribol, ambos rapidamente se tornam o centro de seus interesses; ele pode levantar vôo ou ir para o campo quando as coisas ficam confusas ou estressantes demais para agüentar.

A personalidade de Hermione começa a mudar nesse capitulo, e nós podemos ver que ela se transforma num personagem mais simpático, quando antes era uma chata que só via um lado das coisas e estava se tornando uma inimiga de Harry. Outra pessoa teria deixado Harry e Ron serem punidos quando na verdade, eles estavam tentando ajudar, mas Hermione imediatamente os protege, assumindo a culpa, mentindo para a Professora McGonagall. Aos poucos, ela vai aprendendo que às vezes, as regras precisam ser quebradas para fazer o que é correto; aqui nós vemos que há esperança para ela. Harry e Ron ficam tão surpresos pela atitude generosa de Hermione, que imediatamente esquecem a implicância com ela. Essa também é a primeira vez em que os três trabalham juntos e combinam suas habilidades com sucesso, indicando como sua amizade vai se tornar vital e poderosa durante o decorrer da história. Aqui nasce o Trio.

Novamente, Harry quebra as regras, acreditando que o fato se justifica - para salvar Hermione. Embora que, ele e Ron queriam apenas avisar Hermione, suas boas intenções atropelaram a lógica e o julgamento, quando, ao invés de avisar a um professor ou a um monitor que havia uma aluna em perigo, eles resolveram ir por conta própria, avisar Hermione sobre o Trasgo. A situação se torna muito mais séria do que eles haviam imaginado, quando ao dar de cara com a criatura, eles são forçados a dominá-la; Ron, a despeito da falta de confiança nas suas habilidades, mostra um talento mágico florescente e uma rápida atitude quando conjura o feitiço (e se lembra da pronúncia certa) para desarmar e incapacitar o Trasgo. McGonagall novamente premia Harry (e Ron) por suas ações, o que pode reforçar sua futura decisão de quebrar as regras. Para os leitores, o fato da Professora McGonagall punir Hermione, que é na verdade a parte inocente da história, parece injusto; mas devemos recordar que a única informação que a Professora tem, é a que Hermione deu a ela, que ela tentou pegar o Trasgo por sua própria conta.

Harry, enquanto isso está cada vez mais desconfiado de Snape depois de tê-lo visto se esgueirando, e suspeita de que ele soltou o Trasgo, provavelmente como uma distração, para poder entrar no corredor proibido. Snape aparecer mais tarde mancando, pode ser a evidência de que cachorro de três cabeças o impediu de entrar no corredor. Ao considerar o tanto de feitiços e encantamentos usados para proteger o castelo de Hogwarts, é de fato estranho que um Trasgo pudesse penetrar nessas barreiras de proteção, sendo muito pouco provável que ele tivesse entrado sem querer. O Trasgo não apenas reforça a noção de que o mundo Mágico é um lugar perigoso e cheio de criaturas amedrontadoras, mas que Hogwarts propriamente é vulnerável; isso prenuncia perigos mais sinistros que podem invadir o castelo no decorrer da série.

De acordo com JK Rowling: Quando estávamos editando o livro A Pedra Filosofal, meu editor queria que eu cortasse a cena onde Harry, Ron e Hermione lutam com o Trasgo. Embora eu tenha aceitado muitos pequenos cortes que ele sugeriu, eu lutei para não fazer esse. Hermione, salve ela, é chata demais na primeira parte da Pedra Filosofal e eu senti que precisava de alguma coisa (literalmente) grande para fazê-la se unir a Harry e Ron. Reference

Perguntas[editar | editar código-fonte]

Revisão[editar | editar código-fonte]

  1. Por que Harry ganhou a vassoura? Quem deu a ele?
  2. O que Draco faz quando descobre sobre a vassoura?
  3. Por que Hermione fica tão aborrecida que se esconde no banheiro feminino?

Estudos Adicionais[editar | editar código-fonte]

  1. Por que Harry foi liberado para ter sua própria vassoura, mesmo sendo contra o regulamento?
  2. Harry está preparado para ser o novo Apanhador do time de Gryffindor? Diga os pros e os contras.
  3. Como pode um enorme Trasgo Montanhês entrar nos terrenos de Hogwarts e dentro do castelo sem ser visto?
  4. Por que Hermione diz que foi ela quem procurou o Trasgo? Como isso mudou o relacionamento dela com Harry e Ron?
  5. Dê exemplos de como Harry, Ron e Hermione foram todos responsáveis por derrotar o Trasgo. Algum deles poderia ter feito isso sozinho? Explique.


