Biologia celular/Tradução

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A fase de tradução da expressão gênica é dividida em duas etapas, transcrição e tradução. Durante a transcrição a RNA polimerase abre a dupla fita de DNA necessária para transcrição. Então a base do RNA livre liga-se a base do DNA como a iniciação da polimerase no promotor e finalização no sinal de termino. O RNA é uma molécula semelhante a um fio que leva a informação do núcleo para os ribossomos. O RNA ribossomico (RNAr) formam estruturas globulares que aderem ao retículo endoplásmatico rugoso para ajudar a formar os ribossomos. Finalmente o RNA transportador (RNAt) que é uma estrutura em forma de "L", contem uma aminoácido em uma extremidade e uma região que se liga ao RNAm na outra, desta forma é possível "ler" a informação genética para dar origem as proteínas. A tradução acontece quando o RNAm é "puxado" pelo ribossomo e RNAt que leem as bases do RNAm, os RNAt leem os codons (sequencia de 3 nucleotídeos) do RNAm e acrescentam um aminoácido a nova proteína (ou polipetídeo). A tradução começa com o codon AUG e termina com o codon UAG. Terminado o processo a proteína é formada. Todo este processo permite que a informação genética contida no núcleo chegue ao citoplasma para se produzir as proteínas necessárias para um organismo mesmo ambos estando separados pela membrana nuclear.