Guia do Linux/Avançado/Hardware/Nomes de dispositivos

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Nomes de dispositivos[editar | editar código-fonte]

Seria terrível se ao configurar CADA programa que utilize o mouse ou o modem precisássemos nos se referir a ele pela IRQ, I/O, etc... para evitar isso são usados os nomes de dispositivos.

Os nomes de dispositivos no sistema GNU/Linux são acessados através do diretório /dev. Após configurar corretamente o modem, com sua porta I/O 0x2F8 e IRQ 3, ele é identificado automaticamente por /dev/ttyS1 (equivalente a COM2 no DOS). Daqui para frente basta se referir a /dev/ttyS1 para fazer alguma coisa com o modem.

Você também pode fazer um link de /dev/ttyS1 para um arquivo chamado /dev/modem usando: ln -s /dev/ttyS1 /dev/modem, faça a configuração dos seus programas usando /dev/modem ao invés de /dev/ttyS1 e se precisar reconfigurar o seu modem e a porta serial mudar para /dev/ttyS3, será necessário somente apagar o link /dev/modem antigo e criar um novo apontando para a porta serial /dev/ttyS3.

Não será necessário reconfigurar os programas que usam o modem pois eles estão usando /dev/modem que está apontando para a localização correta. Isto é muito útil para um bom gerenciamento do sistema.

Abaixo uma tabela com o nome do dispositivo no GNU/Linux, portas I/O, IRQ, DMA e nome do dispositivo no DOS (os nomes de dispositivos estão localizados no diretório /dev):


     Dispos.   Dispos.
      Linux     DOS       IRQ     DMA     I/O

     ttyS0      COM1       4       -      0x3F8
     ttyS1      COM2       3       -      0x2F8
     ttyS2      COM3       4       -      0x3E8
     ttyS3      COM4       3       -      0x2E8
     lp0        LPT1       7      3(ECP)  0x378
     lp1        LPT2       5      3(ECP)  0x278
     /dev/hda1  C:        14       -      0x1F0,0x3F6
     /dev/hda2  D: *      14       -      0x1F0,0x3F6
     /dev/hdb1  D: *      15       -      0x170,0x376
  • A designação de letras de unidade do DOS não segue o padrão do GNU/Linux e depende da existência de outras unidades físicas/lógicas no computador.