Visão Completa[editar | editar código-fonte]

Spoiler[editar | editar código-fonte]

Aviso aos leitores de nível intermediário: Seguem detalhes que vocês podem não querer ler em seu nível atual de leitura.

Harry se torna muito ligado à sua vassoura Nimbus, afinal é um dos primeiros objetos mágicos que ele possui, e voar não é apenas aquilo em que ele é melhor, mas, também é uma coisa que lhe traz imensa felicidade. Um momento desesperador acontece no terceiro livro, quando a vassoura é destruída pelo Salgueiro Lutador. Durante a série, Harry será impedido de voar algumas vezes, o que lhe causa um grande estresse.

Vamos observar nos futuros capítulos, que Harry confia em alguns artefatos mágicos, ao invés de acreditar em sua própria força como bruxo. Nesse livro e no próximo, Harry aparentemente acredita que sua habilidade em voar pode ser atribuída à vassoura, e a destruição da vassoura faz com que ele acredite que nunca mais vai poder voar. Depois, em O Cálice de Fogo, Harry também vai começar a acreditar que toda sua força contra Voldemort depende de sua varinha.

Hermione subitamente se torna mais simpática e agradável quando, agradecida porque Harry e Ron salvaram a vida dela, ela mente apenas para protegê-los, aceitando ser punida para encobri-los. Esse é o acontecimento que mostra como o carinho e a capacidade de Hermione se torna essencial para o sucesso do Trio através dos anos. A ligação entre os três, que se formou nessa cena, é sem dúvida o relacionamento mais importante de toda história.

Embora Harry acredite que Snape foi quem deixou o Trasgo entrar no castelo, na verdade foi o Professor Quirrell, que queria se esgueirar no corredor proibido e roubar a Pedra Filosofal, para restaurar o corpo de Voldemort.

Vamos descobrir que Quirrell escolheu um Trasgo como uma das opções para segurança das masmorras, para proteger a Pedra. Quirrell mais tarde conta para Harry que ele tem um talento especial para lidar com Trasgos. Por causa desse talento, sua reação de pânico na festa deveria parecer suspeita e fora do normal para Snape, que suspeitou que Quirrell estava criando uma cortina de fumaça para poder entrar no corredor do terceiro andar. A tentativa de Snape de chegar lá antes de Quirrell, acabou indo mal porque Fofo, o cachorro de três cabeças, acabou mordendo a perna dele. Também é possível que as suspeitas de Dumbledore fossem aumentadas pelo fato de que ele sabia que Quirrell tinha arranjado um Trasgo para defender a Pedra. Isso talvez explique porque, nas lembranças de Snape em As Relíquias da Morte capítulo 33, vemos Dumbledore sugerindo que Snape ficasse de olho em Quirrell. Não sabemos se essa lembrança veio antes ou depois do acontecido nesse capítulo.

Hogwarts sempre parece formidável e o Trasgo no castelo é apenas a primeira vez em que vemos invadida a segurança da escola. No livro O Prisioneiro de Azkaban capítulo 8, o padrinho fugitivo de Harry, Sirius Black, entra no castelo à noite, através de uma passagem secreta, para aparentemente atacar Harry, mas na verdade por outra razão. Em O Enigma do Príncipe capitulo 27, os Comensais da Morte auxiliados por Draco Malfoy, também entram secretamente no castelo através do Armário Sumidouro que está conectado ao seu par na Borgin & Burkes, a loja na Travessa do Tranco, resultando numa grande batalha entre os invasores e o pessoal de Hogwarts, a Armada de Dumbledore e a Ordem da Fênix.

Em As Relíquias da Morte capítulo 31 há duas maneiras de entrar no castelo ou em seus terrenos. Além do túnel para a Casa dos Gritos que conhecemos em O Prisioneiro de Azkaban, no último livro, As Relíquias da Morte descobrimos uma nova passagem secreta saindo da Sala Precisa e levando ao estabelecimento de Aberforth Dumbledore, o Cabeça de Javali, onde a atual Armada de Dumbledore vem se escondendo. É dessa maneira que o Trio, e mais tarde, os aliados de Harry entram no castelo um pouco antes da batalha final com Voldemort.

O túnel do Bruxo de um Olho Só que Harry usa no livro O Prisioneiro de Azkaban para fugir para Hogsmeade, será descoberto no livro sete e então, fechado. Voldemort e seu exército de Comensais da Morte também assaltam Hogwarts quase no final do livro. Embora eles acabem sendo expulsos, os feitiços protetores que cercam o castelo foram eventualmente quebrados pelo inimigo.