Cultura do Brasil/Os africanos

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
< Cultura do Brasil
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A capoeira é uma expressão cultural desenvolvida por afro-brasileiros

Os africanos trouxeram a sua cultura para o Brasil por causa da escravidão. Os africanos trazidos ao Brasil eram os nagôs, bantos e jejês, entre outras, que suas religiões deram origem às religiões afro-brasileiras, e os malês e haúças, de religião islâmica. No Brasil Colonial, eram obrigados a se converter para o catolicismo, aprendiam o português e eram batizados com nomes portugueses.

Em grande parte do país, há influências africanas na cultura, como na música, dança, idioma, religião e culinária. A umbanda é uma religião sincrética brasileira que junta elementos africanos com o espiritismo e catolicismo.

Também se vê a cultura africana na culinária, principalmente na Bahia, onde é comum o uso do azeite de dendê, que é usado em vários pratos de origem africana.

Na música, há influências na música popular brasileira. Os gêneros musicais africanos deram origem à base rítmica de gêneros musicais brasileiros, como o choro, o bossa-nova e o maxixe (tango brasileiro). Também há instrumentos trazidos pelos africanos, como o agogô, o berimbau e o afoxé.

No idioma, o verbo xingar originou-se do quimbundo xinga, ("ofender"), quitute veio do quicongo kilute, entre outros.