Botsuana/Economia

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A base da economia botsuanesa é a extração de diamantes: Botsuana é o maior produtor mundial de diamantes[1]. Tal atividade é a principal responsável por Botsuana possuir o terceiro maior PIB per capita do continente africano (dados de 2008). A receita obtida pelo governo botsuano com a venda de diamantes permite-lhe investir na infraestrutura de transportes, saúde, saneamento, educação etc.

Mina de diamante Jwaneng
Sede da Debswana em Gaborone. A Debswana é uma joint venture entre a mineradora sul-africana De Beers e o governo de Botsuana.
Vista aérea de Gaborone. Notar a grande quantidade de novas casas.
Faculdade de negócios da universidade de Botsuana
Rua na capital Gaborone

A criação de gado é uma atividade tradicional no país, assim como a plantação de sorgo, um cereal de origem africana. Ambas as atividades estão representadas no brasão do país. É expressiva a exportação de carne bovina de Botsuana para a Europa[2].

Bezerro em Botsuana
Caçadores de hipopótamos no delta do Okavango
Sorgo (Sorghum bicolor)
Coleta de alimentos na região do Okavango

Um setor que ameaça anular os ganhos econômicos do país é a epidemia de AIDS, que pode consumir muitos recursos do país com o tratamento dos doentes.

Mapa da infestação do vírus HIV nos países africanos. Botsuana está entre os mais infestados: de vinte a trinta por cento da população adulta está contaminada.

Um setor de grande potencial econômico e que começa a ser explorado mais intensamente no país é o turismo, que tem como principal atrativo a exuberância da vida animal no país, especialmente nos parques naturais[3].

Hotel em Kasane

Referências