FreeBSD Handbook/Iniciando/UNIX Básico/Estrutura de Diretórios

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


FreeBSD Handbook
Anterior Capítulo 3. UNIX Básico Próxima

3.4 Estrutura de Diretórios

Conhecer a hierarquia de diretórios do FreeBSD é fundamental para se obter entendimento total do sistema. O conceito mais importante para se assimilar é o conceito do diretório raíz (root directory), o "/". Esse diretório é montado inicialmente no momento em que o sistema é carregado, e ele contém o sistema base necessário para preparar a entrada em modo de operação multi-usuário do sistema operacional. O diretório raiz contém ainda pontos de montagem para cada outro sistema de arquivos que você queira montar.

Um ponto de montagem é um diretório onde sistemas de arquivos adicionais podem ser acoplados ao sistema de arquivos raíz (root). Isso será descrito futuramente na Seção 3.5.

Um ponto de montagem é um diretório onde sistemas de arquivos adicionais podem ser acoplados ao sistema de arquivos raíz. Pontos de montagem padrão incluem /usr, /var, /mnt, e /cdrom. Esses diretórios normalmente são encontrados como entradas dispostas no arquivo /etc/fstab. O /etc/fstab é uma tabela com vários sistemas de arquivos e pontos de montagem que o sistema usa como referência. A maioria dos sistemas de arquivos no /etc/fstab são montados automaticamente no momento da inicialização, à partir do script rc(8) a não ser que eles contenham a opção noauto definida. Detalhes podem ser encontrados na Seção 3.6.1.

Uma descrição completa da hierarquia do sistema de arquivos está disponível na página de manual hier(7). Por hora, uma breve descrição dos diretórios mais comuns será abordada:

Diretório Descrição
/ Diretório raíz do sistema de arquivo.
/bin/ Utilitários do usuário, fundamentais para os ambientes de multi-usuário e mono-usuário.
/boot/ Arquivos e programas de configuração que são usados durante o processo de inicialização do sistema operacional.
/boot/defaults/ Arquuivos de configuração padrão do sistema de inicializaçào, veja a página de manual loader.conf(5).
/dev/ Dispositivos de controle; veja intro(4).
/etc/ Arquivos e scripts de configuração do sistema.
/etc/defaults/ Arquivos de configuração padrão do sistema; veja rc(8).
/etc/mail/ Arquivos de configuração para os agentes de transferência de correio, como o sendmail(8).
/etc/namedb/ Arquivos de configuração do named; veja named(8).
/etc/periodic/ Scripts que são executados diariamente, semanalmente e mensalmente por meio do cron(8); veja periodic(8).
/etc/ppp/ Arquivos de configuração do ppp; veja ppp(8).
/mnt/ Diretório vazio normalmente utilizado pelos administradores de sistemas como ponto de montagem temporário.
/proc/ Sistema de arquivos de processos; veja procfs(5) e mount_procfs(8).
/rescue/ Statically linked programs for emergency recovery; see rescue(8).
/root/ Diretório home da conta de usuário root.
/sbin/ Utilitários de programas e administração, fundamentais para os ambientes de multi-usuário e mono-usuário.
/tmp/ Arquivos temporários. O conteúdo do /tmp normalmente NÃO é preservado durante uma reinicialização do sistema. Um sistema de arquivo baseado em memória é frequentemente montado em /tmp. Isso pode ser automatizado usando se as variáveis tmpmfs-related do rc.conf(5) (ou com uma entrada em /etc/fstab; veja mdmfs(8)).
/usr/ A maioria dos utilitários e aplicações de usuários.
/usr/bin/ Utilitários comuns, ferramentas de programação e aplicações.
/usr/include/ Arquivos C padrão de inclusão.
/usr/lib/ Bibliotecas.
/usr/libdata/ Arquivos de dados de utilitários variados.
/usr/libexec/ Daemons & utilitários do sistema (executados por outros programas).
/usr/local/ Executáveis locais, bibliotecas, etc. Também utilizado como destino padrão para o sistema de Ports. Dentro de /usr/local, a disposição hierárquica geral é definida pelo hier(7) como o definido pelo /usr. Exceto o diretório de páginas de manuais que são diretamente dispostas sob /usr/local ao invés de serem sobre /usr/local/share, e a documentação das aplicações de terceiros, que ficam sob share/doc/port.
/usr/obj/ Arquivo de destino dos objetos binários específicos para cada arquitetura, constribuídos à partir da árvore /usr/src.
/usr/ports A Coleção de Ports do FreeBSD (opcional).
/usr/sbin/ Daemons & utilitários do sistema (executados por usuários).
/usr/share/ Arquivos independentes de arquitetura.
/usr/src/ Arquivos de fontes locais e/ou BSD.
/usr/X11R6/ Executáveis da distribuição do X11R6, bibliotecas, etc (opcional).
/var/ Arquivos de log de múltiplos propósitos, arquivos temporários, de transição e arquivos de bobina (spool). Um sistema de arquivo baseado em memória é as vezes montado no /var. Isso pode ser automatizado as variáveis varmfs-related do rc.conf(5) (ou com uma entrada em /etc/fstab; veja mdmfs(8)).
/var/log/ Arquivos de logs variados do sistema.
/var/mail/ Arquivos de caixa de corrêio dos usuários.
/var/spool/ Diretórios de spool de impressão e de correio.
/var/tmp/ Arquivos temporários. Esses arquivos são usualmente mantidos entre reinicializações do sistema, ao menos que /var seja um sistema de arquivo baseado em memória.
/var/yp Mapas NIS.