Bon Jovi/Temas

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Stop! I love you.jpg
The love of my life.jpg
  • Amor
Spring's rock's teen.jpg

A maior parte das músicas da banda versa sobre o amor. Sobre o amor correspondido (Thank you for loving me, Diamond ring), sobre o amor desfeito (This ain't a love song, Bitter wine), sobre as dificuldades do amor (Living in sin), sobre adultério (Damned), sobre os êxtases e os excessos do amor (I'll be there for you, If that's what it takes). Não obstante o amadurecimento dos integrantes do grupo, esta continua sendo a temática principal das suas músicas.

  • Juventude

Ocasionalmente, a banda dedica-se a exaltar a rebeldia juvenil, numa espécie de nostalgia da juventude, como se, através das músicas, fosse possível perpetuar a idade de ouro da adolescência. Exemplos são Blood on blood, 99 in the shade e Never say goodbye.

  • Patriotismo

A banda costuma, vez ou outra, exaltar a sua pátria de origem, seja o Estado de Nova Jérsei (como no álbum New Jersey), seja os Estados Unidos (como na música Undivided).

  • Velho Oeste

Uma temática presente especialmente entre 1987 e 1995, quando a exaltação a caubóis, cavalos, revólveres, índios, rifles e foras da lei foi uma presença constante. Músicas como Wanted dead or alive, Stick to your guns, Santa Fe e Dry county são desse período.

  • Pessimismo

A partir do álbum These days (1995), a banda amadureceu e demonstrou ter tomado consciência de que o mundo não é só alegria, como o demonstram músicas como These days, This ain't a love song, My guitar lies bleeding in my arms e Something to believe in.

  • Esperança

Mas, logo em seguida, a banda inaugurou um novo tema: a volta por cima diante das dificuldades, a reação diante da adversidade. Músicas como Bounce, Have a nice day e Welcome to wherever you are podem ser encaixadas nesse filão.

Referências