Budismo/Budismo e ecologia

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Derramamento de óleo no mar. A ambição humana excessiva possui uma relação direta com a degradação ambiental.

As atuais preocupações ecológicas mundiais encontram grande sintonia com a filosofia budista. Segundo o budismo, todos os elementos do universo estão inter-relacionados, formando a grande teia da vida. Cada um desses elementos é importante para a manutenção da teia. O que acontece com cada um desses elementos, afeta todos os demais, de alguma forma[1].

Dentro desse contexto, o elemento desestabilizador é a ambição humana desmedida, que exaure os recursos naturais do planeta sem que este tenha condições de repô-los adequadamente[2].

Referências

  1. BESSA, M. Viver para amar. Revista O Flu. Suplemento do jornal O Fluminense de 24 de junho 2012. Número 172. pp. 4-5.
  2. ALMEIDA, L. A sociedade de consumo e o meio ambiente. Disponível em http://www.cenedcursos.com.br/a-sociedade-consumo-meio-ambiente.html. Acesso em 25 de junho de 2012.