GNU Health/Indivíduos

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
< GNU Health
Ir para: navegação, pesquisa

O Indivíduo[editar | editar código-fonte]

É hora de entrar na unidade essencial da GNU Health, a pessoa. Tomamos a pessoa como um indivíduo único, ainda, alguém que faz parte de uma família, interage com a comunidade e forma a nossa sociedade. Esta entidade é tão importante que é impossível alcançar bons programas de saúde pública sem informações sobre os indivíduos. Este conceito que pode parecer trivial, é muitas vezes esquecido.

Revisão de conceitos[editar | editar código-fonte]

exibição de árvore das Partes no GNU Health no âmbito Tryton

Mencionamos nos Primeiros Passos o conceito de Party. O partido é uma entidade abstrata, o qual os atributos vão diferenciar um centro de saúde de uma pessoa, ou uma pessoa que é um médico, um paciente ou ambos. O conceito de partido é extremamente simples, mas muito poderoso e versátil.

Neste ponto é importante voltar e relembrar a Terminologia usada no GNU Health.

Seus Primeiro Indivíduo no GNU Health[editar | editar código-fonte]

Siga o menu: Partido -> Partes

Você será apresentado à uma visualização em árvore (listagem) das partes no sistema. Dê uma olhada na tela apresentada nesta seção. Eu selecionei/destaquei três partes. "Ana Betz", "Cameron Cordara" e "Hospital GNU Solidário". Eles são todas as partes (entidades), mas seus atributos fazem Ana um paciente, Cameron uma médica e GNU Hospital Solidário uma instituição de saúde.

É claro que sob este modelo você pode ter, por exemplo, um profissional de saúde que é também um paciente. Não se esqueça de que os médicos são pessoas! :-)

Para criar um novo registro, clique no ícone novo registro, ou teclas de atalho Ctrl + N. Será apresentada uma nova visão do formulário partido.

Em uma equipe multidisciplinar, a seguinte informação é normalmente inserida pelo escritório da administração, a recepção ou às vezes pelas assistentes sociais.

Neste exemplo, vamos nos concentrar em Ana Betz. Vamos dar uma passada nos principais campos:

  • Nome: Este é um campo obrigatório, destacado pelo fundo azul. Os campos obrigatórios devem ser inseridos, caso contrário você não será capaz de salvar o registro.
  • Sobrenome: Digite o sobrenome como aparece no cartão de identificação. Alguns países utilizam apenas o nome do pai, outros usam uma combinação de o pai e o da mãe.
  • Alias: Apelido (se houver) da pessoa. Surpreendentemente, em muitos lugares ao redor do mundo, as pessoas usam apelidos para se referir uma pessoa em particular, e às vezes eles não sabem o nome real. Se essa pessoa tem um alias/apelido, você deve inserí-lo no sistema. Ele pode ser a chave para saber sobre uma pessoa desaparecida.
  • Atributos do Partido: Neste ponto, definir a caixa de marcação Pessoa. Apenas marque essa. Não habilite nenhuma outra neste momento.

Antes de ir para os dados demográficos do paciente salve seu trabalho. Como regra geral, é importante salvar seu trabalho enquanto trabalha em registros, para evitar a perda de dados não guardados, especialmente nos registros longos. Para salvar os dados da pessoa, clique no ícone salvar este registro ou tecla de atalho Ctrl + S.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Demografia da pessoa em GNU Health

As informações inseridas nesta secção são muito importante, tanto a nível individual quanto populacional. Os profissionais de saúde e as autoridades terão informações preciosas para fazerem bons programas de saúde e para avaliarem os determinantes sociais da saúde.

Aqui entra os dados pessoais data de nascimento, número de identidade, nacionalidade, sexo, profissão, a Unidade Domiciliar, nível de escolaridade e estado civil, entre outros. Outros modelos (como paciente) módulos (como socioeconômicos) fará uso extensivo destes campo. A maioria dos campos são auto-explicativos e não precisam entrar em detalhes. Nós vamos apenas dar algumas dicas sobre alguns deles.

  • PUID: este é o Único Número Identificador da pessoa ou equivalente emitido por um país específico da região. Ele pode estar vazio, mas uma vez que é inserido, é exclusivo para a pessoa. O PUID é um identificador de chave do indivíduo. Se há uma pessoa que não tem um PUID local, marque a caixa de seleção ID Alternativa e insira as informações lá.
  • IDs Alternativas: Quando você ativa esta opção, você será capaz de inserir novos IDs, tais como passaportes, CPFs de outros países, etc. A pessoa pode ter várias identificações, e eles devem ser registrados sempre que possível. Por exemplo, facilitará contactar essa pessoa se ela ou ele for de outro país. Para esclarecimento, a seção de IDs alternativa não é mostrada a menos que a caixa de seleção esteja marcada.
  • Não identificado: Marque esta caixa se a pessoa não tem ID no momento da inscrição. Este pode ser o caso de pessoas que dão entrada no centro de saúde em situações de acidentes. Uma vez que reunir as informações em um momento posterior, retiramos a caixa de seleção e digitamos o ID.
  • Unidade Domiciliar: Este é um campo relacional que aponta para o local onde a pessoa vive. Este é o endereço principal da pessoa e não deve ser confundido com os endereços de seus parentes conhecidos que descreveremos a seguir.

Informações de Contato[editar | editar código-fonte]

Informações pessoais de contato no GNU Health

Clique na aba seguinte ("Geral") para inserir as informações de contato desta pessoa. O endereço pode ser associado a uma pessoa ou uma instituição. Por exemplo, estamos mostrando o endereço de "Carol Forte", ela é professora de Karate Kenpo de Ana Betz, com o endereço da escola de Karate Kenpo. Desde que o contato esteja relacionado à uma pessoa física (campo relacional), você poderá facilmente abrir o recurso para pegar informações da professora dela. Esta seção também contém os mecanismos de contato da pessoa, tais como e-mail ou número de telefone.