Logística/Manutenção de instalações/Manutenção de equipamentos e sistemas eléctricos/Bateria e carregador de bateria: diferenças entre revisões

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
sem resumo de edição
Sem resumo de edição
Sem resumo de edição
 
 
Uma [[w:Bateria (química)|bateria]] é um dispositivo, constituído por uma ou mais células, que armazenam [[w:Energia química|energia química]] que consequentemente poderá ser convertida em [[w:Energia elétrica|energia eléctrica]]. A sua [[w:Unidade de medida|unidade de medida]] é o kilowatt hora (Kwh), mas geralmente a saída da bateria é medida em Ampere hora (A.h), porque desta forma é mais fácil medir, com o objectivo de indicar a capacidade de trabalho ([[Logística/Referências#refbROSALER|Walther, 1995, p. 3-59]]).
 
A bateria divide-se em três partes: os [[w: Eletrodo| eléctrodos]], o [[w:Eletrólito|electrólito]] e o recipiente.
A bateria primária é aquela em que a reacção química destrói um dos eléctrodos, geralmente o negativo. A pilha primária não pode ser recarregada.
 
Podemos definir a Acção Electroquímica como o processo de conversão, de energia química em energia eléctrica. O ânodo é o eléctrodo positivo de uma pilha e o cátodo o eléctrodo negativo de uma pilha.
 
Existem vários métodos para carregar uma bateria:
''Baterias alcalinas'' - Este tipo de bateria geralmente tem aplicações em lanternas, rádios, entre outros. As vantagens associadas a este tipo de bateria são: baixo custo, são bastante vulgares sendo por isso fáceis de encontrar no mercado, têm elevada durabilidade e potência comparada com o seu peso. Porém, também apresentam desvantagens, pois a grande maioria dos modelos não podem ser recarregados e normalmente é necessária a utilização de suportes para utilização nos diversos dispositivos.
 
''Baterias de chumbo'' - As baterias de chumbo foram inventadas no século XIX. Estas baterias têm como componentes básicos, o chumbo ou o óxido de chumbo e o [[w: Ácido sulfúrico|ácido sulfúrico]]. As vantagens destas baterias começam pelo seu custo relativamente baixo, resistência a grandes variações de temperatura e elevada durabilidade. Estas baterias apresentam também desvantagens como o seu elevado peso, tempo de carregamento bastante elevado, descarregadescarregam-se com facilidade, sofresofrem uma diminuição de [[w: Tensão elétrica|voltagem]] durante a sua utilização e não pode ser recarregadarecarregadas totalmente, com tanta frequência como os outros tipos de baterias. Uma vez que este tipo de bateria é desenhado para ser constantemente carregada e eventualmente descarregada, pode ter aplicações em automóveis, por exemplo.
 
''Bateria de Lítio'' - A bateria de lítio, ficou reconhecida com o aparecimento de micro circuitos electrónicos, utilizados, por exemplo, em relógios, jogos, entre demais. Pode destacar-se entre as demais vantagens da bateria de lítio o facto de esta se descarregar muito lentamente, quando armazenada carregada, em média 10% ao mês, e pelo pouco tempo que necessita para se recarregar. São muito leves, quando comparadas com os outros tipos de baterias, oferecem cerca do dobro da capacidade de uma bateria do tipo Níquelníquel Hidretohidreto Metálicometálico (NiMH) com o mesmo tamanho. Quando comparadas com os outros tipos de baterias, estas têm um tempo de recarga muito rápido. O seu custo elevado constitui uma desvantagem.
 
''Bateria Níquel-cádmio (NiCd)'' - A bateria de níquel-cádmio (NiCd) foi inventada no século XX. As vantagens associadas a este tipo de bateria são as seguintes: o seu potencial energético é maior do que a de ácido-chumbo, fazendo com que seja 20 a 50% mais leve, proporcionando assim um tempo de utilização superior para o mesmo peso. Outra vantagem da Bateriabateria de Níquelníquel-cádmio é o facto de durante a sua utilização não sofrer queda de voltagem. Como desvantagens a este tipo de baterias, podemos citar: custo mais elevado comparativamente com a bateria de ácido-chumbo, [[w: Toxicidade|tóxica]] para o meio ambiente (devido ao [[w: Cádmio|cádmio]]) e sofre com extremos de temperatura, ou seja, quando a temperatura está muito baixa descarrega-se facilmente e quando a temperatura está muito elevada não se carrega com facilidade.
 
''Bateria Níquel Hidreto Metálico (NiMH)'' - A bateria de Níquelníquel Hidretohidreto Metálicometálico, possui inúmeras vantagens em relação aos outros tipos de baterias. Tem maior resistência a um número de cargas e descargas na sua vida útil, quando comparada com a bateria de Níquel-cádmio, possuindo um potencial energético ligeiramente superior. Tem um menor tempo de recarga e maior resistência às variações de temperatura. Quanto ao peso, este é semelhante ao da bateria de Níquelníquel-cádmio e menos agressiva ao ambiente. Podemos definir como desvantagem o custo ligeiramente acima em relação á bateria de Níquelníquel-cádmio.
 
''Bateria Zinco Ar'' - As baterias de Zincozinco-ar foram desenvolvidas recentemente para o armazenamento de energia.
O funcionamento desta bateria passa pela extracção de oxigénio, existente no ar, que por sua vez reage com o zinco para produção de electricidade. O seu princípio de funcionamento é semelhante ao das baterias alcalinas. Existem dois tipos de baterias de Zincozinco-ar, as que podem ser recarregadas e as descartáveis. As baterias recarregáveis podem ser utilizadas em veículos eléctricos movidos a bateria. Têm a vantagem da sua durabilidade (tempo de descarga) ser muito elevada, quando comparada com os outros tipos de baterias.
 
''Baterias de Gel'' - De forma a permitir uma vida mais longa, as baterias de gel vieram a substituir as baterias de chumbo. As baterias de gel não têm evaporação electrolítica, e por sua vez as consequências, como acontece com as baterias ácidas. O facto de não terem evaporação electrolítica, como referido acima, constitui uma enorme vantagem, assim como o facto de terem maior resistência a temperaturas elevadas, choque e vibração. Têm a desvantagem de possuírem um preço mais elevado que as baterias de chumbo ([[Logística/Referências#refbPILHAS|Pilhas, 2010]]).
246

edições

Menu de navegação