FreeBSD Handbook/Prefácio

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


FreeBSD Handbook
Anterior Prefácio Próxima

A quem se destina este livro

O recém chegado ao FreeBSD verá que a primeira seção deste livro guia o usuário no processo da instalação do FreeBSD e faz uma breve introdução aos conceitos e as convenções do UNIX®. Caminhar através desta seção requer um pouco mais do que o desejo de explorar e a habilidade de assimilar novos conceitos a medida que são apresentados.

Uma vez tendo passado desta fase, a segunda é de longe a maior seção do handbook, é uma referência detalhada dos tópicos de interesse dos administradores do sistema FreeBSD. Alguns destes capítulos podem recomendar que você faça alguma leitura prévia, e isto é mencionado na sinópse, no começo de cada capítulo.

Para uma lista de fontes adicionais de informação, veja por favor o Apêndice B.

Mudanças na terceira edição

Esta terceira edição é o apogeu de mais de dois anos de trabalho de dedicados membros do Projeto de Documentação do FreeBSD. A seguir estão as principais mudanças desta edição:

  • Capítulo 11, “Configuração e Ajuste Fino”, foi expandido com mais informações sobre o gerenciamento de energia e recursos ACPI, o utilitário do sistema cron e mais opções de ajuste fino do kernel.
  • Capítulo 14, “Segurança”, foi expandido com novas informações sobre redes privadas virtuais (VPNs), listas de controle de acesso ao sistema de arquivos (Access Control Lists - ACLs) e recomendações de segurança.
  • Capítulo 16, “Mandatory Access Control (MAC)”, se tornou um novo capítulo nesta edição. Ele explica o que é o MAC e como este mecanismo pode ser usado para garantir a segurança num sistema FreeBSD.
  • Capítulo 18, “Armazenamento”, foi expandido com
  • novas informações sobre dispositivos de armazenamento USB, file system snapshots, quotas de disco, filesystems baseados em rede e arquivos, e partições de disco criptografadas.
  • Capítulo 20, “Vinum”, se tornou um novo capítulo nesta edição. Ele descreve como usar o Vinum, um gerenciador de armazenamento que provê discos lógicos independente dos dispositivos físicos, além de RAID-0, RAID-1 e RAID-5 via software.
  • Uma seção de resolução de problemas foi adicionada ao Capítulo 25, “PPP e SLIP”.
  • Capítulo 26, “Correio Eletrônico”, foi expandido com novas informações sobre o uso de agentes de transporte alternativos, autenticação SMTP, UUCP, fetchmail, procmail e outros tópicos avançados.
  • Capítulo 27, “Servidores de Rede”, está completamente novo nesta edição. Este capítulo inclui informações sobre a colocação no ar de um Servidor HTTP Apache, ftpd e configuração de um servidor Samba para clientes Microsoft® Windows®. Algumas seções do Capítulo 29, “Uso Avançado de Redes”, foram movidas para cá para melhorar a organização.
  • Capítulo 29, “Uso Avançado de Redes”, foi expandido com novas informações sobre o uso de dispositivos Bluetooth® no FreeBSD, configuração de redes sem fio e redes ATM (Asynchronous Transfer Mode).
  • Um glossário foi criado para fornecer uma referência central das definições de termos técnicos usados no livro.
  • Uma série de modificações estéticas foram feitas nas tabelas e figuras ao longo de todo o texto.

Mudanças na segunda edição

A segunda edição foi a culminação de dois anos de trabalho dos membros dedicados do Projeto de Documentação do FreeBSD. As principais mudanças nesta edição estão a seguir:

Organização deste Livro

Este livro é dividido em cinco seções distintas, nas quais são organizados os capítulos. Cada capítulo começa com uma sinopse resumida que descreve o que é tratado ali e o que o leitor deve saber de antemão. Isso foi feito com a intenção de permitir ao leitor casual pular capítulos para encontrar os assuntos de seu interesse.

Seção I, Iniciando

A primeira seção contém capítulos que cobrem a instalação e o uso básico do FreeBSD. Espera-se que o leitor siga estes capítulos em sequência, saltando apenas capítulos que cobrem tópicos que já sejam de seu conhecimento.

Seção II, Tarefas Comuns

A segunda seção cobre algumas características usadas com freqüência no FreeBSD. Esta seção e as seguintes podem ser lidas fora de ordem. Quando há dependências de conhecimento isso é mencionado nas sinopses.

Seção III, Administração do Sistema

A terceira seção cuida dos tópicos de administração.

Seção IV, Comunicação em Redes

A quarta seção trata dos assuntos de rede e servidores.

Seção V, Apêndices

A quinta seção contém apêndices para informações de referência.

Capítulo 1, Introdução

Introduz o FreeBSD ao novo usuário. Descreve a história do Projeto FreeBSD, seus objetivos e modelo de desenvolvimento.

