Guia do Linux/Iniciante+Intermediário/Kernel e módulos/modprobe

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

modprobe[editar | editar código-fonte]

Carrega um módulo e suas dependências manualmente. Este comando permite carregar diversos módulos e dependências de uma só vez. O comportamento do modprobe é modificado pelo arquivo /etc/modules.conf .

O programa deve ser rodado pela conta root.

A sintaxe deste comando é: modprobe [módulo] [opções_módulo]

Onde:

módulo
É o nome do módulo que será carregado.
opções_módulo
Opções que serão usadas pelo módulo. Variam de módulo para módulo, alguns precisam de opções outros não, tente primeiro carregar sem opções, caso seja mostrada uma mensagem de erro verifique as opções usadas por ele. Para detalhes sobre que opções são suportadas por cada módulo, veja a sua documentação no código fonte do kernel em /usr/src/linux/Documentation

Nem todos os módulos são carregados corretamente pelo modprobe, o plip, por exemplo, mostra uma mensagem sobre porta I/O inválida mas não caso seja carregado pelo insmod.

Exemplo: modprobe ne io=0x300 irq=10, modprobe sb io=0x220 irq=5 dma=1 dma16=5 mpuio=0x330

Blacklist[editar | editar código-fonte]

Existem casos em que dois ou mais módulos suportam o mesmo device, ou um módulo alega suportar mas tem bug. Para isto, pode-se usar a palavra mágica blacklist no arquivo /etc/modprobe.d/blacklist para ignorar estes módulos.

Existem duas formas de colocar um módulo na lista negra, dependendo do método usado para carregá-lo e do modo como ele é configurado.

Um método é editando o arquivo /etc/modprobe.d/blacklist na forma abaixo:

# Arquivo /etc/modprobe.d/blacklist
 blacklist ieee1394
 blacklist ohci1394
 blacklist eth1394
 blacklist sbp2

O segundo método é mais complicado[1] mas parece ser mais potente (ou seja, pode resolver casos em que o método acima não funciona). Consiste em editar o arquivo que instalaria estes módulos problemáticos, e forçar a instalação como /bin/true. Por exemplo:

# Arquivo /etc/modprobe.d/ieee1394
 install ieee1394 /bin/true
 install ohci1394 /bin/true
 install eth1394 /bin/true
 install sbp2 /bin/true

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikipedia
A Wikipédia tem mais sobre este assunto:
modprobe
  • modinfo nome-do-módulo - dá informações sobre o módulo instalado, por exemplo, o diretório de origem

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Este método é usado nas referências seguintes: http://www.mail-archive.com/debian-bugs-dist@lists.debian.org/msg351306.html, https://bbs.archlinux.org/viewtopic.php?id=64290, http://bugs.centos.org/view.php?id=2246, além de outras