Cachimbo/Conclusão

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Apesar de sua simplicidade, o cachimbo pode ser considerado uma das grandes invenções da humanidade. Não obstante a campanha atual contra o fumo, o cachimbo permanece com sua legião de seguidores fiéis, que não abrem mão de sua aura de tranquilidade e reflexão ponderada.

Diante das comprovações científicas das doenças causados pelo uso do tabaco, cabe aqui uma reflexão. Como pode uma planta que foi tida como remédio por milênios pelas populações ameríndias passar a ser considerada um verdadeiro veneno? Talvez a solução desta aparente contradição esteja nas palavras do célebre alquimista suíço Paracelso, que viveu nos séculos XV e XVI. Disse ele: "Todas as substâncias são venenos; não existe uma que não seja veneno. A dose certa diferencia um veneno de um remédio".

Ou seja: não seria o uso desregrado e excessivo do tabaco pelo homem contemporâneo a real causa de sua associação a inúmeras doenças? Não seria o uso equilibrado e esporádico do tabaco pelos povos ameríndios a chave de seu uso terapêutico? Este é um assunto que merece mais pesquisas e debates por parte da comunidade científica[1][2].

Referências