Capítulo 2, Instalando o FreeBSD

Conduz o usuário através de todo o processo de instalação. Alguns tópicos avançados da instalação, como instalação através de um console serial, são cobertos também.

Capítulo 3, UNIX básico

Cobre os comandos e as funcionalidades básicas do sistema operacional FreeBSD. Se você tiver familiaridade com o Linux ou outro sabor do UNIX então você pode provavelmente saltar este capítulo. Usuários que nunca tiveram contato com UNIX, porém, podem precisar de outras fontes de informação para se ambientar totalmente com o sistema.

Capítulo 4, Instalando Aplicativos: Pacotes e Ports

Cobre a instalação de softwares de terceiros com as duas inovações do FreeBSD, a “Coleção de Ports” e os pacotes binários padrão.

Capítulo 5, O X Window System

Descreve o sistema de janelas "X Window" em geral e o uso do X11 (outro modo de se referir ao X Window) no FreeBSD em particular. Também descreve ambientes comuns de desktop como KDE e GNOME.

Capítulo 6, Aplicações de Desktop

Mostra algumas aplicações de desktop comuns, como navegadores para a web e aplicações para produtividade, descrevendo também como instalá-las no FreeBSD.

Capítulo 7, Multimídia

Mostra como configurar o suporte a som e vídeo no seu sistema. Descreve também algumas aplicações de vídeo e áudio como exemplo.

Capítulo 8, Configurando o Kernel do FreeBSD

Explica porque você pode precisar configurar um novo kernel e fornece instruções detalhadas para configuração, construção e instalação de um kernel personalizado.

Capítulo 9, Imprimindo

Descreve o gerenciamento de impressoras no FreeBSD, incluindo informação sobre páginas de banner, contas de impressão e configuração inicial.

Capítulo 10, Compatibilidade Binária Linux

Descreve as características da compatibilidade com Linux do FreeBSD. Fornece também instruções de instalação detalhadas para muitas aplicações populares de Linux como Oracle®, SAP® R/3®, e Mathematica®.

Capítulo 11, Configuração e Ajuste Fino

Descreve os parâmetros disponíveis para os administradores de sistema ajustarem um sistema FreeBSD para uma ótima performance. Descreve também os vários arquivos de configuração usados no FreeBSD e onde encontrá-lo.

Capítulo 12, O Processo de Inicialização do FreeBSD

Descreve o processo de inicialização do FreeBSD e explica como controlar este processo com opções de configuração.

Capítulo 13, Usuários e Administração Básica de Contas

Descreve a criação e manipulação de contas de usuários. Discute também limitações de recursos que podem ser ajustados nos usuários e em outras tarefas de gerenciamento de contas.

Capítulo 14, Segurança

Descreve diferentes tipos de ferramentas disponíveis para ajudar a manter seu sistema FreeBSD seguro, incluindo Kerberos, IPsec e OpenSSH.

Capítulo 15, Jails

Descreve o framework dos jails e melhorias dos jails em relação ao suporte tradicional de chroot do FreeBSD.

Capítulo 16, Mandatory Access Control

Explica o que é o MAC (Mandatory Access Control) e como este mecanismo pode ser usado para garantir a segurança num sistema FreeBSD.

Capítulo 17, Audição de Eventos de Seguraça

Descreve o que é a Audição de Eventos do FreeBSD, como instalá-la, configurá-la e como os dados de audição podem ser inspecionados e monitorados.

Capítulo 18, Armazenamento

Descreve como gerenciar meios de armazenamento e sistema de arquivos com o FreeBSD. Isso inclui discos físicos, RAID arrays, mídia ótica e fita, discos na memória e sistema de arquivos de rede.

Capítulo 19, GEOM

Descreve o que é o sistema GEOM no FreeBSD e como configurar vários tipos de RAID suportados.

Capítulo 20, Vinum

Descreve como usar o Vinum, um gerenciador de armazenamento que provê discos lógicos independente dos dispositivos físicos, além de RAID-0, RAID-1 e RAID-5 via software.

Capítulo 21, Virtualização

Descreve o que os sistemas de virtualização oferecem e como eles podem ser usados no FreeBSD.

Capítulo 22, Localização

Descreve como usar o FreeBSD em outras línguas que não seja o Inglês. Cobre a localização no nível de aplicações e do sistema.

Capítulo 23, A Versão Mais Recente

Explica as diferenças entre FreeBSD-STABLE, FreeBSD-CURRENT e FreeBSD releases. Explica que usuários se beneficiariam ao acompanhar o desenvolvimento do sistema e dá uma visão geral do processo.

Capítulo 24, Comunicações Seriais

Explica como conectar terminais e modems ao seu sistema FreeBSD para conexões dial in e dial out.

Capítulo 25, PPP e SLIP

Descreve como usar PPP, SLIP ou PPP sobre Ethernet para se conectar a sistemas remotos com o FreeBSD.

Capítulo 26, Correio Eletrônico

Explica os diferentes componentes de um servidor de email e entra em tópicos simples de configuração para o mais popular software de servidor de mail: o sendmail.

Capítulo 27, Servidores de Rede

Fornece instruções detalhadas e arquivos de configuração de exemplo para configurar seu FreeBSD como um servidor de arquivos de rede, servidor de DNS (domain name server), NIS (network information system) ou para sincronização de data e hora (NTP).

Capítulo 28, Firewalls

Explica a filosofia por trás de firewalls baseados em software e fornece informações detalhadas sobre a configuração de diferentes firewalls disponíveis para o FreeBSD.

Capítulo 29, Uso Avançado de Redes

Descreve muitos tópicos de rede, incluindo compartilhamento em uma conexão de Internet com outros computadores em sua LAN, tópicos avançados de roteamento, redes sem fio, Bluetooth, ATM, IPv6 e muito mais.

Apêndice A, Obtendo o FreeBSD

Lista fontes diferentes para obtenção da mídia do FreeBSD em CDROM ou DVD assim como diferentes sites na Internet que permitem que você obtenha e instale o FreeBSD.

Apêndice B, Bibliografia

Este livro toca em muitos assuntos diferentes que pode deixar você com vontade de uma explicação mais detalhada. A bibliografia lista muitos livros excelentes que são referenciados no texto.

Apêndice C, Fontes de Informação na Internet

Descreve os muitos fóruns disponíveis para usuários de FreeBSD postarem questões e se engajarem em discussões técnicas sobre o FreeBSD.

Apêndice D, Chaves PGP

Listas das chaves PGP de diversos Desenvolvedores do FreeBSD.

Convenções usadas neste livro

Para fornecer um texto consistente e fácil de ler, diversas convenções são seguidas durante todo o livro.

Convenções Tipográficas

Itálico

Uma fonte itálico é usada para nome de arquivos, URLs, texto enfatizado, e o primeiro uso de termos técnicos.

Mono espaço

Uma fonte mono-espaçada é usada para mensagens de erro, comandos, variáveis de ambiente, nomes de ports, hostnames, nome de usuários, nomes de grupos, nomes de dispositivos, variáveis, e fragmentos de códigos.

Bold

Uma fonte bold é usada para aplicações, comandos, e teclas.

Entrada de usuário

Teclas são apresentadas em bold para destacar-se de outros textos. Combinações de teclas que devem ser digitadas simultaneamente são apresentadas com `+' entre as teclas, como:

Ctrl+Alt+Del

Significa que o usuário deve digitar as teclas Ctrl, Alt e Del ao mesmo tempo.

Teclas para ser digitadas em sequência estarão separadas por virgulas, por exemplo:

Ctrl+X, Ctrl+S

Significaria que se espera que o usuário digite as teclas Ctrl e X simultaneamente e em seguida, após soltar as teclas Ctrl e X, digite então as teclas Ctrl e S simultaneamente.

Exemplos

Exemplos que começam com E:\> indicam um comando MS-DOS®. A menos que notado de outra maneira, estes comandos podem ser executados de uma janela de “Prompt de Comando” em um ambiente Microsoft® Windows® atual.

 E:\> tools\fdimage floppies\kern.flp A:

Exemplos que começam com # indicam que o comando deve ser invocado como o superusuário no FreeBSD. Você pode logar como root para digitar o comando, ou logar como sua conta normal e usar su(1) para obter privilégios de superusuário.

 # dd if=kern.flp of=/dev/fd0

Exemplos que começam com % indicam um comando que deve ser invocado de uma conta de usuário normal. A menos que notado de outra maneira, a sintaxe C-shell é usada para ajustar variáveis de ambiente e outros comandos shell.

 % top

Reconhecimentos

O livro que você está lendo representa os esforços de muitas centenas de pessoas em todo o mundo. Se enviaram reparos para erros de ortografia, ou submeteram capítulos completos, todas as contribuições foram úteis.

Diversas companhias suportaram o desenvolvimento deste documento pagando autores para trabalhar em tempo integral nele, pagando por publicação, etc. Em particular, a BSDi (adquirida subseqüentemente pela Wind River Systems) pagou membros do Projeto de Documentação para trabalhar em melhorias deste livro em tempo integral que conduziu à publicação da primeira edição impressa em Março de 2000 (ISBN 1-57176-241-8). A Wind River Systems então pagou diversos autores adicionais para fazer um número de melhorias a infraestrutura de saída para impressão e para adicionar capítulos adicionais ao texto. Este trabalho culminou na publicação da segunda edição impressa em Novembro de 2001 (ISBN 1-57176-303-1). Em 2003-2004, a FreeBSD Mall, Inc pagou diversos contribuidores para melhorar o Handbook e prepará-lo para a terceira edição impressa.


Anterior Índice Próxima
Prefácio para o WikiLivros Topo Iniciando
Última edição desta página: 24/01/2011 (20110124215246)